sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Entenda a Letra: For Amelie - Leaves' Eyes

Olá pessoas! Então estou aqui de volta com a música da semana e trazendo até vocês uma letra da qual eu fui compelida a aprender pela minha leitora linda Roberta Machado – a quem carinhosamente chamamos de Clara *U* - ela me indicou a música para um cover e eu gostei muito tanto da letra quanto da melodia que é um conjunto harmonioso e lindo então vamos ver o que eu captei em Por Amelie?

Por Amelie
Por que você não me sente?
Por que não posso segurar sua mão?
Você nunca disse que me deixaria
E eu sei que você está em algum lugar
Bom, mesmo sendo cantada por uma mulher dá pra notar de cara que a letra não é no sentido mulher>homem e sim ao contrário homem>mulher, até o nome da música acusa que o eu lírico é masculino. Nessa primeira estrofe as perguntas sugerem que ele está afastado do objeto de sua devoção, e seu sofrimento podemos dizer até passivo torna-o imerso em sua melancolia. A letra também pode indicar a cena de um amor impossível.

Eu levantei você
Toda vez que você estava mal
Seu pranto parava
Quando eu estava por perto...mas...
Pois é, aqui a gente tem a clássica visão do sentimento de abandono, a indignação de ser deixado por alguém pelo qual você fez tudo. Ou mesmo – no caso do amor impossível – o fato de eles estarem perto e não poderem ficar juntos de verdade. Através dessa estrofe e principalmente nos dois últimos versos podemos ver que eles tinham uma amizade forte.

Por que você não me ama
O bastante pra ficar comigo?
Agora me diga sinceramente
Isso estava lá no seu coração também?
Tudo o que levo comigo
É um sonho meu e seu
Nesse ponto da música nós temos um empasse. Nos dois primeiros versos, a pergunta denota a possibilidade do abandono, dá a entender que, por alguma razão ela optou por deixa-lo, por desistir do que eles tinham, e na segunda pergunta ele questiona se a relação que havia entre eles era realmente recíproca da parte dela. Nos últimos versos ele mostra o que restou em sua vida, o sonho distante arrancado da possível realidade.
Eu levantei você
Toda vez que você estava mal
Seu pranto parava
Quando eu estava por perto...mas...

Você preenchia minha alma
Com sua beleza e com esperança
Nós somos diferentes sobretudo
Nós éramos como água na areia
Nos primeiros versos dessa estrofe vemos como a paixão e o sentimento (eu não gosto de usar “amor”) era verdadeiro, ela era o centro da vida dele a razão pelo qual a vida e o mundo tinham cor e brilho, e mesmo no contraste existente – representado no terceiro verso – eles se fundiam, se completavam como “água na areia”.

Por que você não me sente
Por que não posso segurar sua mão
Você nunca disse que me deixaria
E eu sei que você está em algum lugar

Eu levantei você
Toda vez que você estava mal
Seu pranto parava
Quando eu estava por perto...mas...

Eu segurava você bem forte
Quando você caía no chão
E agora você destruiu toda a minha esperança
Você poderia ter dito adeus
Essa última estrofe para mim é a mais triste... O sentimento de companheirismo que foi quebrado de maneira tão fria me parte o coração... E nos dois últimos versos a gente tem a certeza de que ele foi (trocado) abandonado por ela, e ainda diz que ela poderia simplesmente ter dito adeus ao invés de iludi-lo daquela maneira.
Por Amelie é uma letra linda não acham? Roberta minha anjinha logo eu faço seu cover, essa última estrofe da música tem uma oscilação de tom que eu estou com um pingo de dificuldade de pegar! Mas eu amei a música e super te agradeço a indicação! Agora confiram ai o som lindo e essa música incrível na impecável voz da Liv Kristine em Leaves’ Eyes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário