quinta-feira, 12 de março de 2015

Anime-Se! - O Castelo Animado

Informações:

Título Original: Howl no Ugoku Shiro (ハウルの動く城)
Gênero: Fantasia, Romance 
Autor: Hayao Miyazaki
Nota: ***** 


Eu achei o castelo animado por acaso num dia que eu estava sem nada pra fazer e queria ver um filme legal. Já cheguei na marca de ver esse filme umas dez vezes e nunca me canso. Conta a história de Sophie, em um Japão dominado pela guerra de armamento mágico em que os reis de dois reinos distintos brigam por algum motivo desconhecido. No meio de toda a confusão está o feiticeiro Howl, belo e temido por todos ele foge do rei e da Feiticeira das terras abandonadas de quem tentou roubar o coração (no sentido literal da palavra). Diz-se que Howl não tem coração e quando Sophie se vê amaldiçoada pela bruxa e tem como único recurso refugiar-se no castelo do temido feiticeiro, uma aventura impressionante se desencadeia. Ela precisa não apenas vencer seus temores e sentimentos para vencer a maldição, mas precisa arranjar um meio de salvar Howl de um destino que o levará a morte. Com personagens cativantes, um enredo pra lá de inteligente e um final de tirar o fôlego, O castelo animado é uma pedida que conquista pessoas de qualquer idade. Grande Hayao Miyazaki que criou Inuyasha e Ranma 1/2! O filme é baseado no livro Howl's Moving Castle da escritora inglesa Diana Wynne Jones.

Sinopse: Sophie acha que seu destino é continuar com a chapelaria da família e não tem ambições. Certo dia quando saiu para visitar sua irmã Lettie ela é importunada por alguns oficiais do exército mas é salva por um bonito jovem.

Mas isso atrai a atenção da Bruxa do Nada (Bruxa das terras abandonadas na versão brasileira) que lança-lhe um feitiço que transforma-a numa velha. Ela decide sair de casa em busca de um modo de quebrar a maldição, mas não sabe para onde ir.

Ela liberta o espantalho enfeitiçado Cabeça de Nabo que a ajuda levando ela até o castelo de Howl. Lá ela encontra o demônio de fogo Calcifer que propõe quebrar seu feitiço desde que ela quebre o contrato que o prende ao mago.

Pela manhã ela descobre que o jovem que a havia ajudado é Howl e, quando este pergunta-lhe quem ela é, Sophie diz que é a nova faxineira, pois o castelo é o lugar mais sujo em que já esteve! O aprendiz Markl até achou isso tudo meio suspeito, mas Howl não diz nada contra.

A situação piora pois com o desaparecimento do príncipe do reino vizinho os reinos entram em guerra e Howl é convocado para lutar por seu rei e por sua antiga mestra Madame Suliman. Mas Howl não é alguém que aceita ordens facilmente.

Diferenças entre o Livro e o Filme:
O filme segue o primeiro terço do livro, entretanto as histórias seguem caminhos bem diferentes e muitos personagens foram mudados. O foco ainda é em Sophie e suas aventuras com a maldição de velhice, mas a ação se centra em uma guerra, que relembra a Segunda Guerra Mundial com naves atacando as cidades com bombas e toques de recolher. Isso veio dos próprios ideais pacifistas do diretor Hayao Miyazaki.
No livro Howl se concentra em tentar encontrar o príncipe e um mago desaparecidos e não se aborda a guerra.
Há algumas leves menções a características do livro que não foram aprofundadas como: o boato que Howl espalha no livro sobre "devorar o coração de jovens donzelas" e o nome verdadeiro de Howl é usado como um de seus disfarces, Howell Jenkins, e sobre por quê a maldição de Sophie se desfez, entre outros.
O aprendiz Markl, no livro é Michael Fisher, um adolescente de 15 anos e não uma criança.
Sophie tem uma irmã no filme Lettie mas no livro tem uma segunda Martha. Elas e a madrasta de Sophie são personagens muito mais desenvolvidas.
No filme a Bruxa do Nada é uma mulher de aparência grande e estranha que se torna uma idosa vovó e acaba morando no castelo, enquanto no livro ela é jovem, bonita e cruel. Nos livros de Diana sempre há um grande mal a ser vencido e, por isso, ela é muito mais poderosa e realmente aterrorizava as pessoas.
Calcifer parece, segundo os próprios personagens, um fogo bonzinho, mas a aparência no livro seria aquela que ele tem nas duas vezes em que brilha com uma luz azul demoníaca.
A principal mudança é Madame Suliman que faz as vezes de antagonista no filme. É uma mistura do Mago Suliman, o mago desaparecido que Howl procura no livro, com um pouco da mestra de Howl, Sra. Penstemmon.
Sophie e Howl são os que ficaram mais parecidos com o livro, porém as motivações e personalidades são diferentes. Howl, na animação, tem um passado bem diferente, se comparado ao livro. Outra diferença é que no filme os personagens são menos egoístas em suas motivações e mais gentis, características que são fortes nos livros de Diana Wynne Jones, mas leves nos personagens de Hayao Miyazaki.

(Fonte: Wikipédia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário