quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Blind (2011)


Informações:

Título Original: 블라인드 (Beulraindeu)
Título em outros países: Blind
País de Origem: Coréia do Sul
Gênero: Suspense, drama
Ano de Lançamento: 2011
Elenco: Kim Ha-Neul, Yoo Seung-Ho, Jo Hee-Bong, Yang Young-Jo e Dolly
Sinopse: Uma estudante universitária desaparece um dia e mais tarde é descoberta como uma vítima de um atropelamento. Supondo que o sequestrador e o motorista são a mesma pessoa, a polícia começa a investigar o caso que tem duas testemunhas: Soo Ah, uma deficiente visual que um dia fora uma estudante promissora na universidade nacional de polícia, e Gi Sub, um jovem que por acaso viu o atropelamento. O caso fica ainda mais complicado quando as duas testemunhas contam diferentes versões sobre o acidente.

O que eu achei: 안녕! Eu pensei que tinha falado sobre esse filme e agora mexendo nas pastas do meu pc descobri que não! Então, como antes tarde do que nunca, vamos lá. Blind é um filme Sul-Coreano de 2011 que conta a história de Min Soo-Ah, uma jovem policial que está atrás do seu irmão mais novo que sonha em ser dançarino, ela o algema em seu carro de polícia e, enquanto voltam para casa, os dois tem uma grave discussão e acabam se envolvendo em um acidente, o irmão de Soo-ah morre quando o carro cai de uma ponte e ela, que foi lançada para fora, fica gravemente ferida. E cega. Algum tempo se passa e ela está se acostumando com a sua nova vida ao lado de Seul-Gi, seu fiel companheiro, um cachorro muito esperto que a acompanha em todos os lugares. Demitida e sem 
chance de voltar à polícia pelo que aconteceu ao irmão - ela foi considerada como inqualificada por usar as algemas e a viatura de maneira imprópria causando a morte do irmão - não resta nada a Soo-Ah além de tentar seguir a vida com outro rumo e no fundo ela se sente muito mal por não ser mais uma pessoa considerada "normal" e, convenhamos, em um mundo de "gente cega que vê", não existe muita consideração para pessoas com necessidades especiais, isso é bem colocado no filme, mas não de uma maneira a causar "piedade" ou coisa do tipo, Soo-Ah tem sentidos inigualáveis e é mais inteligente que qualquer pessoa "que vê". Certo dia, após sair do orfanato onde cresceu com seu irmão, após uma briga com a mãe que é quem gere o lugar, ela acaba entrando em um táxi de luxo e testemunhando um assassinato, mas as pistas são apenas de sua percepção o que torna o caso difícil. A notícia de uma estudante desaparecida se espalha e Soo-Ah tem certeza que ela é a garota morta pelo motorista do seu táxi, que por bem pouco não fez também ela de vítima. Mas ninguém quer realmente lhe dar ouvidos, nem mesmo o detetive Jo, encarregado do caso, principalmente quando Kwon Ki-Sub aparece contrariando alguns dos fatos apresentados pela jovem. 
Inicialmente ela e Kwon Ki-Sub se detestam, na verdade ele a detesta mais do que ela a ele. Não apenas pelo fato de ela ser cega, mas pelo fato de por causa dela ele não ter recebido a recompensa que prometiam por informações acerca do caso, que parece insolúvel, o detetive Jo não acredita no garoto achando que ele mentiu para receber a recompensa e Soo-ah está convicta que entrou em um táxi de luxo quando, na realidade, não entrou.
A relação dos dois se fortalece quando Soo-ah se torna alvo de Yang Young-Jo, o serial killer (e filho da puta, diga-se de passagem), incapaz de abandoná-la à mercê do assassino o garoto passa a ser os olhos da jovem policial, cuidando dela como pode, a cena mais marcante - pelo menos para mim - é a do metrô quando Young-Jo persegue Soo-Ah e, sem saber, ela fica cara a cara com a morte, Kwon Ki-Sub vê o assassino e telefona para ela pedindo que ela ligue a câmera do celular enquanto os dois se falam por telefone e ele passa a guia-la para livrá-la do assassino que continua perseguindo-a, ALERTA PEQUENO SPOILER infelizmente, Seul-Gi acaba perdendo a vida para salvar sua dona quando tenta retardar o monstro. Eu chorei um rio nessa cena. A partir daí, por mais que relute, Kwon Ki-Sub não consegue deixar Soo-Ah e acaba também se tornando alvo de Young-Jo, imerso na trama feita por ele, os dois parecem não ter como escapar além de enfrentá-lo e, com ele, o seu destino.
Blind é tenso e deixa você roendo as unhas do início ao fim. Pelo fato de Soo-Ah não poder ver estamos em constante apreensão por ela, há cenas que nosso coração é realmente despedaçado, o filme não conta com efeitos especiais, tem uma trilha sonora super adequada para o gênero e as interpretações foram impecáveis, até mesmo a de Dolly, o cachorrinho escolhido para fazer Seul-Gi, adorei todas as cenas dele e a interação dele com a Kim Ha-Neul. A interação entre ela e Yoo Seung-Ho, ele tem algumas partes realmente engraçadas e outras realmente tensas, seu jeito marrento e até mal educado deixa a gente meio apreensiva no início, mas o desenvolvimento do personagem durante a trama e durante sua interação com Soo-Ah é muito satisfatório e é um dos pontos realmente fortes do filme! Blind não deixou nem um pouco a desejar e foi um pouco melhor do que eu esperava dele. Este ano, o filme terá um remake Chinês protagonizado pelo ex-EXO Luhan e foi esse um dos motivos de eu ter querido tanto ver a versão original.

Trailer da versão original coreana
Trailer do remake chinês com Luhan!

2 comentários:

  1. Tenho que perguntar, onde você conseguiu ver? Estou procurando e não encontro esse para assistir e nem baixar, só acho o remake.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adriana! Então, eu baixei ele no Mahal Dramas! Tem completo lá, porque eles pegaram os dramas do antigo Dramafans. Aqui o link pra você http://s15.zetaboards.com/Mahal_Dramas_Fansub/topic/8316239/1/
      precisa de cadastro tá?

      Excluir