quinta-feira, 12 de março de 2015

Entre o Agora e o Nunca - J.A. Redmerski

Informações:

Título Original: The Edge of Never
Título no Brasil: Entre o Agora e o Nunca
Autor: J.A. Redmerski
Ano de Lançamento (Brasil): 2014
Ano de Lançamento (Original): 2012
País de Origem: Estados Unidos
Editoras: Suma de Letras (Brasil)
                  CreateSpace (EUA)

Sinopse: Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.
Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.
Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.

O que eu achei: Confesso que fiquei louca por esse livro quando lançou por causa dessa capa divosa, imaginei mil possibilidades para a história e finalmente consegui emprestado com uma amiga para ler. Conta a história de Camryn Bennet (será que ela é irmã de Elizabeth de Orgulho e Preconceito? Hehe), uma garota marcada pela tragédia da perda do namorado - e até então amor de sua vida - divórcio dos pais e traição de seu ex-namorado "tapa buraco" da dor. Ela jura para si mesma nunca mais se envolver com ninguém, e parece que sua vida está cada vez mais sem expectativa. Trabalha em uma loja de departamentos que a mãe arranjou por ser amiga da dona, sai com a melhor amiga, Natalie, e o namorado dela, Damon, enquanto procura algum sentido para continuar existindo sem Ian, seu falecido namorado. 
Cansada da mesmice de sua vida e da desolação da depressão, após uma briga com Natalie, Camryn coloca alguns pertences na mochila e sai de casa determinada a realizar o sonho que tinha com Ian de mochilar pelo mundo. Inicialmente, seu destino era Idaho, ela embarca no ônibus com a mentira de que vai visitar a irmã que acabara de ter um bebê. No ônibus, ela conhece Andrew Parrish, um jovem extrovertido, cínico e cheio de atitude que está determinado a ser seu amigo. Andrew está indo visitar o pai que está morrendo no hospital e Camryn descobre que eles ainda tem alguns ônibus a pegar juntos até que ele chegue ao seu destino. Com a proximidade e o cuidado de Andrew, Cam encontra uma nova razão para sua viagem, e quando ele a salva de ser violentada na rodoviária, o sentimento de que não pode - nem quer - ficar longe dele torna-se ainda mais intenso. 
Os dois então embarcam em uma roadtrip juntos sem destino certo, é cada vez mais difícil negar a atração que sentem um pelo outro, aos poucos os sentimentos vão evoluindo e eles vão precisar vencer seus próprios fantasmas para descobrirem se, ao final da jornada, o destino está a favor de seus corações. Um ponto forte desse livro é a personalidade do Andrew, sempre fofo e preocupado, ele é o tipo de cara cheio de defeitos que acabam se tornando qualidades. Mas algo que me deixou meio incomodada no livro foi o uso exacerbado de vocabulário de baixo calão. Tudo bem que, vez ou outra, o personagem solte uma palavrinha feia, mas esse livro exagera! (Quase não passa uma página sem que você leia 'foder', porra, cacete e outros). Mas a história realmente me surpreendeu, e o final... caramba, que tenso! Parte dele, até meio previsível, mas não faz com que o livro seja "menos bom" por causa disso. Foi muito legal acompanhar a jornada de Camryn (e que nome da gota esse!) e Andrew, passear pelos pensamentos e temores deles, o livro valeu cada página e ganhou cinco estrelinhas no skoob. 

Meu ritmo de leitura tá mais vagaroso por causa do TCC e dos estágios, mas volto sempre que puder. Então, até a próxima galerinha! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário