terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Ultimamente eu tenho estado muito frustrada, não apenas porque a faculdade parece cada dia mais um sonho distante, isso também, mas eu sou loira ja era de se esperar que eu não conseguisse tão cedo, daí aquele meu texto de defesa dos EUA e revolta contra essa droga de país! E ainda tive quatro anos da minha vida jogados na lata do lixo porque fui obrigada a fazer magistério! A minha mãe ainda ta me tratando como uma criminosa pelo episódio dos pratos, isso é tão idiota! Desde que ela foi diagnosticada com pressão alta o nível de estresse diário dela tem piorado gradativamente e isso ta me enchendo! Eu ja sou legalmente livre pra sair de casa, e se há algo que me impede de colocar minhas coisas em uma mochila e ligar pro meu namorado pra desaparecer daqui é a minha irmã... Mesmo nas minhas piores horas ela é o único consolo que eu tenho dentro de casa! E é a única que não atira pedra em mim sem justa causa! Não posso simplesmente ir embora e deixar ela aqui...
Outra coisa na qual tenho pensado muito é no tal "Seja Você mesmo" que tanto falam, assim como o plano de internet da minha operadora isso tem um fundo de ilusão. Eu não conheço ninguém que seja 100% original, as pessoas não conseguem viver sem a influencia de alguma coisa, seja de um livro, de um filme, de um artista ou ate mesmo da religião que segue... Quem pensa por si só sem influencia de nada? Eu falo porque eu mesma não penso! A diferença de copiar e desenvolver esta ai. Copiadores compram exatamente o vestido que a Vanessa Hudgens estava usando quando cantou Everything I own no filme Bandslam, ou matam a avó para conseguir uma pulseira parecida com a da Rihanna no clipe take a bow (minha irmã é uma dessas). Os desenvolvedores usam as idéias que adquirem da influencia dentro das coisas que gosta, se eu vejo em um filme o quanto é legal usar jeans com moleton não significa que eu vá sair por ai com jeans e moleton se eu não curto moleton. Eu posso aplicar o mesmo estilo dentro do meu gosto, mas sabemos que apenas 65% da população aplica esse valor a sua cultura pessoal. O fato é que ate hoje, pelo menos eu não conheci ninguém que não sofresse algum tipo de influencia externa.
Ainda to tentando acertar a equação da felicidade, e vocês sabem que eu sou péssima em matemática literalmente! Sempre tem que aparecer alguma coisa para mostrar que a sua felicidade nao é perfeita quando você acha que é! Ultimamente as minhas contas tem saído mais ou menos assim:
Namorado+ relacionamento equilibrado = briga em família
família bem + namorado bem = desastre pessoal
Minha reação:
(para aqueles que não leem lábios ela está dizendo "SHIT" em inglês "DROGA")
Nunca nada está totalmente bem e isso me frustra! Eu sei que a felicidade ao contrario do que a maioria das pessoas pensa é um sentimento imperfeito e se você não sabe disse significa que não é realmente feliz, mas tem um momento que isso cansa! E eu ainda não aprendi a lidar com esses momentos, mas isso é de fato um longo processo... Eu to escrevendo outro livro, tentando ocupar minha cabeça com algo positivo e também desabafando as minhas emoções em alguma coisa saudável! pelo menos saudável para mim! Mas com uma confusão psicológica dessa você imagina como ele anda saindo né? Não, ele não está virando um drama! Mas tem um fundo ainda meio... Confuso. Bem eu comecei a fazer não faz muito tempo e ainda não sei o que ele é de fato. No momento eu só queria que as coisas se acalmassem de novo, queria ver uma luz no meio desse caminho que parece tao escuro, mas parece que nem mesmo eu fazendo a minha parte no trabalho as coisas estão querendo mudar tao cedo.
No momento eu vou voltar para o meu mundinho de letras onde as coisas tem o fim que eu quero, ficar com meu namorado, que é tão absurdamente perfeito que me faz sentir a melhor pessoa do mundo mesmo quando eu me sinto no fundo do poço! E voltar para minhas musicas que são o único consolo que eu tenho em qualquer hora, não sei o que seria do mundo sem música!

Ate mais galera!

Nenhum comentário:

Postar um comentário