quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Conhecendo o Autor: Mariely Oliveira

Perfil:

Idade: 17 Anos
Nascimento: 5 de Fevereiro de 1998
Mora em: Belém do Pará
Livros Publicados: Minha Querida Chefe (Editora Angel)
                                 Princesa Implacável (Amazon)
Livros na Web: Italiano? Espanhol?, Doce Pecado, O Professor.
Plataformas: Wattpad e Nyah!Fanfiction
Blog Pessoal: Segredinhos da Mary

Konnichiwa, blogueiros!!!

Quanto tempo, não? Aos poucos eu vou tentando colocar as coisas em ordem e hoje eu venho com um post super especial para vocês, uma entrevista com a autora Mary Oliveira, uma jovem escritora estreante que anda conquistando corações de leitoras do gênero hot no wattpad. Seu livro Minha Querida Chefe foi um sucesso de acessos no Wattpad e lançado pela Editora Angel, uma editora independente e também nova no mercado. Eu conversei um pouquinho com a Mary sobre livros, sobre seus projetos e sobre a literatura erótica que, para mim, é uma novidade. Ficou muito lega, ela é não apenas a simpatia em pessoa, mas muito solícita e engraçada. E vocês conferem essa entrevista agora aqui no Book Of Days. Vou deixar todos os links dela no final da entrevista, onde achar os livros e o blog pessoal dela onde encontra resenhas de suas leituras e novidades sobre seus livros.

BOD: Quando você começou a escrever?

Mary: Eu tinha quatorze anos, mas nunca concluí a estória (risos). Com quinze anos decidi tentar de novo e conseguir concluir minha primeira estória; ItalianoEspanhol.

BOD: O que te fez se interessar por literatura e que livro te motivou a começar a escrever?

Mary: Eu sempre tive uma curiosidade muito grande de ler os livros de Willian Shakespeare, tanto que os livros dele foram os primeiros que li. Depois de algum tempo, uma amiga me apresentou ao site Nyah Fanfiction e li alguns Fics lá. Depois decidi tentar escrever uma estória. Um original.

BOD: Um autor que te inspira.

Mary: Sidney Sheldon. Sempre. Ever. Amo os livros dele.

BOD: Book of Days quer saber: você tem alguma mania estranha quando está escrevendo?

Mary: Eu repito as falas fazendo as caras e bocas que imagino os personagens fazendo (gargalhada). Meu Deus. Não acredito de contei isso. Que vergonha.

BOD: Você escreve um tipo de literatura adulta, certo? Como sua família e amigos encaram essas cenas de sexo nos seus livros?

Mary: Ótima pergunta! Bem, minha família ficou bem surpresa ao descobrir esse pequeno detalhe (risos). Uma tia que comprou o livro e começou a ler me ligou especialmente para me perguntar de onde eu tirava certas ideias! (fiquei vermelha como tomate e só estava falando com ela por telefone). Mas em nenhum momento minha família me recriminou ou tentou me convencer a parar de escrever. Pelo contrário, até hoje eles me incentivam muito.
Os meus amigos? Alguns não ligam, outros não sabem e poucos me irritam profundamente com comentários que deixam opiniões e alfinetadas subentendidas. Desvalorizam a minha opinião a respeito de sexo e relacionamentos. Como se eu deixasse de ser levada a sério porque escrevo determinado gênero literário.
Só acho que: eu era essa Mary antes de descobrirem sobre minhas estórias. Não vejo motivos para certas coisas mudarem depois que descobrem sobre elas.


BOD: Qual a principal mensagem que você quer passar com as suas histórias?

Mary: Se o amor é verdadeiro, os problemas e empecilhos não serão suficientes para acabar com ele. Por mais que sejam muitos.

BOD: Você tem algum conselho ou dica pra quem deseja escrever um livro?

Mary: Não desista! Nada é fácil nessa vida. Escrever um livro não é diferente. O primeiro passo para conseguir, é não desistir.

BOD: Qual a frequência de escrita do seu dia-a-dia? (Quantas páginas ou palavras você escreve por dia?)

Mary: Isso depende. Tem dias que não escrevo nada. E em outro escrevo até seis mil palavras. Depende muito da inspiração e do meu tempo.

BOD: Você tem um livro favorito?

Mary: Um para cada gênero preferido pode ser? Chick-lit: Fiquei Com Seu Número. Romance Policial: Se Houver Amanhã. Romance de Epóca: Muito Mais Que Uma Princesa. Suspense: O Inocente.

BOD: Você pode falar um pouco dos seus projetos atuais e de algum projeto futuro?

Mary: Atuais: estou tentando desesperadamente concluir duas estórias: Doce Pecado e ItalianoEspanhol – Volume II.

Projetos futuros: Minha Querida Psicóloga (um spin off sobre o irmão do Ian de Minha Querida Chefe). E o livro A Descoberta de Naíma.

BOD: Você trabalha? Se sim, em que?

Mary: Atualmente sou jovem aprendiz, auxiliar administrativa. Sim, sou novinha ainda! Dezessete anos. (risos)

BOD: Qual a coisa que você acha mais difícil em ser uma escritora?

Mary: Lidar com a falta de compreensão, talvez. Algumas pessoas acham que você é escritora e vive daquilo. Por isso é obrigada a escrever dia e noite e estar sempre atualizando suas estórias. Sendo que não é bem assim.

BOD: Por fim, deixe uma mensagem aos leitores desse blog e um convite para comprarem seus livros e onde podemos achá-los.

Mary: Então, pessoas, espero que tenham gostado da entrevista tanto quanto eu gostei de responder as perguntas! (risos). Minhas estórias são de romance, algumas também são eróticas. Então se você gosta do gênero, ou não, pode dar uma olhadinha nelas na plataforma Wattpad.

Eu gostaria de agradecer à Katharynny por me convidar a responder estas perguntas. Beijos gordos a todos. <3

BOD: Mary, muito obrigada pela gentileza e atenção! Foi um prazer enorme entrevistar você!

E aí? Curtiram a entrevista? Eu adorei conversar com ela, é sempre um aprendizado quando você conversa com pessoas da área que você atua ou quer atuar! Desejo super sucesso pra Mary e seus livros divos! Confira os links da gata:

Princesa Implacável: 

Minha Querida Chefe:

Blog Segredinhos da Mary: http://segredinhosdamary1.blogspot.com.br 

2 comentários:

  1. Obrigada!! Amei a entrevista! <3
    Amei fazer parte deste cantinho tão lindo e aconchegante. <3
    Beijos. *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que super agradeço a sua atenção e disponibilidade, diva! Foi uma honra enorme te ter aqui no meu quarto virtual pintando as unhas e comendo cupcakes enquanto falamos de livros kkkk seja sempre super bem vinda para um café!
      Mil beijos!

      Excluir