sábado, 21 de julho de 2012

Mundo Cínico

Aqui estamos nós, na chuva
A alegria é como a dor
Sentimos como um milagre
Você não pode voltar atrás, você está acorrentado
Nunca mais
Retornar de um mundo cínico

Se você sentir que amou-me em vão
Porque não revive seus casos culpados do amor?
Na brisa morna você chorará
De novo e de novo
Esse é o destino para um criminoso

Boas intenções perdidas no fino ar
Você esteve rogando para a afeição
E um certo convite
Conduziu você aqui até mim, no mundo cínico

Ninguém alem de mim
Nesse lugar frio
Eu vou te amar e te servir, criminoso
Essa é sua consolação final
Agora prenda-se a mim, no mundo cínico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário