sábado, 15 de março de 2014

Série Os Imortais: Chama Negra - Resenha

Bem, depois de cinco dias exatos eu finalmente terminei de ler esse livro. Vou me esforçar para terminar o próximo em uma semana também e finalmente o outro pra me livrar de uma vez dessa série que, eu tenho que dizer, foi minha grande decepção literária. Ever é a pior protagonista que já vi em uma saga e a ordem de acontecimentos e irritante demais. Mas vamos à resenha.
Bem, mas vamos partir para o enredo de início.
Depois de todas as suas burradas anteriores desde a decisão estúpida de Lua Azul que condenou Damen a morte no caso de tocá-la e, logo após, o feitiço ridículo de amarração em terra de sombras, Ever volta novamente carregando todos no afundar de suas estupidezes. Agora, após transformar Haven em imortal e ter mais um problema com o qual se preocupar ela tenta de todos os modos desligar-se da atração selvagem que sente por Roman graças ao feitiço que fez e se virou contra ela. Sua obsessão e suas atitudes imaturas e impensadas acabam afastando Damen dela e ela começa a depositar sua confiança em Jude ao invés de confiar em quem realmente deveria confiar. Cometendo mais uma vez uma idiotice atrás da outra. Julgando Jude por imortal chega a quase mata-lo para conferir que ele é, de fato, humano. Haven se torna agressiva, impulsiva e incontrolável com suas novas habilidades voltando-se completamente para o lado de Roman e virando-se contra Ever. Após aceitar finalmente a ajuda de Ava, Ever descobre uma forma de purificar-se da chama negra que a faz desejar Roman mais que qualquer coisa, consequência de seu feitiço estúpido, e assim é aceita novamente no salão do conhecimento onde descobre uma maneira de aproximar-se de Roman e finalmente conseguir o que deseja sem cometer nenhuma nova burrice. Mas seu plano é falho por Jude, que coloca tudo a perder tirando de Ever e Damen, mais uma vez, a chance de ficar juntos e desencadeando a fúria total de Haven sobre eles agora mais disposta que nunca a destruí-los de uma vez por todas.

Dos quatro livros que li até agora posso dizer que esse foi o pior, se é que há como dizer isso de uma saga onde nenhum dos livros é bom. E parece castigo, porque são seis! Não falo desmerecendo o trabalho da Alyson Noël, como já expliquei antes, a qualidade do texto e até mesmo o enredo é muito bem feito, inclusive pesquisei para ver se fora lançado antes ou depois de Fallen, da Lauren Kate, porque há semelhanças no enredo, mas as obras são simultâneas. Só que eu acho a história incrivelmente chata. A personalidade dos personagens não é muito atrativa e a narração em primeira pessoa da Ever deixa o enredo ainda pior, porque você passa literalmente a odiar a personagem no decorrer da leitura e piora a cada livro tornando inclusive insuportável em determinado momento. O que ela fez em seis livros teria sido melhor e, talvez, menos cansativo diminuído em quatro e com menos empecilhos entre Ever e Damen que é um dos focos da trama e uma das coisas que mais te deixa irritado. Sem dúvida essa é a primeira saga que leio e detesto tanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário