sábado, 29 de junho de 2013

Criando, criando, criando...

Então blogueiros, eu não atualizo o blog nos fins de semana, mas como eu não postei nada na sexta então vamos lá. Ultimamente eu ando criando muito, estou com seis livros em andamento ao todo, cinco deles no Nyah! E Frozen que ainda está em "produção", minha mente está trabalhando duramente. Tão duramente que estou quase em ponto de desistência de alguma delas, embora eu tenha em mente que estou para concluir uma delas e isso me dará em parte um descanso. O desenrolar de Frozen está muito bom, eu particularmente estou gostando muito do resultado que estou tendo, sem contar que é ao mesmo tempo bom e angustiante me recordar da minha época no ning, e sei que haverá muita coisa que eu não vou conseguir colocar pela incapacidade emocional de conseguir reviver. Claro que haverá muito da minha própria imaginação particular no livro que até o momento conta com dois capítulos completos - também eu to escrevendo mais 5 ao mesmo tempo, impossível ter mais que isso! - possivelmente o resultado vai agradar e surpreender a todos os twihards de plantão e atrair a atenção até mesmo de quem não é fã da franquia.
Até o momento eu estou bem, quer dizer sem ataques de choro, sem surtos de raiva, nada. Apenas absorta no mundo de Orgulho e preconceito e nos mundos que eu ando criando. Hoje eu assisti Warm Bodies e gostei muito, achei não apenas divertido, mas muito criativo. Por enquanto é só isso amigos, volto logo com mais coisas :D

Playlist de Flashes do Passado

Uma das minhas leitoras curtiu a play de Frozen e me pediu que fizesse uma de flashes do passado, outra original que tenho no Nyah, então atendendo a esse pedido, aqui vai a play que faz a tracklist do livro e que "inspirou" a história:


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Perils Of Deep Blue

Então galera, saiu o novo cd do Sirenia Perils of the deep blue lançado HOJE! Eu já baixei e já curti e posso dizer que desde que a Aylin entrou na banda, esse é sem dúvida o MELHOR cd lançado. Não apenas pelas músicas que estão incríveis, mas principalmente pelo vocal fantástico que ela adotou usando a impostação lírica em alguns momentos mesclando com a sua voz normal. Fantástico! Valeu super a pena esperar por ele, desde que eu tinha visto o clipe de Seven Widows Weep eu já esperava que esse cd fosse o marco da banda desde o At Sixes and Sevens que é o meu favorito, e de fato eles se superaram com esse trabalho! Se você quiser conferir o blog Warriors of the metal já tem o download disponível ^.^'

Frozen: Bella's History Playlist

E ai galera, então, saindo pra vocês a playlist de Frozen, ouçam ai e vão entrando no clima da história!


quarta-feira, 26 de junho de 2013

Último Trailer de Frozen

Eu ando escrevendo Frozen sempre que posso, sem pressa. Está meio difícil porque eu tenho muita fic pra atualizar, como estou perto de concluir a Bela Adormecida então logo eu vou ficar relativamente mais "folgada" embora não pretenda postar a história assim de cara. Posso dizer que até agora o que já foi feito está correspondendo as minhas expectativas, e aqui está o último trailer de divulgação do livro que em breve poderá ser conferido no Nyah Fanfiction. É um trailer meio confuso e a intenção é realmente essa! Espero que gostem!

WeekGame

Bom galera, abrindo o WeekGames hoje eu vou apresentar pra vocês o que vai ser essa tag.
Uma vez por semana, eu vou tentar ver um game legal com uma história que eu ache bacana, interessante ou que valha a pena não apenas jogar, mas assistir. Eu sou inscrita no canal do zangado games e ele sempre traz jogos muito fodásticos com as histórias e até mesmo alguns macetes do jogo. Eu selecionei alguns dos vídeos que mais gostei e vou dividí-los uma vez por semana aqui no blog. Se você, assim como eu, não entende bulhufas de videogame, assiste só porque é interessante e tenho certeza de que como eu gostei você também vai curtir e se você é gamer da uma conferida para conhecer o jogo caso não o conheça, para saber algo mais sobre ele e até mesmo pra rir.
Abrindo o espaço de hoje vamos conhecer a saga Fatal Frame que é, além de sinistra, muito interessante:

Tranquila, finalmente!

Hoje eu posso dizer que finalmente estou de férias, mesmo que as notas ainda não tenham saído, pelo menos do projeto da bolsa eu me livrei, Aricélia cuidou para que ele fosse devidamente assinado, carimbado e levou na faculdade. Agora sim eu não preciso me preocupar com mais nada! Só curtir o mês que será sem dúvida o melhor desse ano! Meu aniversário vem ai, vou passar numa deprê só, por dois motivos básicos: Primeiro porque marca o fim das férias, segundo porque eu to ficando mais e mais velha... Triste. Pelo menos eu vou ter um livro especial para ler nesse dia.
Eu teria passado melhor o dia não fosse a gase ferrenha que me deu hoje! Fui dormir bem tarde - 2am - mas consegui acordar às 9. Sinceramente falando blogueiros, eu não estou muito animada com a leitura de orgulho e preconceito isso porque a hospedeira me deu o maior *DPL da minha vida (*Depressão Pós Livro) eu nao consigo me concentrar direito na história porque fico com a cabeça no mundo de Peg, Ian, Jared e Melanie. Mas sabe, eu senti muita falta dessa sensação gostosa de mergulhar tão fundo em um livro a ponto de ter uma DPL, é como voltar ao tempo em que eu tinha 10 anos e ficava perdida dentro da biblioteca da escola.
Eu ando meio chateada com a minha mãe, sabem eu sei que não sou lá essas coisas. Na verdade acho que para ela a única coisa para qual eu sirvo realmente é para tirar nota boa! De resto eu não presto mais pra nada. Eu sou uma burra. Ao contrário da minha irmã, que para ser perfeita só falta aprender a fazer dinheiro ou minerar ouro no quintal de casa. Embora eu deva concordar que Karynny herdou talento por nós duas juntas, eu fui o lado não agraciado da família, tenho de conviver com isso, só queria que ela parasse de passar isso na minha cara! Agradeceria muito.
Eu levei um corte no pé! Sou o desastre em pessoa mesmo! Aff! E agora to lutando aqui pra ver se essa gase vai embora! Eita dorzinha insuportável viu! Hoje a tarde nós fomos ver o meu avô, ele ta meio doentinho, até que não foi tão ruim, eu gostei de vê-lo novamente, a virose pegou minha família quase inteira, da minha mesmo só escapou eu e papai. E espero sinceramente que continue assim! A última coisa que eu preciso agora é ficar doente!
Bom, hoje eu vou começar com o "WeekGame" e vocês vão conferir um game muito foda pra jogar e com uma história mais foda ainda! E tem ainda novis sobre Frozen pra vocês!
Beijos blogueiros e desculpem a demora!

sábado, 22 de junho de 2013

Férias!

Olá blogueiros!

Saudade de vocês, bom minha semana de provas finalmente chegou ao fim, ontem fiz a minha última prova deste período e já estou sentindo os novos ares das férias! Tão doce... Ainda não passou o perigo, as notas só saem na semana que vem. Mas eu estou pelo menos tranquila, não que eu tenha feito boas provas - não fiz - mas eu realmente não quero mais quebrar a cabeça com a faculdade, até porque ela não vai me servir pra nada! Não quero ser professora.
Eu terminei de ler a Hospedeira, acho que se der amanhã mesmo eu faço a videoresenha e trago pra vocês, terminei de ver o filme ainda pouco e no vídeo eu vou falar também o que achei sobre a adaptação. Agora vou começar a ler Orgulho e Preconceito, com esse vai ser a ordem inversa, eu vi o filme antes de conseguir o livro, mas porque na época eu realmente não tinha meios de obter o livro. Agora vou ler e ver se odeio o filme ou se amo o filme rsrsrs.
O clima por aqui está bem gostoso! Chuva, frio... Enfim, tudo que eu amo. A minha mãe ta doente, pegou uma virose que está dando em todo mundo, hoje ela até que está um pouco melhor, mesmo assim continuo preocupada. Eu voltei a escrever - até que enfim! - e o meu sábado foi bem cansativo! Mas até que não foi completamente horrível... Eu acho.
Depois que eu terminei de ler a Hospedeira bateu uma depressão... Tipo, E agora? O que eu vou fazer sem a Peg, a Mel, O jamie, O Ian... O Jared? Eu pensei sinceramente em começar o livro inteiro do começo de novo! É o que eu chamo de Depressão Pós- Livros fantásticos! Em mim já é quase uma síndrome! Estou chateada com algumas coisas, nada muito relevante, mas algumas pessoas deveriam ter cuidado quando vão tratar outras pessoas, elas não sabem pelo que elas já passaram, como se sentem... O que não deveriam ouvir.
Bom blogueiros, eu to pensando em umas novis pro blog, entre elas é o game da semana, eu tenho visto em alguns canais no youtube uns vídeos fodásticos sobre games que contam, inclusive, a história por trás deles e eu estava achando que seria uma ideia legal não apenas trazer esse universo pra cá, como divulgar esses canais também. Eu não sou uma nerd jogadora de vídeo-game, na verdade eu não entendo quase nada disso, o único jogo que eu já zerei na vida foi Yu-Gi-Oh e The King Of Fighters no Playstation 01 (viu como faz tempo?), mas tipo, eu gosto muito de assistir, acho super interessante e creio que vocês também vão gostar, sem contar que o cara que grava os vídeos é muito... LOUCO. Algumas coisas da até pra rir.
Então é isso. Logo eu volto com mais, agora eu vou ver mais um filme e trabalhar mais um pouco.
Beijos blogueiros!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Tensa

It's all that I want! Seriously!

O meu dia hoje foi estressante. Comum, acordar cedo, arrumar a cozinha e passar o resto do dia com a bunda grudada na cadeira lendo a apostila interminavel da prova de OBEB (Organização Básica da Educação Brasileira) e mesmo assim ainda acho que não fui bem. Amanhã tem a última prova e pronto! É só esperar os resultados e finalmente férias! \o/ será literalmente o melhor mês da minha vida!
A prova de Inglês - do curso - hoje foi oral, muito divertida! Simplesmente adoro esse curso e amo o meu professor, ele é literalmente o cara. Cheguei bem cedo em casa, a minha mãe ta muito doentinha :( e isso além de me angustiar me deixa muito preocupada. De resto, bem, não aconteceu nada demais. Vou tentar escrever um pouco para dormir.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Cansada, preocupada, deprimida e estressada!


"I Kept my tears inside, 'cause I knew if I started I could cry
for the rest of my life"
 (Side Effects - Mariah Carey)

O meu dia hoje poderia ser resumido em uma palavra: Cansativo. Eu acordei tarde, essa foi a parte boa. A única. Mas em compensação, da hora que acordei até a hora de ir pra faculdade não fiz mais nada além de trabalhar. Minha mãe passou a manhã na cyber - não consegui detê-la - porque meu pai foi na rua resolver coisas - de novo! - e eu tinha que arrumar a cozinha e o almoço dela e da minha irmã; Hoje eu fiz duas provas, Lingua Portugesa e Leitura e Produção de texto. Se comparadas às provas do primeiro exercício, essas de hoje estavam mais ou menos, não impossíveis, mas dificeis de um jeito razoável. Amanhã infelizmente eu vou ter que ir à faculdade só pra fazer prova de um *&¨%)(%$## de um professor que tem lá. Ele ficou irritadinho poque alguns da minha sala não foram para um evento pago que ele basicamente exigiu que a gente fosse sob o suborno de dar metade da nota da prova ai passou uma apostila interminável pra gente ler e fazer a prova amanhã; To mesmo vendo que isso vai dar merda. Isso sem contar que eu ainda tenho prova no Inglês! Complicado. Minha cabeça ta explodindo, e eu to hiper preocupada com a minha mãe, já não bastasse a cirurgia a tadinha agora pegou uma maldita virose e ta mal... Muita febre, a garganta ta tão comprometida que ela mal fala! Sinceramente, eu to quase desistindo de existir! E pra fechar o meu dia ainda melhor, eu topei com o Raul duas vezes hoje na faculdade! Eu posso ter mais sorte que isso?! Além de cansada, agora eu to deprimida também. Ótimo.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Precisando urgentemente de um chá de sumiço!

Pois é, faz tempo que eu ando me fazendo essa pergunta, e ainda não achei nenhuma resposta plausível. Eu estou profundamente deprimida, e por alguma razão medonha eu não consigo chorar! As lágrimas vem mais dividas que prestação de casa própria em 90 vezes sem juros. Por alguma razão, desde que eu parei de tomar aqueles remédios algo no meu corpo mudou e eu não consigo desabafar como me sinto, resultado: Fica aquele nó na garganta, aquela sensação de peso no peito, aquela dor insuportável que parece que está te partindo em dois mil pedaços e você se sente sufocar porque não tem como colocar pra fora. É complicado. Ta dando um surto de virose por aqui, Deus permita que passe bem longe de mim e dos meus, a última coisa que eu preciso agora pra completar a desgraça é ficar doente. Graças ao meu bom Jesus, eu não tenho um sistema imunológico fraco, quando eu venho ficar doente é porque a coisa ta mesmo muito feia, Até agora, as coisas na semana de provas estão razoáveis, eu consegui 9,5 numa prova de Latim que eu não sabia quase nada. Fiz duas provas no curso de inglês - com exclusividade, nenhum outro aluno fez. - e até posso dizer que o meu dia hoje não foi muito ruim. Teve a festa de fim de período lá na sala, eu não participei, eu sei muito bem que tem gente lá que não gosta de mim, as únicas pessoas que não me tratam muito diferente são Aricélia, Juliana, Helena e Cícera... Todos os outros de certa forma me rejeitam ou acham que eu me sinto superior. Eles nem me conhecem... Mas isso não é nenhuma novidade pra mim. O lado ruim do meu dia foi topar com o Raul hoje na faculdade, quatro vezes! Por mais que eu odeie admitir isso, E EU ODEIO, ele ainda mexe muito comigo. Eu vim para casa me perguntando o que tem de tão errado comigo... Será que eu ando fazendo coisas tão ruins comigo mesma para merecer um destino desse? Não. É algo que já é predestinado a você.
Quando eu era criança, eu dizia que um dia eu cresceria -embora essa ideia me frustrasse - faria faculdade de letras, moraria em um apartamento e trabalharia em uma livraria ou como professora e seria escritora. Agora, com vinte três anos, eu sou frustrada em dobro. O curso de letras é um pesadelo! Completamente OPOSTO a tudo que eu pensava. Eu ainda vivo com os meus pais, os apartamentos dessa cidade são mais caros que o custo total da minha faculdade, aqui só tem uma livraria e mesmo assim a última coisa que eu poderia seria trabalhar lá, e ser professora é a última das minhas opções eu peguei completo pânico da profissão depois do magistério forçado, quanto a se escritora, bem... Não é algo que eu diga que possa fazer, o mercado editorial consegue ser ainda pior que encontrar a cura do câncer. E outra coisa que eu tinha muito forte comigo também era o fato de que eu sempre seria sozinha... E os fatos reforçavam essa visão. Eu não sabia bem o porque, mas eu vejo o quão nítido era essa profecia, até hoje eu sou completamente sozinha. E creio que isso perdurará durante o pouco tempo que tenho de vida.
Eu voltei caminhando pra casa, tinha esperança de conseguir chorar no percurso, mas nada. Eu to mais seca que deserto! Sobre o meio milhão de coisas que se passavam na minha cabeça, uma delas foi o medo que a minha mãe tem de eu andar sozinha a noite principalmente pelas ruas de volta da faculdade até a minha casa, que é de fato muito estranho e até mesmo perigoso, mas que lugar não é perigoso hoje em dia? Só que o que me chamou atenção é que eu não sinto medo. Não porque eu me ache corajosa demais... Mas porque eu nunca me sinto desprotegida. Primeiro tem Deus, e depois... O David. Quando vivo, sempre que eu estava pela rua a noite ele parecia me seguir porque ele estava sempre por perto pra me levar em casa e garantir que eu chegaria em segurança. Ele era absurdamente protetor e eu me sentia absurdamente segura. Sinto muito a falta dele, principalmente do abraço dele, quando ele me abraçava ele conseguia me cobrir completamente e era como se eu estivesse dentro das assas de um anjo, segura o bastante para não temer mais nada. Ainda hoje, quando eu ando a noite sozinha, eu olho o céu e vejo as estrelas, mesmo que o céu esteja nublado e carregado com nuvens pesadas como hoje, há sempre uma estrela presente e eu sei que essa estrela é o David me dizendo que está ali, andando comigo pra casa e que eu nunca estou sozinha. Eu já ouvi muita história de assalto, estupro, e outras coisas pelas ruas onde eu venho embora, mas graças a Deus eu nunca sofri nada disso, porque eu sei que ele nunca permitiria, assim como eu o amava, ele me amava o bastante para sempre me manter segura, e agora eu acredito piamente que ele é o meu anjo da guarda e que está sempre comigo... Mesmo que não haja estrelas no céu... Ele fala comigo através do vento, da chuva, das sombras... Mas a sua presença nunca me deixa, ele vive fortemente ainda, dentro de mim, do meu coração.

Redação do ENEM

Minha irmã imprimiu a redação do ENEM do ano passado dela para que eu fizesse uma análise - fala sério como se eu tivesse competência pra isso! - e desse uns toques pra ela. Ok, eu o farei, mas despertei a curiosidade sobre a minha própria redação e vi que alcancei 660 pontos - '0' - e que eles realmente analisam as competências do texto. Particularmente, eu achei aquele texto uma merda, e a análise fica clara que eu ainda tenho um longo caminho a percorrer. Mas, vamos aos dados:

Prezado participante,
Apresentamos o seu desempenho na prova de Redação do Enem 2012.
Nosso objetivo é fornecer subsídios pedagógicos quanto à sua atuação em cada uma das competências.
Sua pontuação em cada competência pode variar de 0 a 200 pontos.


COMPETÊNCIA 1
Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Sua nota nessa competência foi: 160.0
Você atingiu 80% da Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da norma padrão, apresentando poucos desvios gramaticais leves e de convenções da escrita. Assim, o mesmo desvio não ocorre em várias partes do texto, o que revela que as exigências da norma padrão foram incorporadas aos seus hábitos linguísticos, e os desvios foram eventuais. Desvios mais graves não impedem que a redação receba essa pontuação, desde que não se repitam regularmente no texto. Assim, o participante que realiza poucos desvios leves ou raros desvios graves receberá essa pontuação.


COMPETÊNCIA 2
Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Sua nota nessa competência foi: 120.0
Você atingiu 60% da Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve de forma adequada o tema. Desenvolve uma argumentação previsível e apresenta domínio adequado do tipo textual dissertativo-argumentativo, embora se detenha mais no caráter dissertativo do que nos aspectos da estruturação argumentativa. Desenvolve ideias com pouco avanço em relação ao senso comum.


COMPETÊNCIA 3
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Sua nota nessa competência foi: 120.0
Você atingiu 60% da Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos pertinentes ao tema proposto, porém os organiza e os relaciona de forma pouco consistente, em defesa de seu ponto de vista. As informações são aleatórias e desconectadas entre si, embora relacionadas ao tema. O texto revela pouca articulação entre os argumentos.


COMPETÊNCIA 4
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Sua nota nessa competência foi: 140.0
Você atingiu 70% da Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto, com poucas inadequações, o que faz demonstrar domínio dos recursos coesivos. O texto poderá, no entanto, conter alguns desvios nos recursos coesivos.


COMPETÊNCIA 5
Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Sua nota nessa competência foi: 120.0
Você atingiu 60% da Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora proposta de intervenção relacionada ao tema, mas pouco articulada à discussão desenvolvida no texto.

Nota Final
Situação: Presente
Sua nota final foi: 660.0
No gráfico abaixo está destacado o grupo em que você se encontra.
Assim, você poderá visualizar o seu desempenho em comparação aos demais participantes do Enem.
Gráfico da nota final.
 Se você também quer ver a sua análise e ainda não viu é só acessar http://sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem/

Uma brasileira de verdade!

Essa brasileira, que vive nos EUA, fez um vídeo MUITO foda sobre a situação no Brasil e a copa de 2014, confiram só:


Brasileira lança vídeo anti Copa e chama atenção no exterior e outros vídeos - TV UOL

Eu tenho acompanhado esses protestos que estão tendo pelo Brasil a fora, os brasileiros pelo menos a maioria eu acho, tem aparentemente acordado para a ação, mas eu sinceramente não creio que isso va mesmo mudar alguma coisa, eles saem na rua, fazem barulho e mesmo assim o país continua uma bosta, os governantes uma merda maior ainda, e agora esse gay desse marco feliciano aprova essa palhaçada de "cura gay". Ainda to me perguntando como um invertebrado desse subiu ao poder, logo em Direitos que deviam ser HUMANOS! E não é direito humano ter sua própria sexualidade e ser respeitado por isso? Agora, ser gay vai ser crime, doença. Muito legal isso. 
Eu nunca gostei do Brasil, nunca me senti brasileira isso desde criança. Nada nesse país me atrai eu detesto samba, não gosto de carnaval, detesto calor e abomino o que eles dizem ser funk. Conta-se nos dedos os artistas brasileiros que eu admiro e nunca escondi de ninguém esse anti-patriotismo. Se eu pudesse ter escolhido um lugar para nascer, não teria sido aqui certamente. Mas como não há nada a fazer, infelizmente eu vou morrer brasileira. A maioria das pessoas agora está ultra orgulhosa do país depois dessas manifestações, eu só vou ver o resultado disso nas eleições do ano que vem, quando eles provarem na URNA todo esse protesto. Esse país é literalmente a maior PIADA mundial. Eu não acredito que as coisas cheguem a mudar, sinceramente eu perdi a fé nesse país há muito tempo.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Minha voz de verdade

Bem, eu to publicando vídeo até demais pra um dia só u.u', mas vamos lá. Eu decidi gravar um vídeo cantando com a minha voz REAL a música bring me to life do Evanescence. Porque minha voz real? porque sempre que eu canto eu tento puxar meio que o timbre da Amy, então nesse vídeo que é acapela, eu to cantando a música com a minha voz, sem referência nenhuma a voz da Amy. Me digam o que acharam ^.^'
P.S.: Usem um fone de ouvido porque gravei na web e possivelmente não dará pra ouvir.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Rotina complicada

As coisas estão apertadas pra mim, hoje mesmo eu to morta de cansaço! Acordei às 06:40 pra fazer o café da manhã da minha irmã, de lá pra cá não parei um só segundo, vim parar agora às 14:30! Fazendo almoço, arrumando a cozinha, auxiliando minha mãe, ajudando uma tia que veio pra ca lavar a roupa sem sentar um só segundo... Agora vou ver se escrevo algo porque provavelmente a noite quando eu chegar em casa tudo que vou querer é dormir! Afinal, amanhã começa tudo de novo.
Ontem, minha temida professora de prática pedagógica avisou que vai deixar a faculdade '0' agora nos resta esperar quem vai auxiliar a gente no período que vem e Deus ajude que não seja alguém exigente como ela! Mas pelo menos, ao contrário de muito professor aqui ela da aula, disso não se pode reclamar.
A música da Taylor Swift - Safe and Sound - Não sai da minha cabeça, estou quase tendo um ataque de loucura! E o pior é que ela é absurdamente melancólica e me da uma vontade absurda de chorar. Meu tempo ficou curto demais, ler de dia é impossível, o tempo que eu tenho a tarde eu uso pra escrever, leio a noite quando chego na faculdade já que eu vou cedo, ta complicada a situação e pra completar quase não to conseguindo comer porque o aparelho agora deu pra abrir corte em todo canto da minha boca! Mal espero pra entrar de férias!

terça-feira, 4 de junho de 2013

Nova Música do Sirenia

Concluo que, NECESSITO desse cd!!!! Finalmente Sirenia voltou a ser o bom metal sinfônico! Estou orgulhosa da Aylin!

Exausta!

Passar a noite no hospital não foi uma experiência muito agradável pra mim, agora eu senti na pele o que passa um acompanhante e o que o meu pai passou durante o tempo que o meu avô ficou doente. Eu não consegui dormir DE JEITO NENHUM! Mas acreditem fiz um verdadeiro trabalho científico prático sobre as múltiplas maneiras de tentar dormir em uma cadeira de plástico e posso garantir: Não há como.
Ainda ajudei outras pessoas que estavam no mesmo quarto que a minha mãe, uma mulher em má posição na cama e sua irmã grávida que não conseguia movê-la. Uma senhora que havia feito suspensão de útero e estava com uma sonda. Ajudei a filha dela a dar banho nela, eu fiquei segurando a sonda. Notei que ela havia feito uma retirada de mama e perguntei se ela tinha tido câncer. Me falou que sim, era a primeira vez que eu havia visto ao vivo alguém sem uma mama, e vão por mim não é tão impactante. Me convenci ao todo que não sou assim tão inútil como pensei, ajudo minha mãe a levantar e a tomar banho, fiz isso no hospital sem problemas e continuo fazendo em casa. Sem falar que a minha rotina mudou bruscamente! Agora eu tenho que acordar ás 06:30 pra fazer o café da minha irmã, às 07:00 minha mãe toma o remédio da pressão, às 08:00 ela toma o anti-inflamatório para o corte da cirurgia ai eu a ajudo a tomar banho, desinfetar o corte e faço o café dela pra que ela tome. Perto das 09:00 eu tenho que ficar na lan pra meu pai tomar café também, ai quando eu subo, perto das 10:00 eu mesma tomo café pra arrumar a cozinha e preparar o almoço. Quem manda o almoço da minha mãe é a minha tia, ela só pode comer comida do mesmo dia e aqui em casa isso não da certo.

Basicamente eu tenho um tempinho a tarde, para ler e trabalhar nos meus livros ou estudar pra algum trabalho na faculdade. Por falar em livros, estou lendo a hospedeira e ao contrário do que me disseram, a leitura não é nem um pouco chata! Pelo menos eu estou adorando, o filme já saiu, mas não vou assistir até terminar de ler tudo! Estou achando uma história fascinante e estou ansiosa para resenha-lo! E por falar em resenhar, logo vou fazer a resenha prometida de Fallen & Hush Hush ^.^’ só preciso ter um tempinho.

Conselhos para escritores

Lembram que eu trouxe pra vocês uma vez uma matéria da IDRIS com a Cassandra Clare dando conselhos para jovens escritores? Bem, hoje eu trago um fenômeno da literatura estrangeira atual dando seus preciosos conselhos pra nós que somos amantes da caneta e do papel! Este é Nicholas Sparks, tirado do seu website official em inglês e traduzido pra vocês ^.^' - Não posso ter traduzido assim muito bem porque meu inglês não é lá isso tudo, mas deem um desconto ta ;)

CONSELHOS PARA ESCRITORES

Como aprender o Ofício
Aprender a escrever é como aprender qualquer outra coisa, e pode ser dividido em três partes gerais.

PESQUISE
Em primeiro lugar, há livros inteiros escritos sobre este assunto, e é importante perceber que qualquer informação fornecida aqui será em forma muito abreviada. Com isso em mente, o primeiro passo seria ler uma variedade de livros sobre o ofício da escrita. Em Reportagem de Stephen King, The Elements of Style por William Strunk e EB Branco, Criação de Ficção editado por Julie Checkoway, e uma profissão perigosa por Frederico Busch, são apenas alguns que eu recomendo. Eu também gosto Roteiro de Sid Field, que não se trata de escrever o romance, mas tem um monte de informações úteis. Estes títulos são o suficiente para você começar e há inúmeros outros livros sobre o tema que vai ajudar também, para tudo, desde a criação de personagens para chegar com parcelas.

LEIA
Em segundo lugar, você deve ler, e ler muito. Eu disse muito? Eu li mais de cem livros por ano e têm feito isso desde que eu tinha 15 anos de idade, e todos os livros que eu li me ensinou alguma coisa. Aprendi que alguns autores são incríveis no edifício suspense (ver The Firm por John Grisham), eu li os outros que assustam os Jeepers fora de mim (ver O Iluminado, de Stephen King). Alguns autores podem tecer um número incrível de linhas da história em um único romance, coerente com todas as partes que se unem no final que torna impossível parar de virar as páginas (ver A Soma de Todos os Medos por Tom Clancy), enquanto outros autores fazem me rir em voz alta (ver Bloodsucking Demônios por Christopher Moore). Eu também aprendi que muitos, muitos autores falhar ao tentar fazer essas coisas. Ao ler um monte de livros em uma variedade de gêneros, e fazendo perguntas, é possível aprender como as coisas são feitas, a mecânica da escrita, por assim dizer, e que os gêneros e autores destacam em diversas áreas.

Em seguida, se concentrar em o gênero que você quer escrever, e ler livros nesse gênero. Um monte de livros por uma variedade de autores. E leia com perguntas em sua mente. Em um filme de suspense, por exemplo, você pode perguntar: quantos personagens estavam lá? Muitos ou poucos? Quanto tempo durou a novela? Quantos capítulos estavam lá? Isso foi muito poucos, muitos ou apenas para a direita? Como o autor construir suspense? Será que o autor saiu do nada com uma surpresa? Ou será que a queda autor sugere mais cedo? Se sim, quantos palpites? Onde na novela ele colocá-los? Foi a cena de suspense, principalmente narrativa ou diálogo? Ou uma combinação de ambos? Será que isso funciona? Teria sido melhor de outra maneira? Onde é que os bandidos entrar? No começo? O meio? Quando eles encontram pela primeira vez o mocinho? O que aconteceu? Será que o leitor sabe que eles eram ruins? Eles fizeram algo de ruim com o pé direito, ou foi algo que parecia bom no momento?

Então, leia um outro filme e pergunte a si mesmo essas perguntas novamente. Então leia o outro e outro e outro e fazer essas mesmas perguntas. E continue lendo toda a sua vida e fazer perguntas.

Pouco a pouco, você vai aprender o processo.

ESCREVA
O passo final é escrever. Você não pode ser um escritor, se você não escrever, é simples assim. Eu escrevi dois romances completos e outro livro antes mesmo que eu tentei escrever The Notebook. Esses dois romances são inéditos, mas que me ensinou que eu não só gostava de escrever, mas que eu tinha em mim para terminar um romance, uma vez que eu comecei. Essas lições foram importantes quando me sentei para escrever The Notebook.

Eu escrevo cinco ou seis dias por semana, geralmente um mínimo de 2.000 palavras, às vezes mais. Esta seção do site, por exemplo, que levou cerca de quatro dias para escrever, é de cerca de 20.000 palavras. Quando terminar, eu vou começar a escrever outra coisa. Todas as pessoas que consideram a escrita como profissão escrever de forma consistente. Aqueles que consideram como um hobby normalmente não.

2000 palavras pode demorar de três a oito horas. (Eu adoro esses dias de três horas, pelo caminho, mas a minha média é provavelmente mais perto de cinco horas.) O tempo gasto escrevendo depende de uma série de fatores, incluindo o que estou escrevendo, se a cena é difícil ou fácil , etc Não importa o que, eu tento manter a consistência nos meus hábitos de trabalho. E eu estou sempre tentando melhorar, de tentar coisas novas, escrever uma nova história que é melhor do que qualquer outra coisa que eu escrevi.

E então? O que acharam das dicas do Mestre? Para mais detalhes visite: nicholassparks.com (em inglês)