sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Ardente como o Verão - Linda Lael Miller: Um comentário.

Bom pessoas, eu comprei esse livro por acaso, na verdade, foi uma promoção. O livro que eu queria comprar trazia esse de brinde no pacote, ótimo, pensei, dois por um. Nunca ia imaginar uma vez na vida que me depararia com... Nossa.
Vamos ao enredo.
Após um divórcio complicado e a perda do enteado, Libby Kinkaid está de volta ao lar no rancho Circle Bar B, é levada até lá pelo rude e áspero Jess, que a trata de maneira dura, fria e indiferente por acreditar que Libby tem um caso com Stacey, irmão dele que é casado com Cathy, prima de Libby. Todos na região creem firmemente que Libby e Stacey estão tendo um caso, pois o próprio Stacey está gritando para os quatro ventos a mentira sobre isso. Então, como tudo que Libby queria em sua vida era paz, acabou encontrando novos problemas.
Ela e Jess se conhecem desde criança, e se odeiam desde criança também, mas o homem não pode negar a imensa atração física que sente por ela, o desejo avassalador que parece dominá-lo sempre que ela se aproxima. E por incrível que pareça, Libby retribui ao desejo ardente com total intensidade. Em meio ao emaranhado de sentimentos conflitantes, sucede-se uma teia de sentimentos dos quais é cada vez mais difícil conter, Libby tenta recuperar a si mesma dos pesadelos que viveu, Jess tenta protegê-la e resgatá-la de seus temores ao mesmo tempo em que descobre amá-la e Cathy e Stacey travam uma batalha interna para não por fim ao seu casamento.
É basicamente isso. O que eu posso dizer sobre o livro:
Primeiro, a história em si é muito boa, Jess é aquele tipo de personagem que você odeia e ama ao mesmo tempo, Libby é uma mulher sensível, marcada por coisas realmente complicadas, mas que irrita em determinados pontos por ser altamente submissa as vezes e se impor pouco. Leio Sabrinas e Biancas desde o ensino médio. Lembro que o primeiro que peguei foi Amor Sublime Amor, o conteúdo desse tipo de romance tem sua cota de sensualidade até pelo próprio gênero. Mas esse livro, em especial, foi demais. Tinha horas que dava até uma agonia pela sequencia seguida de acontecimentos acalorados. Ele é picante por três livros! Quase uma literatura erótica e fica difícil comparar porque nunca li nenhum livro desse gênero, nem pretendo por sinal, esse já me deixou com os nervos a flor da pele imagine um realmente de literatura "quente". Obrigada, dispenso. O resto da minha inocência deu adeus quando cheguei na última página. Libby e Jess são um caso sério nesse quesito, o cara mal olha pra ela e a garota já está afim. É tenso. Foi a única coisa que realmente me incomodou. A trama é muito bem feita, há momentos de tensão que me lembraram Doce Refúgio, um livro da série Fascinação que eu amei ler as 18 vezes que li e tem seus momentos doces também, mesmo que eles venham normalmente acompanhados de... Calor.
Então, se você não é muito fã de leituras de alta temperatura, sugiro que não leia esse livro e eu vou pensar seriamente antes de comprar outro livro dessa mulher rsrsrs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário