domingo, 30 de abril de 2017

Laputa - O Castelo no Céu

Título Original: 天空の城ラピュタ Tenkū no shiro rapyuta
AKA: Laputa: Castle in the Sky
Direção e roteiro: Hayao Miyazaki
Ano: 1989
Gênero: aventura, fantasia
Sinopse: A jovem órfã Sheeta e seu sequestrador, coronel Muska, estão voando para uma prisão militar quando sua aeronave é atacada por uma gangue de piratas aéreos liderados por Dola. Escapando da colisão no ar através de um cristal mágico em seu pescoço, Sheeta conhece o também órfao Pazu . Juntos, tentam descobrir a cidade mística flutuante de Laputa, enquanto são perseguidos por Muska e os piratas, que cobiçam o tesouro da cidade.

Está aí uma boa indicação de animação para quem gosta de uma boa história, para quem conhece o inconfundível Miyazaki. Em Laputa, a princesa Sheeta está sendo "escoltada" de volta para sua casa, mas já no começo percebemos que há algo errado, ela não está feliz e parece tensa. De repente a nave na qual estão viajando é atacada por piratas que estão atrás da levistone, uma pedra mágica que pertence a família de Sheeta desde sempre. Ela aproveita a ocasião dos bandidos para fugir de seus raptores, mas na fuga pela nave ela acaba caindo muitos metros para baixo, só que acaba sendo levitada pela pedra em seu colar, embora não tenha visto isso por ter desmaiado.
Enquanto isso, Pazu, um menino órfão que trabalha arduamente em uma mina, vê quando Sheeta está caindo e se apressa em segurá-la, ele a leva para sua pequena casa em um vilarejo nas montanhas. a obra é meia voltada para o Steampunk, e temos dentro da história várias analogias a respeito do castelo de onde Sheeta descende. Pazu conta a ela a respeito de Laputa, dizendo que seu pai morrera tentando chegar ao castelo, ele afirma que conseguirá alcançar o sonho do seu pai. Os raptores de Sheeta a localizam e começa uma árdua fuga, Pazu decide ajudá-la a voltar para casa e os dois acabam se apaixonando no processo, com Sheeta desistindo da sua liberdade pela vida de Pazu quando os dois são capturados.
Pazu se junta então aos piratas para conseguir salvar Sheeta das mãos dos sequestradores, os dois passam a trabalhar para eles em troca de serem levados ao castelo, embora Sheeta não tenha muita vontade de conhecer o lugar de onde foi uma vez que acredita que seus pais saíram de lá por alguma razão. No meio da perseguição entre piratas e sequestradores eles acabam se perdendo e caem em meio a uma tempestade onde são levados por dragões em forma de raios por um túnel e caem no castelo, seus amigos piratas em contrapartida são sequestrados pelos homens atrás de Sheeta que descobre que a tecnologia de seu pequeno país no céu trouxe caos às pessoas na terra e agora, um homem perverso deseja usar esse poder para dominar o mundo. Resta saber se Sheeta e Pazu serão capazes de detê-los e salvar suas vidas e a dos seus amigos.
Eu achei o filme ótimo, ele dosa bem emoção, aventura e um pouco de reflexão, mas o que me deixou mais animada foi o final "meio" fechado, mas surpreendentemente feliz. Coisa rara de se ver em animações japonesas, os finais geralmente são trágicos, inexplicáveis ou abertos. O filme dá aquela sensação de nostalgia pelos incríveis gráficos em 2D. Super recomendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário