quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Just more one poem of pain (apenas mais um poema de dor)

Bom gente vocês já sabem que no meu blog tem de tudo um pouquinho... Então agora eu vou postar dois textos que escrevi para meu livro Folhas Mortas, espero que apreciem!
Olhos nevoados pela tristeza, esses versos não terão rimas falam da minha angústia, desse desamor que me aflige... Lágrimas de Sangue, meus olhos escorrem sequenciais, sem cessar, doendo enquanto percorrem não pelo rosto mas pela alma, sofre o coração, corta-me por dentro... não há alegria na tristeza, só dores de desespero, só lamentos de impossível... Lágrimas de sangue que saem em mim levando o desamor, descolorindo meu mundo, chorando silencioso enquanto caminha rumo a decadência dos dias que não virão, das letras que somem, da história sem futuro, do amor que já não vive, dos meus pés que já não andam e tudo que me resta são as lágrimas de sangue...




Tempestade de Desespero ( Storm Despair)


Corte-me, sangre-me, mate- me! Me leve até seu mundo, onde você se esconde, quero ficar com você! Quero te encontrar  para novamente sorrir, devolva-me à vida dando- me a cruel morte que levou você de mim! Eu quero a liberdade desta prisão de angústias e pesadelos no qual sua morte me lançou; Quero te encontrar na alegria silenciosa onde seu espírito repousa e assim novamente ganhar o que perdi com sua ida...


Beijinhos pra vcs!

Nenhum comentário:

Postar um comentário