sábado, 17 de setembro de 2016

Princesa Mecânica - Cassandra Clare

Título Original: Clockwork Princess
Série: As peças Infernais #3
Data da primeira publicação: 19 de março de 2013
Autora: Cassandra Clare
Editora: Simon & Schuster (EUA) Record (BR)
Gênero: Literatura fantástica, Aventura

Sinopse: Continuação de Príncipe mecânico, “Princesa Mecânica” é ambientado no universo dos Caçadores de sombras, também explorado na série Os Instrumentos mortais, que chega agora ao cinema. Neste volume, o mistério sobre Tessa Gray e o Magistrado continua. Mas enquanto luta para descobrir mais sobre o próprio passado, a moça se envolve cada vez mais num triângulo amoroso que pode trazer consequências nefastas para ela, seu noivo, seu verdadeiro amor e os habitantes do Submundo.


Princesa mecânica é um caos de emoções. Os preparativos para o casamento de Jem e Tessa seguem em uma silenciosa felicidade e, apesar de subjugar seus sentimentos secretos por Will, a menina está cheia de uma rara felicidade por poder torar a vida de Jem feliz. No entanto, Mortman pretende frustrar os planos dos caçadores de sombras enviando ao instituto uma pequena horda de autômatos com o intuito de sequestrar Tessa, para isso ele se aproveita da volta de Jessamine ao instituto, matando um dos irmãos do silêncio e levando caos à sede do enclave de Londres, Jessie morre, vítima de um ferimento grave, nos braços de Will, James apesar de ter usado suas forças para correr atrás da carruagem da terrível senhora Black, perdeu Tessa de vista. 
Os dias de calma dos caçadores de Londres se tornaram sombrios, Jem começa a definhar cada vez mais rápido sem o yin fen, uma vez que Mortman detêm todo o estoque em uma forma cruel de fazer com que Tessa se entregue, mas uma vez que ele já a tem, Charlotte e os outros, com a ajuda de Magnus, partem em uma busca desesperada por uma cura. Sem tempo, Jem pede a Will que vá em busca de Tessa, e mesmo sabendo dos sentimentos do parabatai pela noiva, ele sente-se estranhamente reconfortado. Cecily descobre pelas últimas palavras de Jessamine que Mortman está em Gales, país natal de Will, assim, as pistas levam o garoto em uma viagem árdua com Balios atravessando Londres rumo ao resgate do seu amor, ainda que tenha deixado seu coração no instituto, com Jem.
Na carruagem, com a terrível irmã sombria, Tessa tenta descobrir mais sobre o que Mortman quer com ela e sobre sua verdadeira identidade que, finalmente é revelada, ela decide por fim não pertencer ao monstro e atira-se da carruagem caindo de um penhasco sem que a senhora Black pudesse impedir. Ela é salva da morte por seu anjo mecânico que se metamorfosea em um enorme anjo de metal e a leva com segurança até a terra na proximidade de um lago. Will é atacado por lobisomens em uma pousada na mesma noite que sente a ligação com Jem se romper e percebe que o parabatai está morto. Charlotte sofre uma conspiração do cônsul Wayland que planeja de todas as formas tirá-la do cargo e se recusa terminantemente a enviar reforços para ir atrás de Will e Tessa em Cadair Idris em Gales.
Tessa se refugia em uma casa abandonada, mas é encontrada pela senhora Black que usa os autômatos para leva-la até Mortman. Will, depois de viajar por horas a fio se vê obrigado a parar para não matar Balios de cansaço. Mortman prende Tessa e lhe explica seu terrível plano e, juntamente com ele, suas intenções com ela desde que enganara seus verdadeiros familiares e sua mãe para concebê-la com uma aliança cruel com o povo das fadas. Para salvar Jem, sem saber que ele está morto, Tessa aceita transformar-se no pai adotivo de Mortman em troca do yin fen que Jem precisa. Mas ao fazê-lo, descobre-se refém do corpo do feiticeiro que escreve para o filho o feitiço que libertará os demônios da pixys e os ligará aos autômatos. Na mesma noite, a cidade em que Will se encontrava é atacada por bestas de ferro com vida própria e ele percebe que as lâminas serafim são inúteis, pois derretem quando entram em contato com o espírito demoníaco preso aos autômatos.
Tessa é obrigada a ver a destruição da cidade e ameaçada por Mortman. Will consegue chegar até ela após seguir os autômatos e os dois, após a revelação da morte de Jem, acabam presos na armadilha de Mortman e passam a noite juntos. Magnus e os caçadores do instituto de Londres constroem um portal que os levará a Cadair Idris para buscar Will e Tessa, a briga contra os autômatos custam as pernas de Henry que quase morre, Tessa, desesperada, acaba se transformando no anjo que a protege em seu colar e destrói Mortman e com ele todos os seus autômatos, mas as consequências de sua ação são devastadoras.
Princesa Mecânica traz surpresas, sacrifícios, perdas e reencontros. Quem leu Cidade do Fogo Celestial sabe que Jem não continuou como irmão do silêncio, graças ao fogo do anjo em Jace, então isso nem é um spoiler. No epílogo do livro, após os eventos do último livro dos Instrumentos Mortais, ele reencontra Tessa e os dois reatam seu noivado interrompido. Will morreu como um bom caçador de sombras e o relato de seu último dia foi devastador, eu não cheguei a chorar, mas faltou bem pouco... sofri por Tessa que, imortal, teve de assistir a morte de todas as suas gerações e, provavelmente, sofrerá o mesmo com Jem em um futuro. Ainda assim, As peças Infernais é uma trilogia incrível que só aumentou meu amor por essa saga fantástica, e me deixa ávida para a nova trilogia dos Artifícios das Trevas cujo segundo livro será lançado no início do próximo ano. Para mim, a melhor saga já escrita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário