sábado, 7 de março de 2015

Love, Rosie (Simplesmente Acontece) - Filme

Ficha Técnica: 

Lançamento:  5 de março de 2015 (1h42min)
Dirigido por: Christian Ditter
Elenco: Lily Collins, Sam Claflin, Christian Cooke
Gênero:  Comédia , Romance
Nacionalidade: Reino Unido , Alemanha
Nota: *****

Sinopse: Os jovens britânicos Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) são amigos inseparáveis desde a infância, experimentando juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração entre eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro. 

O que eu achei:
Eu li o livro que originou esse filme, Onde Terminam os Arco-íris, ano passado (se minha memória não falha) e já fiz a resenha dele LEIA AQUI, finalmente, depois de muita espera, eu assisti a adaptação. 
Quando vi o trailer de Love, Rosie pela primeira vez, ainda no ano passado, eu fiquei maluca, me atraiu completamente não apenas por ser com a Lily Collins, que é maravilhosa, e com o Sam Clafin que é tudo de bom, mas pela historia mesmo. Ao descobrir que era um livro quase obriguei meu pai a comprar pra mim, descobri que não estava mais sendo publicado no Brasil e achei um na estante virtual, raríssimo, comprei logo. Mesmo que fizesse algum tempo, quando comecei a ver o filme hoje percebi as divergências da adaptação para o livro, mas mesmo assim achei o filme maravilhoso e tão frustrante quanto o livro. As diferenças - como, por exemplo, no livro Alex e Rosie são Irlandeses e não Ingleses. Rosie só vai com Greg para o baile porque Alex não consegue chegar a tempo. Entre outras. - Não interferem muito no entendimento do filme e, se você leu o livro antes, não dá nem pra se chatear como costuma acontecer. Não vou dizer que ficou mal feita, eu gostei muito, assim como toda a adaptação cortou coisa pra caramba do livro, mas não de uma maneira que o foco e a essência da história se perdessem e isso é importante e foi o que me fez gostar mais do filme, ver aquelas cartas, e-mails e telefonemas do livro ganharem vida deu um novo ar para  a história. Até mesmo a mudança de tempo dos acontecimentos me deixou feliz (SPOILER DO LIVRO: Porque, convenhamos, esperar 50 anos para eles ficarem juntos é o O!) a espera valeu a pena. Ótima trilha sonora, as atuações da Lily e do Sam foram maravilhosas, fotografia perfeita. Recomendo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário