terça-feira, 31 de dezembro de 2019

[Drama] Martial Universe temp. 1

Original: 武动乾坤 (Wǔ dòng qiánkūn) lit. artes marciais
Ano: 2018
Episódios: 40 (1ª temporada)
Gêneros: Fantasia, Filme de aventura, Romance

Sinopse: Um talismã mágico muda o destino de um jovem para sempre.

Lin Dong (Yang Yang) é abandonado por seu próprio clã. No entanto, quando ele se depara com um talismã de pedra com poderes mágicos, sua vida nunca mais será a mesma. Enquanto viaja pelo mundo, suas muitas aventuras o ajudam a aperfeiçoar suas habilidades nas artes marciais. Ele também conhece duas mulheres muito diferentes, Ying Huan Huan (Zhang Tian Ai) e Ling Qing Zhu (Wang Li Kun), que não apenas fisgam seu coração como também o ajudam a lutar para impedir que uma seita demoníaca domine o mundo.

Será que o despretensioso Lin Dong vai se tornar o grande herói mundial das artes marciais?

Eu confesso, só vi esse drama por causa do Yang Yang, mas só tive raiva o drama praticamente todo! A história acompanha Lin Dong o filho de um homem que era considerado muito poderoso, mas que depois de ter sido gravemente ferido por seu filho adotivo ficou aleijado e nunca mais pôde lutar. Em um mundo onde o cultivo da força e o poder da luta é o que predomina e divide homens, Lin Dong é considerado um fracassado por não se importar em cultivar, apenas tenta conseguir o remédio do seu pai e garantir a segurança da sua irmã mais nova, Tin Tang.

Contudo, as coisas mudam quando após um pequeno acidente ele acaba encontrando uma pedra que lhe concede um determinado nível de poder. Logo, o garoto comum e aparentemente sem talento acaba se tornando o guardião do emblema ancestral, destinado a livrar o mundo de uma ameaça sombria chamada Yimo. Mas o caminho que leva até se tornar o protetor do emblema é tortuoso e Lin Dong vai descobrir que precisa de muito mais que coragem, mas terá de enfrentar a perda, suportar a solidão e descobrir que a lealdade é algo que se dá, mas nem sempre se recebe de volta.

Ele se encanta a primeira vista por Ling Qing Zhu, uma integante do palácio da pureza cujo pai traiu a causa para se aliar aos Yimo. Mas no seu caminho também aparece Ying Huan Huan a princesa da seita Dao que se apaixona por ele de modo ardente e desprendido enquanto Qing Zhu sequer o nota. A missão de Lin Dong é reunir os demais protetores dos emblemas ancestrais e em sua jornada ele enfrentará Lin Lang Tian, o homem que feriu seu pai, além de se tornar o centro das armações do Yimo que usa a ganância de Lin Lang Tian para se apossar dos emblemas.

Em resumo é isso aí, não vou me estender muito porque não to com paciência nem pra falar desse dorama. Se você quer ver a jornada do herói na prática esse drama é PERFEITO pra você. Uma verdadeira aula do assunto de modo dinâmico e sem precisar de explicações. Mas o mérito de Martial Universe acaba aí. Pelo menos pra mim. No começo do drama achava Lin Dong um chato, Ting Tan parecia fadada a fazer estupidez (e isso se provou mais que certo), Ling Qing Zhu era arrogante e egoísta, a única personagem que eu realmente gostei apesar de ser meio mimada foi Ying Huan Huan, além de dedicada totalmente ao seu sentimento por Lin Dong ela por vezes desistiu ou arriscou a própria vida por causa dele e tudo que recebia em troca era a boca babada dele por Ling Qing Zhu que nem dava bola.

Isso me deixava possessa, na boa. Aí ela passa o drama todo sofrendo calada por essa anta, recusa, inclusive, ser guardiã do emblema do gelo porque isso ia significar precisar deixar de amá-lo, tudo pra esse imbecil só se dar conta dela quando ela tá praticamente a beira da morte. A vá! Lin Lang Tian é a definição de boy lixo escroto, o drama todo eu só queria que ele morresse mesmo. Tin Tang nem se fala, guria burra do caramba, eu não sabia se ela era cega ou fingia, ficava se queixando que era um fardo e blá blá blá, mas tudo que fazia só a tornava um fardo mais pesado ainda!

Enfim, não gostei mesmo. Nem quero saber da segunda temporada, se tivesse a opção desver eu usaria. Não digo que recomendo ou não recomendo, vou deixar vocês por sua conta em risco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário