sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Solidão


Sempre serei apenas mais um em meio a multidão...
O tempo passa e as pessoas mudam, mas aqui dentro tudo continua igual... Imutável.
Saber a verdade não ajuda a segui-la, uma vez que se sabe que a mentira ameniza as dores...
Então seja verdadeiro e feliz, enquanto eu continuo vivendo essa
Doce e gentil mentira na qual me prendo... Nos muros que ergui a minha volta para me proteger do frio
de pessoas cruéis, da chuva de realidade, do queimar do sol da injustiça, dos furacões de críticas negativas e dedos apontados...
Eu não quero abir meus olhos, não quero mais ser machucada. Me deixe morrer aqui
Com meus olhos inocentes...

Nenhum comentário:

Postar um comentário