quinta-feira, 29 de setembro de 2016

A Noiva Fantasma - Yangsze Choo

Autor: Yangsze Choo
Ano: 2015
Páginas: 360
Editora: DarkSide® Books

Sinopse: “Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma...”
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.

Oi, povo lindo! Desculpem a demora, mas a escritora e blogueira que vos fala está passando por momentos difíceis essas semanas. Bem, eu havia ouvido falar por alto deste livro, mas de início não me despertou muito interesse não, até que a algumas semanas achei-o postado no wattpad (muito mal postado, por sinal) e comecei a ler por mera curiosidade, depois disso não pude me controlar mais, como o dinheiro em casa está cada dia mais curto e eu ainda não tenho um emprego, tive que ir de ebook que é mais em conta e me senti orgulhosa quando consegui terminar o livro todo nesse formato, porque vocês me conhecem e sabem que eu odeio ebooks, basicamente é um contato muito frio entre o leitor e a obra na minha opinião. Assim que as condições melhorarem comprarei a edição física dele. O livro é bom de uma maneira que mesmo com o cansaço que dá ler pelo celular eu me vi devorando-o com cada vez mais avidez.
A Noiva Fantasma é dividido em quatro partes e conta a história de Li Lan, uma jovem de família abastada que, após a morte da mãe em decorrência de um surto de varíola que assolou a casa viu seu pai definhar moralmente pela depressão entregando-se ao vício do ópio e tendo seus negócios comprometidos pela indiferença com tudo, inclusive com o próprio futuro da filha. Atolado em dívidas, ele cogita a ideia de tornar a filha uma noiva fantasma, através de um pedido feito pela família mais poderosa da cidade de Malaca. Mas Li Lan se recusa terminantemente a se casar com um morto, principalmente um que ela sequer chegou a conhecer. Diante disso, na possibilidade de fazê-la mudar de ideia, a matriarca da família Lim, a qual seu "noivo" pertencia, manda chamá-la para uma conversa, mesmo encantada com todo luxo e requinte da família, a menina ainda reluta em aceitar a oferta da mulher, principalmente pela crença de que se tornar uma noiva fantasma - condenada a ser uma viúva em período longo de luto por alguém que sequer chegou a amar - traz muita má sorte. Agouros de morte.
Nessa visita, ela acaba conhecendo Tian Bai, o belo jovem primo de Lim Tian Ching, seu noivo arranjado e o encanto com ele é imediato. Os dois se apaixonam à primeira vista na breve conversa que travam na salinha, aquilo só dá mais uma razão para que Li Lan recuse ainda mais se casar com Lim Tian Ching. As coisas começam a ficar diferentes quando o jovem defunto mimado e voluntarioso começa a invadir seus sonhos com propostas de casamento como se ambos estivessem prometidos desde sempre, mesmo lutando para fugir dele, Li Lan acaba ficando debilitada pelo medo de dormir principalmente depois que o odioso rapaz lhe revela que foi assassinado e que seu primo Tian Bai era o responsável por sua precoce morte.  Desesperada para se livrar dele, ela pede a sua ama que a leve para uma médium que lhe passa um estranho remédio que impedirá Lim Tian Ching de entrar novamente em seus sonhos, além disso, manda que pendure vários amuletos contra espíritos em sua casa e, o pior de tudo: que queime dinheiro para ela.
Nas crenças chinesas, queimar dinheiro era um agouro de morte, pois se queimava dinheiro e bens funerários para os mortos e se a médium havia dito aquilo era porque previa que Li Lan ia morrer. Ainda assim, a menina sentia-se incomodada com a constante presença de Lim Tian Ching em seus sonhos e, sob efeito do desespero, tomou mais que a quantidade devida de remédio, foi apenas quando acordou que descobriu-se fora do corpo, naquele momento Li Lan pensou que estava morta. Por mais que tentasse, não conseguia voltar ao seu corpo, a sensação de estranheza e medo rondavam-na a todo instante, estando ali, vendo o desespero do seu pai e de sua amah, sem poder fazer ver sua presença. Ela sabia que precisava arrumar uma forma de voltar ao seu corpo, mas não sabia como.
Ela vaga por algum tempo pela cidade até conhecer um espírito chamado Fan, que se alimentava da energia vital de seu amor em vida esperando que ele morresse para juntos atravessarem as cortes do inferno. Fan é descrita por Li Lan como insuportável, tagarela e superficial e essa impressão só vai piorando conforme o livro avança, ainda assim é uma das pessoas que a ajuda a estabelecer uma comunicação em sonho com Tian Bai e a chegar a planicie dos mortos, onde, instruída por Er Lang, ela deve buscar informações sobre quem está por trás de Lim Tian Ching. Er Lang é um homem misterioso e, mesmo que Li Lan não saiba nada sobre ele aceita seu acordo por ele ser a única esperança que ela tem de retornar ao seu corpo. A jornada até a planície dos mortos é muito perigosa e ela corre o risco de - no caso de não conseguir voltar - desaparecer. Fan a leva até lá e dá dez dias para que ela volte até ela e assim as duas retornem para Malaca. 
Em meio a uma réplica fantasma de sua cidade, Li Lan descobre verdades sombrias sobre a sua família e a família de Lim Tian Ching, acaba ficando presa na casa fantasma dos Lim como uma peça em um jogo de interesses e corrupção, Er Lang é sua única chance de conseguir viver e, talvez isso mude completamente a sua vida e os seus sentimentos... para sempre.
O livro inteiro é um caos de sensações, você vira cada página em constante suspense sem conseguir prever o que vem a seguir, embora algumas coisas eu tenha conseguido adivinhar, mas acho que é normal quando você lê muito, a maior parte da história foi um mistério constante. Houve momentos de tirar o fôlego e como o livro é escrito sob o ponto de vista apenas da Li Lan a gente tem uma ideia muito unilateral do que acontece à volta, isso ajuda para que o clima de tensão seja ainda maior. O final me surpreendeu um pouco e, confesso, teve uma pontada de decepção. Não achei que o desenrolar levaria aquele desfecho e não achei que a escolha de Li Lan foi desenvolvida o bastante para aquela decisão. Ainda assim, achei o livro fantástico, valeu muito a pena lê-lo e recomendo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário