domingo, 8 de janeiro de 2012

EUA X Brasil

É a velha questão EUA Vs Brasil, que todo mundo ja conhece, eu mesmo morando nesse "adorável" país fico do lado dos EUA, claro que eu admito que ele não é um pais perfeito, estou longe de fazer parte da interface de sonho americano, eu reconheço os defeitos do país que amo, é como um cara novo que você acabou de conhecer e nos primeiros dias ele parece ser absolutamente perfeito, mas com o decorrer da convivência os defeitos surgem. Bem, a minha história com os EUA não é nova, começou desde o momento que eu consegui começar a discernir o bom do ruim e passei a ouvir Mariah Carey quando as minhas amigas ouviam Limão com mel. Ontem eu fiz a inscrição no SISU e estava pensando como seria se eu fosse literalmente "americana", a essa altura eu ja estaria terminando a faculdade, isso porque graças a Deus nos EUA não tem magistério, pelo menos não para as escolas de EM. A questão é que por mais que falem que o Ensino Superior no Brasil é "democrático" no fundo, a gente se ferra para conseguir entrar na faculdade e não digo isso pelo grau de dificuldade do ENEM, para isso é só estudar mesmo, coisa que eu admito que não faço! É a questão do atraso no ensino, eu estou revoltada por ter sido obrigada a fazer magistério, e sem falar da qualidade péssima, as faculdades brasileiras não disponibilizam as casas de estudante e ainda por cima você corre o risco de ser um calouro morto!
Nos EUA, as universidades possuem mais de uma casa de estudante que eles apelidam de "Irmandade", você só precisa entrar para uma delas, é simples. Para isso eles usam brincadeiras como "Iniciação" tipo cuidar de um frango por uma semana, ir de pijama para as aulas ou correr o campus de cueca. Aqui no Brasil são chamados de "trotes", onde você apanha ate ir pro hospital, coloca uma linguiça na boca para simular um pênis, isso quando não coloca esse último mesmo, enquanto um bando de idiotas grava para por no youtube. Ai eu me pergunto qual é a graça? Se esse for o preço para ser aceito obrigada, prefiro ser excluída! Todo mundo sabe que os americanos são líderes na indústria fonográfica, a América do norte, com as devidas excessões e quando digo isso me refiro a Lady Gaga e Justin Bieber não que eu seja contra, mas não se enquadram no meu estilo e preciso ser honesta, produz as melhores musicas e as mais ouvidas enquanto o Brasil, com as suas excessões também é claro aqui tem musicas que merecem reconhecimento, faz uma paródia ridícula com a música da Rihanna para beber cachaça nos bares e o que é mais patético: Isso vende! Eu não sou muito dedicada a musica brasileira, mas admito que grupos como Roupa Nova e Legião Urbana e cantores como Milton Nascimento e Ana Carolina de fato merecem reconhecimento como sua excelência assim exige.Eu também não vou detonar o Brasil inteiramente, mas no meu ponto de vista isso aqui ainda está mais que LONGE de ser um lugar que proporcione prazer de viver, pelo menos para mim. Ok, você vai dizer que nos EUA tem ciclones, terremotos e blá blá blá, poupe-me da aula de Geografia que eu fiz meu dever de casa ta? E em matéria de catástrofe o Brasil não perde muito não. O fato aqui é uma questão de ponto de vista justo que, na maioria dos casos os EUA é o melhor lugar para se viver, pelo menos na área acadêmica, eu sei da crise financeira também não precisa comentar sobre isso e começar a me criticar, mas eu também sei que eles não vão demorar a se reerguer, porque como alguém disse uma vez, um rei nunca perde sua majestade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário