segunda-feira, 16 de junho de 2014

#Livro: Um Herói Para Ela - Lu Piras

Então pessoal, eu finalmente terminei de ler Um Herói Para Ela. Quando eu comprei esse livro - impulsionada pela capa e pelo título e principalmente pela sinopse - eu imaginei todo um universo açucarado que montei a partir do que li na contracapa, resultado: Comprei o livro sem pensar duas vezes.

Resenha: Um Herói Para Ela conta a história de Bianca Villaverde, uma garota de classe média alta do Rio de Janeiro que trabalha em um decadente escritório de advocacia com um chefe tarado. O sonho de Bianca é ser roteirista, mas por causa do pai, da carência que ela sente em relação a ele, a garota de 23 anos acaba se tornando advogada e guardando para si o seu sonho de fazer filmes. Romântica incurável, Bianca acaba engatando vários relacionamentos pouco ou nada saudáveis a procura do seu príncipe encantado deixando sua mãe, Helena, cada vez mais preocupada. Quando surge uma chance de bolsa para uma Academia para Roteiristas em Nova Iorque os pais de Bianca decidem escrevê-la. De início a garota recusa, mas acaba sendo convencida pelo pai e envia um de seus roteiros, que é aprovado. Ela parte então para Nova Iorque, o palco de alguns de seus filmes favoritos como Encantada e decide encarar de frente o desafio que a espera e a chance de ter seu sonho realizado.Bianca se hospeda em um apartamento no Bronx com outras duas garotas, Nathalya uma russa de cabelo rosa cheia de marra e Mônica, uma brasileira de São Paulo meiga e aspirante a atriz. Ela imediatamente se torna próxima de Mônica que se mostra carinhosa e solidária com ela, enquanto Nathalya é fria e grossa.
Em seu primeiro dia de aula, Bianca conhece Paul, um garoto lindo e forte pretendente à príncipe encantado, ela fica encantada com ele, mas está disposta apenas a focar no seu curso. À noite, Nathalya convida ela e Mônica para ir à uma boate onde ela trabalha como administradora, por ser namorada do dono, anunciando que a banda The Masquerades vai tocar, Bianca decide recusar o convite, mas acaba sendo persuadida por Mônica. Enquanto a amiga se diverte sob o efeito poderoso do absynto, Bianca acaba saindo para tomar ar quando é surpreendida por uma gangue de latinos que tenta estuprá-la e salva por um misterioso homem. Acordando no hospital algumas horas depois, ela descobre que nada de ruim aconteceu além do susto e que seu misterioso herói não lhe deixou nada além de uma rosa branca.
Em um de seus passeios pelo Bronx para encontrar Mônica, Bianca conhece Salvatore, um misterioso garçom de beleza estonteante e cheio de mistério por quem ela se sente hipnotizada. A aproximação entre os dois é gradativa e cadenciada, a relação entre ela e Salvatore continua envolta em segredos, mas a atração é algo que Bianca não consegue negar. Paul continua insistindo em tentar algo com ela, o que Bianca recusa terminantemente por estar envolvida demais com o misterioso Salvatore que, mais tarde, ela vem descobrir ser o vocalista da fabulosa banda The Masquerades, mas também descobre que os segredos que envolvem Salvatore são muito mais sérios que isso. No meio das aventuras por Nova Iorque, músicas italianas, vidas perdidas pelo medo e o mesclar de real e imaginário, Bianca vai descobrir que os filmes não seguem o modelo da vida real e que principes encantados não estão sempre do lado do bem. A amizade entre Nathalya, Mônica e Bianca se fortalece, o amor entre ela e Salvatore se intensifica e se torna mais perigosa sob a mira da máfia italiana, a obsessão de Paul atinge o clímax e finalmente parece que tudo está perdido até que o herói finalmente se manifesta.

O que eu achei do livro: Eu confesso pra vocês que não foi em nada o que eu esperava. Eu visualizei algo completamente diferente do que li, não que eu tenha algo contra autores brasileiros, sério, não tenho eu simplesmente amo o Pedro Bandeira. Só o livro não foi o que eu esperava, isso não é crime e eu não estou dizendo que é ruim. É meio que a garota brasileira vivendo o sonho americano e entrando numa enrascada por se apaixonar por um mafioso que quer se redimir, mas ok. Eu gostei do jeito que a autora escreve, é gostoso de ler e como a história é escrita em terceira pessoa dá pra ter uma visão bem clara sobre os acontecimentos. Se você não manja do inglês esse livro vai te irritar, tem muita coisa em Inglês e em Italiano que não é traduzida. A história é boa, interessante e eu não me arrependo de ter lido, só não foi o que eu esperava. O final do livro é basicamente previsível, por mais que você chegue a duvidar em certas partes, você acaba deduzindo que não poderia ser de outro modo. Quase tudo você consegue prever, quase. Eu gostei, de 1 a 10 eu dou 8,5.

8 comentários:

  1. Amei tua resenha quero ler!Voce tem ele em pdf?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carlla, eu não tenho em PDF, eu comprei o livro mesmo, mas se quiser posso tentar achar um PDF pra você me manda seu e-mail. E obrigada pelo comentário :)

      Excluir
    2. Quero sim, procurei muito ele é só achei em epub 😕 carllinhaduarte33@gmail. com
      Eu que agradeço ☺

      Excluir
    3. Quero sim, procurei muito ele é só achei em epub 😕 carllinhaduarte33@gmail. com
      Eu que agradeço ☺

      Excluir
    4. oi, você poderia me falar onde o achou em epub por favor ???

      Excluir
    5. oi, Anastásia, como eu falei pra Carlla por email, não há o arquivo digital desse livro disponível na internet. Eu procurei em todos os sites e não encontrei. No máximo, você acha uma prévia de vinte páginas.

      Excluir
  2. Amei tua resenha quero ler!Voce tem ele em pdf?

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir