domingo, 12 de julho de 2015

Anime-Se! KYOU, KOI WO HAJIMEMASU (Hoje, eu me apaixonei)


Informações:

Título Original: 今日、恋をはじめます 
Gênero: Drama, Romance 
Autor: Kanan Minami 
Nº de Episódios: OVA 2 Episódios. Live Action 
Nota: **** 

Sinopse: Tsubaki Hibino ( Emi Takei ) é uma estudante do colegial que não tem um objetivo específico em sua vida apenas terminar o ensino médio e entrar em uma universidade para deixar sua mãe orgulhosa. Ela gosta de cortar e pentear o cabelo dos outros principalmente o da sua irmã Sakura. Ela sofre de baixa auto-estima e não esta confiante em se vestir elegantemente. Devido a isso, ela é muitas vezes provocada na escola por ser antiquada e fora de moda. Um dia o popular estudante Kyota Tsubaki (Tori Matsuzaka) um playboy que comanda toda a sala de aula, começa a perseguir Tsubaki, Kyouta faz dela o seu próximo alvo e embora ela resista à sua provocação ela começa a se apaixonar por ele. Porém Kyota foi abandonado pela mulher que ele mais amava desde então ele não acredita em nenhuma mulher para ele todas as mulheres não são de confiança. Como Tsubaki vai conseguir entrar no coração fechado de Kyota? (Fonte: Dopeka)

O que eu achei: Eu havia assistido esse anime há um tempo (tanto que quando eu vi de novo mal me lembrava) e confesso que não havia entendido bulhufas da história. Isso porque, pesquisando, eu vim descobrir que o anime, composto por duas OVAS, não abrangia a história completa do mangá. E eles cortaram tanta coisa que ficava impossível de entender. Foi quando eu encontrei a Live Action e vi comentários muito positivos sobre ela, dizendo que era muito melhor de entender. Decidi arriscar. Eu não sou muito acostumada a assistir dorama (novela japonesa) ou mesmo produções japonesas, mas fiquei interessada em descobrir a história, já que quando se trata de animes ou dramas sempre me atraem, principalmente os shoujos mais melosos. Conhecemos na trama, Tsubaki, uma garota tímida que adora cortar cabelos e fazer penteados, acaba de ser transferida para uma escola aparentemente de gente rica e lá conhece Kyouta um cara que odeia todas as mulheres, usa-as e as dispensa. Isso porque, quando era criança, sua mãe fugiu com um amante e ele acha que todas as mulheres são mentirosas. Tsubaki nunca havia pensado em se apaixonar, principalmente por aquele garoto arrogante de cabelos compridos que também se chamava Tsubaki (eu sei, é confuso. O nome dele é Kyouta Tsubaki e o nome dela é Tsubaki) logo de cara os dois já se odeiam, ele fica tirando sarro dela pelo modo como ela se veste e pelo cabelo dela, no meio de uma briga na sala, Kyouta beija Tsubaki na boca na frente de todo mundo dizendo que ela é "a garota dele", por raiva, ela acaba cortando o cabelo dele e como vingança, ele promete tirar todas as primeiras experiências dela. No anime você não consegue entender isso muito bem, mas no live action fica mais fácil. Conforme vão se aproximando, e por mais que ele aparente desprezá-la, Kyouta percebe que Tsubaki não é sua mãe e é diferente de qualquer garota com quem ele já se envolveu, mas é difícil para que ele admita isso, mesmo quando ela o enfrenta no dia de seu aniversário. Assim, os dois começam um relacionamento conturbado com Tsubaki tentando domar o gênio complicado de Kyouta e ele tentando aprender como lidar com seus próprios sentimentos e a ser delicado com ela. 
Realmente o Live action é melhor, achei a OVA muito mal explicada e, se você não chegou a ler o mangá (eu sequer sei como é um) não vai entender nada se só assistir ela. No entanto, eu achei a atuação muito fraquinha... como se faltasse aquela "química" entre os atores. Não sei se isso é comum dos filmes japoneses ou se é o costume mesmo já que é algo que eu não vejo com frequencia, senti isso com menos intensidade no Kimi ni Todoki, os atores pareciam se entrosar melhor (e o que interpretou o Kazehaya *-*) mesmo que, no caso deles, o anime seja infinitamente melhor. Mas é um filme legal, eu gostei de ter visto, embora tenha achado o Kyouta muito melhor no anime, o carinha que interpretou ele era muito nada a ver. Outro ponto que eu curti foi que a Tsubaki no live é muito menos "babaca" que a do anime. Quatro estrelinhas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário