quarta-feira, 27 de maio de 2015

Anime-Se! - Boku wa imouto ni koi wo suru

Título Original:       する
Gênero: Drama, Romance, incesto
Autor: Kotomi Aoki
Nº de Episódios: OVA 1 Episódio. Live Action
Nota: ****

Yori e Iku são irmãos gêmeos e desde criança são muito próximos, Yori sempre foi apaixonado por Iku, que mesmo sem ter muita certeza retribuía os sentimentos do irmão. Para esquecê-la, Yori começa a tratá-la friamente passando até a namorar uma amiga de Iku. Quando descobre sobre o relacionamento, Iku sente ciumes admitindo por fim o que sente pelo irmão. Vendo as dificuldades para ficarem juntos e o problema que dará se descobrirem sobre o relacionamento proibido dos dois, Yori decide se transferir para outra cidade em uma escola de ensino médio e faz Iku prometer encontrá-lo, pois lá os dois não vão ser reconhecidos por ninguém e, assim, poderão viver como um casal. 
Inicialmente eu estranhei um pouco por se tratar de um anime de incesto, embora esse não tenha sido o primeiro, mas o mais inocente dos três que eu assisti e por isso gostei tanto dele, a Iku me lembrou muito a Kotoko de Itazura na Kiss, pelo traço mesmo e em alguns momentos de descontração, embora a história do anime seja muito rápida e, na minha opinião, o filme que fizeram ficou muito melhor.
O Live Action foi lançado no Japão em 20 de Janeiro de 2007 e conta com a brilhante participação de Jun Matsumoto, só por esse nome, se você é um fã de doramas e já assistiu Hana Yori Dango, que vou trazer em breve, já pode entender que não precisa de mais informação que isso, né?
No J-drama eles mudaram algumas coisas do anime, mesmo assim, achei de certa forma melhor. O entrosamento dos atores foi muito bom mesmo! Tornou o J-drama muito fofo de se ver, e confesso chegou uma hora que quase rolou uma lágrima. A história segue basicamente o anime, com algumas mudanças que eu achei positivas. Yori não vai embora como no anime, rola aquele conflito de “isso não é certo”, mas ele decide ficar com Iku, a relação dos dois é mais explorada no J-drama, inclusive a aproximação entre Yori e Iku é melhor que no anime, o que eu não curti em nenhum dos dois foi não mostrar o que acontece depois daquilo, a gente não sabe como ficaram os pais deles, as pessoas na escola e tals... Mas no geral, eu gostei muito. Esse foi o meu terceiro anime com temática de incesto.  Já assisti esse filme pelo menos umas doze vezes, valeu muito a pena, chega uma hora que você até esquece que os dois são irmãos! Se você ainda não viu, confira.

Um comentário:

  1. Eu terminei de ler o mangá hj, li em espanhol pq não tinha em português ainda, o final ficou como a história todo do mangá, sinto falta de como ficaram os amigos deles os pais e tal, deu tudo a entender que eles ficaram realmente no final, passaram 10 anos desde a partida de yoori eles nunca mais si viram nem si falaram, ele falou que si fosse pra si encontrarem de novo ia ser destino, ela passou todo esse tempo procurando e em Londres 10 anos depois eles si encontram numa biblioteca e si abraçam, fim. Acho que o autor quis da uma de "imaginem vcs mesmos o final" mas eu realmente não gosto de ficar imagino e sim saber o fim definitivo pq minha cabeça literalmente voa kkkk em fim queria falar pq gostei dessa história inovadora, gêmeos que si amam 💜💜

    ResponderExcluir