domingo, 9 de fevereiro de 2014

Série Os Imortais: Lua Azul - Alyson Noël (Resenha)

Sinopse: Justamente quando Ever está aprendendo tudo que ela pode sobre suas novas habilidades
como uma imortal, iniciada no obscuro mundo e seduzida por seu amado Damen, alguma
coisa terrível está acontecendo com ele. Assim como os poderes de Ever começam a
aumentar, os de Damen estão desaparecendo, atingido por uma misteriosa doença que
ameaça a sua memória, sua identidade, sua vida.
Desesperada para salvá-lo, Ever viaja para a mística dimensão de Summerland, descobrindo
não só os segredos do passado de Damen – a brutal, torturante história que ele mantém escondida – mas também um antigo texto revelando o funcionamento do tempo. Com a
aproximação da Lua Azul anunciando sua única janela para a viajem, Ever é forçada a decidir entre voltar o relógio e salvar sua família de um acidente que custou suas vidas ou permanecer no presente e salvar Damen, que se torna cada dia mais fraco...

Me pergunto porque as autoras gostam tanto de criar personagens visivelmente estúpidas! U_U' acho que, porque nós que estamos lendo sabemos que como as coisas são e quem as pessoas são ficamos furiosos quando os personagens fazem o oposto do que tem que fazer, como acontece com quem assiste novela. Comecei a ler Lua Azul no sábado e terminei no domingo à noite, mas confesso que a história não está me agradando de um todo. Fiquei um pouco animada quando conheci Damen no primeiro livro, mas ao que parece a trama promete ser um pouco massante e quase típica de toda novela: Casal apaixonado, separado por circunstâncias e pessoas, que só fica junto no final depois do clímax. Isso é muito deprimente. Vou começar o terceiro livro amanhã, já aproveitando que vou odiar eternamente as primeiras aulas. E vou tentar ler o mais rápido que puder. Enfim, eis aqui a minha resenha e as minhas impressões do livro pra vocês.


Na sequência de Para Sempre acompanhamos a caminhada de Ever no caminho da imortalidade, ela e Damen praticam seus novos “poderes” e acompanham sua evolução enquanto imortal. Mas as coisas estão ficando estranhas aos poucos, Damen parece mais fraco, tem dificuldades em fazer coisas que antes eram simples, e o pior de tudo: Está tendo lapsos de memória, esquecendo de Ever. A garota está convencida de que Roman, o novo garoto da escola, tem algo a ver com isso, mas não consegue reunir provas disso. Desesperada para entender a situação, Ever vê sua vida virar de cabeça para baixo enquanto Damen parece estar se tornando humano, está visivelmente flertando com sua arqui-inimiga e não lembra de quem ela é e de tudo que viveram. Desnorteada, Ever vai ao encontro de Ava na tentativa de que a vidente lhe ajude, levando-a para Summerland e indo em busca de respostas sobre o passado de Damen e algo que possa reverter a situação antes que ele morra. Mas Ever coloca tudo a perder quando permite que seu ciúme a cegue, assim, tudo que lhe resta é fazer um ritual na lua azul e escolher entre salvar Damen e a história que eles tem ou reverter o passado e ter sua antiga vida de volta, decidida a ter sua família de volta ela descobre que certas coisas não podem ser revertidas e que confiança é uma coisa que não se distribui.

A história tem aspectos muito parecidos com a série Fallen da Lauren Kate e com a série Hush Hush da Becca Fitzpatrick, embora não se trate de anjos. O fato das reencarnações é algo que me remeteu imediatamente à história de Kate, mas não como um plágio porque não tem nada a ver, e ambas as séries foram lançadas no mesmo ano, 2009. O clima de tensão e até mesmo suspense em determinados pontos lembra a trama de Fitzpatrick, mas se há algo que todas essas sagas tem em comum é o fato de terem como protagonistas garotas adolescentes completamente idiotas. Que fazem exatamente tudo que não deveriam fazer depois que lhes é dito para não fazerem. Assim como Nora e Luce, Ever é tão estúpida as vezes, que você fica furioso! Enquanto eu lia Lua Azul eu não podia deixar de traçar uma linha comparativa com a maneira como as sagas se desenvolvem, é muito semelhante em todas elas, e novamente reforço que isso não tem nada a ver com plágio. No primeiro livro ocorre a apresentação dos personagens e o início dos primeiros conflitos, normalmente acaba “tudo bem”, no segundo livro algo acontece para que toda a história se perca, ou em outras palavras dê merda – com o perdão da palavra. – e estou percebendo que a trama de Noël não foge à regra. Embora sejam surpreendentes 06 livros! Quero muito imaginar que vai ter algo novo, mas pela leitura de Lua Azul eu tenho minhas sérias dúvidas. Não que o livro seja ruim, não é, mas quem já leu as outras sagas começa a achar as coisas meio previsíveis e fica irritado com as idiotices de Ever, quando ela sempre faz o oposto do que devia, e por mais que você tente olhar o ponto de vista dela, eu pelo menos não consigo compreender. Enfim, ainda é o segundo  livro e a história de Damen e Ever é muito bonita e, a maneira como ambos se amam também, esse é o trunfo de Noël para tornar a saga tão saborosa.

Bom, por enquanto é isso. Assim que eu concluir a leitura de Terra das Sombras, que é o próximo, eu volto com outra resenha. Até lá, beijos blogfriends!

2 comentários:

  1. quero esta sérrieeeee queroquerooo!!
    mas até agora só encontrei o segundo da série pra baixar (http://portugues.free-ebooks.net/ebook/Lua-Azul-Os-Imortais-Livro-2)
    alguma ideia de onde achar os outros? brigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais, tudo bem? Bem vinda ao meu blog! Eu fiz um post geral sobre essa série abrangendo os seis livros e comparando com outras sagas. Não é algo que eu recomende a leitura, não gostei muito. Mas como ao que parece você tá bem animada com ela, estou deixando um link com o download dos seis!
      http://downlivros.jimdo.com/os-imortais/
      Volte sempre! Obrigada pelo comentário! Super beijo anja!

      Excluir