segunda-feira, 6 de maio de 2019

[Livro] Scarlet

Autora: Marissa Meyer
Gênero: Distopia, suspense, romance, terror, contos de fadas
Série: Crônicas Lunares #2
Páginas: 480

Sinopse: Ela não sabia que o lobo era um tipo de animal perverso e não teve medo dele.
Cinder, a ciborgue mecânica, retorna nesta segunda parte da emocionante série Crônicas Lunares. Ela está tentando a todo custo escapar da prisão - embora, se seu plano der certo, possa acabar se tornando a fugitiva mais procurada do mundo.
Quase do outro lado do globo, a avó de Scarlet Benoit desapareceu. Enquanto investiga seu paradeiro, Scarlet descobre que há muitas coisas que não sabe sobre a avó e que durante toda a sua vida correu grande perigo. E então, Scarlet conhece Lobo, um lutador de rua que pode ter informações sobre o paradeiro de sua avó. Apesar de sua relutância em confiar no estranho, de um jeito inexplicável, ela acaba se sentindo atraída por ele. E Lobo por ela. Entre as pistas para desvendar esse mistério, Scarlet e Lobo descobrem um enigma ainda maior ao conhecerem Cinder.
Agora, todos eles precisam estar um passo à frente da perversa rainha Lunar Levana, que vai fazer de tudo para que o príncipe Kai se torne seu marido, seu rei, seu prisioneiro.


Confesso que, ainda mais que Cinder, esse livro foi uma bela surpresa. Em Scarlet seguimos a jovem cujo nome dá título ao livro, ela é a chapeuzinho vermelho, sua avó desapareceu e a polícia pareceu pouco inclinada a continuar as buscas, o país está em polvorosa com a fuga de Cinder e de um outro preso político no país, o capítão Thorne um galanteador falsário e dissimulado que desertou da união americana. Scarlet está cansada de todo mundo julgando e condenando Cinder sem entender suas razoes, ainda que a mesma não saiba o que levou a ciborgue àquela humilhação pública, não a julga e se compadece de sua situação, a falta de empatia das pessoas lhe enoja. Numa confusão em um bar, ela é ajudada por Lobo, um lutador clandestino que parece perdido em Rieux e tem a clara intenção de trabalhar na fazenda da avó de Scarlet, Michelle Benoit.

Quando seu pai volta para casa ensadecido após ter sido torturado por algum grupo criminoso, Scarlet começa a descobrir que talvez tudo que sabe sobre a avó não é tão certo quanto pensava. Lobo lhe conta sobre a Ordem da Matilha da qual vem fugindo e que está com a sua avó, prometendo ajudá-la a encontrá-la. Enquanto isso, Cinder e Thorne conseguem escapar da prisão e vão atrás da nave que ele roubou da América, quando são perseguidos por policiais e ela descobre que, na verdade, o capitão não sabe pilotar a nave sem o modo automático. Após quase serem mortos, Cinder se conecta com a nave e consegue tirar os dois dali para o espaço. Levana, furiosa com a fuga da ciborgue, diz a Kai que ele tem dias para encontrá-la ou ela iniciaria um ataque à terra.

O pai de Scarlet começa a procurar alguma coisa como um desesperado por todos os lados, mesmo a menina garantindo que a avó não esconde nada. Eles acabam discutindo e o homem vai embora. Lobo e Scarlet partem para Paris em busca da Ordem, o plano da menina é se trocar pela avó, mas ela acaba se envolvendo em um contratempo no trem em que viaja e precisa saltar, os dois acabam embrenhando-se em uma floresta e sendo seguidos por um estranho que ela vem a descobrir ser irmão de Lobo. Enquanto isso, Cinder usa o chip de Iko na Rampion, a nave roubada de Thorne, a androide não gosta nem um pouco do novo corpo, mas acaba aceitando sua nova condição, eles decidem usar o dom de Cinder para ir até Rieux procurar Michelle Benoit e obter informações sobre o passado da ciborgue como princesa Selene.

Scarlet e Lobo chegam a Paris e adentram A Ordem da Matilha que tinha como base um teatro de ópera abandonado. A garota se vê traída pelo companheiro de viagem e descobre que, na verdade, quem está com a sua avó são capachos de Levana, uma vez que a ordem é liderada por um taumaturgo e todos os integrantes são geneticamente modificados. Scarlet é presa sem ver a avó e Lobo retoma sua posição de alfa com o intuito de obter informações e conseguir tirá-la dali em segurança. Cinder e Thorne conseguem chegar à fazenda de Michele, mas encontram tudo revirado e sem qualquer sinal da mulher ou da neta. Em um compartimento escondido na garagem, Cinder encontra a nave que lhe transportou para a terra quando era criança e a mesa de operações que lhe transformou no que é, descobrindo um pouco mais sobre seu passado e sobre o projeto de seu falecido pai adotivo que concluiu na avó de Scarlet uma cirurgia que lhe impede de ser manipulada pelo dom lunar.

Levana dá ordens para as matilhas atacarem a terra uma vez que Cinder não foi encontrada. Cinder e Thorne são atacados em um bar de Rieux ao serem abordados pela polícia, mas atacados por um dos membros da matilha que mata todos os policiais e, por bem pouco, não acaba com ela e Thorne. Os dois conseguem fugir antes que mais policiais cheguem. Enquanto isso o caos desce por todas as capitais do mundo, presa em uma cela sem ver a avó, Scarlet recebe uma visita de Lobo que, ao beijá-la a força, passa um chip para ela que, mais tarde, ela descobre ser de um dos guardas permitindo que ela saia da cela. Enquanto as matilhas levam terror por Paris, Cinder precisa encontrar a mulher que lhe transportou para a terra e Scarlet precisa encontrar uma maneira de escapar viva com a avó daquele pequeno inferno, além de preservar o próprio coração do que sente por Lobo. Kai, em contrapartida, parece prestes a selar o seu futuro e o do mundo inteiro.

Achei muito legal não apenas intercalar a continuação do livro passado com a história de Scarlet, mas a maneira como as histórias se encaixam e se ligam. O ponto alto, sem dúvida, é o romance entre Scarlet e Lobo, achei esse livre um pouco gore, tiveram umas cenas que foram de revirar o estômago. A escrita continua seguindo o mesmo padrão anterior, com descrição e intercalando os pontos de vista de maneira eficiente. Os pontos de tensão são distribuídos de modo inteligente e você se envolve com as personagens, essa nova visao moderna dos contos de fada, apesar de trazer os elementos básicos das histórias originais, deixa um gosto agridoce no leitor, somos sempre surpreendidos e acho que é isso que mais gosto nessa série, não dá pra prever o que vem depois mesmo que você saiba o conto original de cor.  Mais que recomendado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário