sexta-feira, 5 de outubro de 2018

[Livro] O Projeto Rosie

publicação: 30 de janeiro de 2013
Autor: Graeme Simsion
páginas: 304

Sinopse: Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.

Exceto as mulheres.

Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.

Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.

O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.

"Os seres humanos muitas vezes deixam de enxergar o que está perto deles e que parece óbvio para os demais."

Conheci esse livro quando ainda acompanhava o canal do Bruno Miranda e ele recomendou tanto que fiquei com vontade de ler. Algum tempo depois peguei o ebook e coloquei no celular, mas até então não tinha pego para ler. Finalmente esse ano minha irmã comprou um após certa insistência minha e, por ter concluído a meta de leitura em Agosto, decidi por mais livros e o incluí nesta.

A história gira em torno de Don Tillman, um geneticista meticuloso e insensível que criou um projeto para encontrar uma potencial parceira para se casar e, como diz ele, "reproduzir". Contudo, sua limitação em relações sociais lhe impede de ter uma interação eficiente não somente com mulheres (mas principalmente com elas). Embora não especifique com clareza, deixa a entender que Don tem alguma doença do espectro do autismo de modo leve a moderado. Ele é professor numa universidade conceituada da Austrália e só tem dois amigos, Gene e Cláudia, um casal de psicólogos que tem dois filhos e vive um relacionamento "aberto" mais por parte dele que por ela.

Gene e Cláudia estão tentando ajudá-lo com o projeto esposa e, por Gene, Don acaba conhecendo Rosie, uma garota excêntrica completamente inadequada para as rígidas exigências do geneticista do que seria uma parceira ideal, contudo, há algo em Rosie que mexe com Don, mesmo que ele não perceba isso logo de cara. Rosie está a procura do seu pai biológico e, como geneticista, ele se propõe a ajudá-la fazendo a testagem de todos os médicos com quem a mãe dela pode ter dormido na festa de formatura da universidade.

Começa então uma aventura pela "captura" de material para a testagem que vai bagunçar a vida certinha e cronometrada de Don em um verdadeiro caos de diversão e imprevisões. Com o passar do tempo e dessa aventura, ele acaba conhecendo Rosie melhor e, sobretudo, conhecendo a si mesmo numa mistura emocionante e divertida da descoberta do primeiro amor e do reconhecimento e autoaceitação das próprias limitações.

Achei o livro muito fofo, engraçado até, conseguiu me tirar umas risadas. Talvez por usar de um humor mais intelectual e até mesmo científico a gente poderia dizer, pode não agradar a todo mundo, mas achei a história no geral bem contada e a narrativa tão leve apesar da abordagem mais metódica e científica do geneticista, é um bom livro pra passar o tempo, descobrir algumas coisas interessantes e aliviar um pouco qualquer tensão ou pensamento ruim que se possa ter. Indico.

"Por que nos focamos em certas coisas em detrimento de outras? Estamos dispostos a arriscar nossas idas para salvar alguém de um afogamento e, no entanto, não fazemos a doação que poderia salvar dúzias de crianças da fome. Instalamos painéis solares quando seu impacto na redução das emissões de gás carbônico é mínimo - e que na verdade pode até exercer um impacto negativo no ambiente, lse levarmos em consideração a fabricação e instalação - em vez de contribuir para projetos de infraestrutura mais eficientes." (p. 113)

Nenhum comentário:

Postar um comentário