terça-feira, 20 de novembro de 2018

[Livro] O vale do Terror

Original: The Valley of Fear
Ano: 1915
Autor: Arthur Conan Doyle
Páginas: 205

Sinopse: O personagem ficcional Sherlock Holmes tornou-se lendário e ainda hoje possui uma legião de admiradores. As histórias de Conan Doyle tiveram inúmeras adaptações no cinema e no teatro.Publicado pela primeira vez na Strand Magazine em 1914, e em livro no início de 1915, O Vale do Terror é uma das quatro aventuras longas escrita por Conan Doyle, junto com Um estudo em vermelho, O signo dos quatro e O cão dos Baskervilles.O centro da história se passa nos Estados Unidos, num vale inóspito do Leste, onde uma sociedade secreta implacável comete uma série de crimes e espalha terror na região. A narração tomou como base os Molly Maguires, uma organização que realmente existiu nos Estados Unidos.

Sherlock Holmes recebe um telegrama com um código enviado de um provável informante que trabalha com o professor Moriarty, a maior mente criminosa da Inglaterra. Contudo, quando a chave para o código - que deveria ser entregue por outro carteiro - não chega porque o informante teme que o chefe esteja vigiando-o, ele e Watson decidem tentar desvendar o código sozinhos e descobrem uma ameaça a um rico senhor chamado Douglas que vive num vilarejo do condado de Sussex. Porém, antes mesmo que sonhe em intervir no caso, recebe a notícia de que o homem foi encontrado morto com um tiro no rosto em uma casa onde ninguém poderia ter entrado. Assim, nós imergimos num dos casos mais fabulosos criados por Doyle.

Como em todos os livros de detetive, todos são suspeitos para nós e para a polícia, menos para Sherlock que, com uma rápida análise, consegue reconstituir todos os fatos de maneira assombrosa. Contudo, como sempre, ele não revela seus segredos a ninguém e a investigação envereda em saber como o assassino conseguiu entrar numa casa fechada por uma ponte levadiça e fosso. Além disso, há a questão da suposta traição da esposa com o melhor amigo do falecido, teriam eles conspirado para matar o homem? Num desfecho de cair o queixo e uma verdadeira jogada de mestre, somos envolvidos em uma trama de detetive que, arrisco dizer, foi a melhor que já li.

O background do personagem principal também foi interessantíssimo, a maneira que Doyle usou para nos fazer acreditar em algo e criar um plot twist que quase nos faz cair do sofá foi magistral. O melhor livro de Holmes que li até hoje e recomendo fortemente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário