terça-feira, 9 de agosto de 2016

Trocando um por outro (por enquanto!)


大家好!
我是中国学生。我会教你,你可以学习汉语。
(Dàjiā hǎo!
Wǒ shì zhōngguó xuéshēng, Wǒ huì jiào nǐ, nǐ kěyǐ xuéxí hànyǔ.)

Olá a todos!
Eu sou estudante de Chinês, vou ensinar a você que é possível aprender Chinês.

Vocês viram que a Tag Japonês sumiu do blog, não é? Isso porque eu dei uma pequena pausa nos meus estudos da terra do sol nascente para começar o milenar Chinês. O motivo? Não, não foi por causa de Mars (rsrsrsrs), foi porque eu percebi que o Chinês é a língua raiz do Japonês e do Coreano e que, se eu realmente quisesse ter êxito no aprendizado dos dois, precisaria ter um conhecimento pelo menos básico da língua raiz. Assim, iniciou-se minha jornada nesse idioma. Então, enquanto eu prossigo com ele, vou compartilhar com vocês meu progresso, as coisas que vou aprendendo e provar, de uma vez por todas, que essa história de Chinês ser um bicho de sete cabeças é mentira!
Para muitas pessoas, a possibilidade de aprender Chinês é nula, isso porque os ideogramas acabam assustando antes mesmo de procurarem saber como o idioma funciona e já colocam na cabeça de imediato que nunca conseguiriam aprender algo tão complicado. A verdade é que o aprendizado de qualquer idioma - seja ele latino ou não - é um desafio que requer muito de nós. O Chinês, como as demais línguas lolográficas (diz-se língua lolográfica os idiomas que utilizam símbolos em sua comunicação escrita), envolve mais de um hemisfério cerebral em seu aprendizado, o que requer um pouco mais de dedicação no seu estudo.
Aos doze anos, depois de tanto ouvir música em inglês e de achar o idioma bonito, eu decidi comigo que queria aprender inglês, mas a escola não dava o suporte que eu precisava, então eu comecei a estudar sozinha, com livros e audiocursos, eu ainda não tinha a internet como suporte então toda a minha dedicação era focada na leitura, escrita e nas músicas que eu queria aprender.
Ano passado, com a imersão em doramas e animes, eu decidi que queria aprender Japonês, por achar que é uma língua realmente interessante, e recentemente, desenvolvi a vontade de aprender Chinês, porque foi a língua que originou todos os idiomas asiáticos que quero aprender: o Japonês e o Coreano. Portanto, percebi que se dominasse o básico do Chinês, aprenderia os outros dois idiomas com muito mais facilidade.
Conforme fui avançando em meus estudos pessoais, sim, porque eu estudo Chinês sozinha, com o auxílio de um aplicativo de celular, eu percebi que todos os terrores que fazem parecer é pura bobagem e falta de conhecimento, do mesmo modo que percebi isso quando comecei a estudar japonês e rapidinho já dominava o hiragana. Por isso, decidi criar essa tag pra passar de uma forma bem simples o que eu já aprendi do Chinês, de uma aprendiz para outros aprendizes que se interessarem em descobrir esse idioma fascinante.
Se você topa o desafio, seja bem vindo! Vamos começar a estudar e aprender o básico da língua Chinesa de modo simples e sem complicação. Eu uso um app para android que está disponível em inglês apenas no google play, chama-se hello chinese. Vou postar aqui transcrições das aulas desse aplicativo com base nas coisas que aprendi, se algum entendido de Chinês achar algo errado, dá um sinal de gongo okay? Vamos nessa!

Introdução à Língua Chinesa




Para iniciar os estudos da língua chinesa preciso alertar vocês de uma coisa, por ser uma língua lolográfica ela vai exigir de vocês uma atenção especial, não vou dizer que vai ser mamão com açúcar porque estaria mentindo, mas prometo que será menos complicado do que você está imaginando.

Primeiramente, entendam que o Chinês é uma língua tonal, o que significa que dependendo do tom que você fale, uma mesma palavra pode ter mais de um significado. Há quatro tons representandos por acentos em sua romanização. A romanização é a forma como se escreve a pronúncia dos ideogramas, em Chinês essa romanização leva o nome de pīnyīn (em Chinês 拼音). Para a felicidade da gente, os próprios chineses estudam - e usam! - o pīnyīn, então, não surte se não lembrar o ideograma de alguma palavra, ele vai entender a romanização.
Ideogramas são os símbolos que representam as palavras. O nome ideograma é como a junção de ideia e grafia, ou seja, ideograma é uma grafia que representa uma ideia. Para clarear mais:
Esse é o ideograma
Esse o pinyin


Entendido até aqui? Se tiverem alguma dúvida perguntem, okay? Recapitulando, o ideograma é o "desenhinho" (não gosto de chamar assim porque não é a mesma coisa) e o pinyin é como se pronuncia o ideograma. Só uma nota, o pinyin da imagem acima não é a transcrição do ideograma, tá?

Bem, agora vamos falar dos tons. Isso é muito importante, pois como eu disse, uma mesma palavra pode ter quatro significados diferentes dependendo da entonação que você dê.

A essa altura você deve estar se perguntando porque eu não comecei a "ensinar" o Chinês propriamente dito, esse "rodeio" todo é essencial para entender a dinâmica da língua Chinesa, se você dominar essa primeira parte mais teórica - que é altamente necessária - vai conseguir compreender a pronúncia dos ideogramas e, assim, aprendê-los com mais facilidade. Não é enrolação, okay?

Mas, voltando, há quatro tons em Chinês e o chamado tom neutro (que eu não preciso explicar porque, se ele é neutro, significa que não tem ênfase, é óbvio demais, né?). Veja abaixo a marcação dos 4 tons:
É assim que aparecerá a grafia dos tons em pinyin, por isso também é que é importante aprender os sinais. Bom, como eu disse, cada tom desse pode determinar o significado de um ideograma com o mesmo pinyin, quer um exemplo?


Esses quatro ideogramas grafam-se com o mesmo pinyin, mas pronunciam-se de maneira diferente. O primeiro significa mãe. O segundo significa cânhamo (uma planta), o terceiro significa cavalo e o quarto significa ralhar. Há ainda o ma sem a pontuação, que indica o tom neutro, esse ma é a partícula de pergunta, mas vamos falar disso depois.

Para entender a pronúncia desses tons sem ouvir não rola, então, eu vou deixar um vídeo aqui em que o professor explica cada um deles de forma detalhada. Pratiquem os tons e memorizem a acentuação. Essa é a parte mais importante da aprendizagem do Chinês! No próximo encontro nós vamos conhecer o alfabeto Chinês de uma forma beeeem simples, okay? Deixe as dúvidas nos comentários. E vejam o vídeo, tem só 4 minutinhos.
再见!

Nenhum comentário:

Postar um comentário