sábado, 15 de fevereiro de 2014

Entenda a Letra: I Want My Tears Back - Nightwish

Oi pessoas, eu realmente andei meio sumidinha essa semana, sabem como é a volta as aulas né? Bom, essa semana falaremos de saudade. Essa música do Imaginaerum é uma das letras que mais curti no album, só perde realmente para Song Of Myself que eu ainda preciso "estudar" melhor antes de trazer. Eu normalmente faço a análise da música por partes, eu vou aumentar um pouco essas partes e reunir mais de uma estrofe pra falar de uma vez, otimizando o meu curto tempo ta bom?

Eu Quero Minhas Lágrimas de Volta

Eu quero minhas lágrimas de volta!

As copas das árvores, as chaminés,
As histórias para dormir, um inverno cinzento
Flores silvestres, os prados
do paraíso, vento no trigo

A ferrovia cruzando as águas,
O cheiro do amor de um avô
Igarapés azuis, dezembros,
A lua através de asas de uma libélula
Como dito, a música fala de saudade, essas coisas citadas nas duas estrofes são nostalgias das memórias do eu lírico que deseja retornar a um ponto da sua vida onde essas coisas aparentemente tão simples, tão suaves faziam o seu mundo melhor, faziam seu ser melhor. Com o tempo você aprende que certas coisas não voltam e, por mais que voltem, nunca mais são as mesmas.
Onde está a maravilha? Onde está o temor?
Onde está a querida Alice batendo na porta?
Onde está o alçapão que me leva lá?
Onde é que a realidade é desmantelada pela lebre louca do pântano?

Onde está a maravilha? Onde está o temor?
Onde estão as noites sem sono que eu costumava viver em sentido?
Antes dos anos me levarem
Eu gostaria de ver o que está perdido em mim

Eu quero as minhas lágrimas de volta!
Eu quero as minhas lágrimas de volta agora!
Um ponto importante ai é a Alice, ela representa, assim como a porta, o "wonderland"  que nós éramos capazes de criar quando éramos crianças, esse mesmo país de maravilhas que acessamos de tantas formas quando podiamos e queríamos e que se perde para sempre com a nossa inocência. Quando a gente é pequeno tem a habilidade e a capacidade de tornar e de ver tudo melhor, e isso é perdido uma vez que a inocência nos deixa. Nos dois últimos versos da segunda estrofe dessa parte nós vemos "Antes dos anos me levarem eu gostaria de ver o que está perdido em mim", é um desejo de querer encontrar novamente a criança que foi arrancada de dentro de você, a chance de ter de volta aquela inocencia doce. Querer as lágrimas de volta é desejar ter tudo aquilo que era bom, tudo aquilo que se vai quando a inocência e a esperança te abandonam e o tempo te consome com a realidade.
Um balé em um bosque, ainda rejuvelhecendo sozinho
A boneca de pano, um melhor amigo, a voz de Mary Costa

Onde está a maravilha? Onde está o temor?
Onde está querida Alice batendo na porta?
Onde está o alçapão que me leva lá?
Onde é que a realidade é desmantelada pela lebre louca do pântano?

Onde está a maravilha? Onde está o temor?
Onde estão as noites sem sono que eu costumava viver em sentido?
Antes dos anos me levarem
Eu gostaria de ver o que está perdido em mim

Eu quero as minhas lágrimas de volta!
Eu quero as minhas lágrimas de volta agora!
Esse "balé em um bosque" me lembrou o lago dos cisnes (sim, eu assisti, me julgue U_U') ainda são lembranças que parecem tão longe e tão vivas. Só para constar, a "Mary Costa" foi uma cantora americana que dublou a voz da Aurora na animação da Disney A Bela Adormecida, só pra quem não sabia ;) No geral, a música fala de saudade, como eu disse antes, fala sobre sentimentos e coisas perdidas, sobre vontade de voltar a ser o que éramos antes. Eu escolhi essa música porque também me sinto assim, me sinto assim todo dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário