quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Como eu me organizo?


Olá, pessoinhas! Feliz Ano Novo (e eu espero que seja feliz mesmo!) ou, como dizemos em chinês 新年快乐!

O post desse comecinho de ano é um pedido da Jane, uma amiga do peito que quer uma dicas de organização de estudo e tempo. Também é um incentivo para Roberta, uma outra amiga minha, tomar um rumo na vida. A coisa é que eu não sou lá por dentro de métodos de organização nem nada do tipo, então tudo que vou escrever nesse post é o que eu faço e como organizo as minhas coisas para manter um tempo para cada uma e não negligenciar nada. E isso funciona pra mim, pode não funcionar pra você, mas nada que não consiga ser adaptável ao hábito de cada um.

Organizando o tempo e as atividades

Bom, pra começo de conversa, é preciso dizer que a organização é como um hábito, além de ser algo que precisa de exercício é necessário que você coloque todo o seu empenho nisso, porque se você se permitir relaxar, vai tudo por água a baixo. Pra isso, ano passado, eu criei um método que batizei de "Desafio de 40 dias", consiste basicamente em fazer uma lista dos hábitos que você quer adquirir e segui-los a risca por 40 dias, depois disso, se torna rotineiro e você já faz comumente como parte da sua rotina diária. Vou deixar aí embaixo a tabelinha que eu usei para fazer o controle de criação de hábito, todo dia, sempre que você consegue, marca um quadradinho!

Desafio 40 dias
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
1ª Dezena: Está apenas começando e sem dúvida é a parte mais difícil. Você provavelmente vai querer desistir no segundo dia, não faça isso. Persista.
2ª Dezena: Seu corpo está estranhando as mudanças, é normal. Ainda há aquela resistência em descartar os velhos hábitos, mas não caia nas armadilhas da sua preguiça!
3ª Dezena: Estamos quase lá! Provavelmente se você estiver fazendo tudo certo nessa dezena as coisas devem estar melhorando um pouco e estará sendo mais confortável. O pior já passou, mas não relaxe ainda.
4ª Dezena: Quase no fim! Logo isso tudo virará rotina! Vamos lá, foco! Só mais dez dias e isso não será mais uma tortura!
















Então é isso, se funcionar, em 40 dias você conseguiu o hábito de se organizar.
Bem, partindo para a organização em si, em 2018 eu virei adepta do bullet journal como falei pra vocês, tinha em mente que queria organizar melhor meu tempo e, por mais que tenha passado por alguns percalços, a coisa realmente funciona. Pra quem não conhece, o bullet journal é uma espécie de agenda aberta e personalizável que a pessoa faz e tem o controle sobre tudo. Eu comprei um caderno pautado comum para fazer o meu, pedi que minha irmã encapasse e, no ano passado, desenhei cada folha eu mesma. Vou pôr algumas fotos pra vocês verem [clique nas imagens para ampliar]:





 Nessas páginas de meses, eu selecionava as tarefas e ia pintando coloridas para as cumpridas e vermelhas para os dias em que não conseguia cumprir. A mesma coisa com os hábitos de cada mês.




Para esse ano, eu usei o mesmo caderno, mas decidi que não queria desenhar, então optei por um design mais simples e procurei algumas imagens na internet para decorar as páginas de lista. Cortei e colei no caderno. Outra coisa foi que optei também por começar a agenda dia 07 de janeiro, porque essa semana há algumas coisas ainda que eu quero organizar e não deu pra fazer semana passada.
 Para esse plano de estudos eu uso uma agenda a parte para anotar as matérias que serão estudadas a cada dia e deixei também um espaço para anotações de eventuais imprevistos que me impeçam de estudar algum dia ou lembretes de reforço em alguma matéria.
 A página dos animes desse ano eu decidi separar com uma tabela discriminando o número de episódios, assim, nos meses mais folgados ou mais livres eu posso ver os maiores, como é o caso de Janeiro em que comecei a ver Hana Yori Dango. Deixei também um espaço para ir marcando os que já vi e, assim, tendo um controle de quanto assisti.

 Na página dos dramas eu também decidi fazer mais ou menos como a dos animes, com a diferença que coloquei onde vou ver o drama para ter uma noção dos que tem online e dos que vou precisar baixar, assim, dando prioridade para os que tiverem online (para os dias que minha internet não cooperar, claro)
 Na página mensal  eu também quis imprimir as tabelinhas de hábito e, além disso, pus todas as tarefas em mandarim para me forçar a relembrar palavras aprendidas e as novas. Cortei também uma tabelinha para os livros e os programas do mês. Cada dia em que cumprir a tarefa proposta eu marco um quadradinho de verde, quando não, marco de vermelho, assim, no fim do mês eu posso avaliar o que eu fiz para dar certo ou o que eu preciso rever para marcar menos quadrados vermelhos no mês seguinte.
 Deixei separada também uma página para as postagens no blog. Cada mês eu vou tentar fazer uma panorâmica de postagens para ter um controle melhor da atualização ^^
A organização do mês de janeiro foi bem simplinha como podem ver. Estou colocando os cabeçalhos em mandarim para me forçar a lembrar as palavras e ordem temporal já estudadas. Cada tarefa cumprida leva um ✓ e as não cumpridas levam um X.

Basicamente o que eu faço é:
  1. Definir um horário para acordar. Ano passado era as 8h, esse ano eu pus a meta de 6h pro dia ficar maior e eu ter mais tempo. A partir dessa hora de acordar é que você pode definir as outras coisas.
  2. Tempo de estudo. Eu me mantenho um pouco mais produtiva na parte da tarde, então foi o horário que eu coloquei para estudar. Depois do almoço, mais ou menos a partir da 13:30, eu começo separando uma hora para cada matéria com pausas de 15 minutos entre cada uma. Nesses horários, colocar o celular em modo avião, desconectar o computador da internet, manter o foco somente no que está fazendo.
  3. Assim como acordar, defina uma hora pra dormir. Controlar o sono é um dos meus maiores desafios. Por isso, manter uma rotina de sono regular vai ajudar muito tanto no foco como na rotina de organização. Como eu acordo às 06, minha hora de dormir ficou às 23h.
  4. Mantenha o controle das suas atividades. Ter o controle do que você está conseguindo fazer durante o dia ajuda a repensar as coisas que não está e o que você pode fazer para colocá-las de maneira eficaz na rotina.
  5. Consiga coisas que te motivem. Desde chamar uma amiguinha para partilhar dos mesmos métodos e trocar figurinhas sobre o que está funcionando e o que não está, até encher-se de coisas que te puxam para aquela atividade, no meu caso, para me motivar a focar no estudo, eu dou uma atenção aos itens de papelaria que posso comprar.
  6. Toda a ajuda é válida. Use todas as ferramentas que pode para auxiliar tanto no foco quanto no aprendizado. Quanto mais aquilo for interessante pra você, melhor vai ser.
  7. Escreva sua rotina. Eu imprimi a minha rotina e preguei no guarda-roupas. Se funciona com você, faça isso, vai dar uma panorâmica no seu dia e em como você precisa dividir o tempo para caber todas aquelas atividades nele. Além disso, se você puder, coloque horários em cada atividade e tente cumpri-los rigorosamente.
  8. Mantenha um calendário perto. Eu imprimo meu calendário por mês. O desse ano eu imprimi nesse site que disponibilizou três designers lindos de graça, é daqueles calendários que cada dia vem com um espacinho pra escrever, pra mim é ótimo não apenas para os aniversários, mas para marcar as matérias do dia e ter um controle do número de palavras que eu tenho que escrever por dia. Site: https://www.vipapier.com/blogs/vipapier/calendario-planner-mensal-2019-para-download 

Organizando o caderno

Eu aprendi na prática que um caderno organizado é não apenas bom para revisar as matérias, mas para nos motivar a estudar também. Na época da escola, apesar de eu ser organizada (pelo menos com as matérias que gostava), eu não era tão metódica como eu sou agora. Ano passado meu foco estava todo no mandarim, mas esse ano as matérias de estudo aumentaram e eu vou intercalar o inglês com o mandarim também, então vai ter uma gama de cadernos para manter organizado. Como ilustração eu vou pôr algumas fotos dos meus cadernos de mandarim e falar como eu organizo meu caderno e como vou fazer esse ano.
[Clique nas fotos para ampliar]




Esse é meu primeiro caderno de mandarim, quando comecei estudando com o aplicativo, apesar de organizado, no começo ele não tinha muita "frescurinha" haha. 




~

Esse já é o caderno atual, o que eu uso para o curso do Xiao Mandarim, ele fica um pouco mais simples porque as aulas dela são bem objetivas.



Aí em cima tem alguns dos itens de papelaria que eu mais gosto. Infelizmente, tanto os post it quanto as canetas stabilo e em gel são muito caras aqui, então não posso comprar sempre e, quando posso, compro logo muitas. Também uso muito marcador de texto de diferentes cores, gosto muito dessas canetas hidracor da Faber Castell pra praticar os ideogramas e fazer títulos e uso canetas coloridas comuns também.

Então aí vai as diquinhas pra ter um caderno bonitinho:

  1. Faça um rascunho. Pega um caderninho ou um bloco de rascunho mesmo pra escrever as aulas ou as anotações enquanto estuda e, só depois, escreva no caderno, assim você se permite errar com vontade e pode ir anotando tudo com fluidez pra não perder nada. Quando você for reescrever no caderno além de estar revisando, vai ficar mais livre pra decorar e separar as partes mais importantes em destaques.
  2. Quanto mais cor, melhor. Sério, use post it, caneta colorida, desenhe quadros, use marcador de texto, procure modelos de título na internet, use adesivos... Você tem que olhar o seu caderno e, além de entender o que está ali, sentir orgulho do que fez.
  3. Pule Linhas. De um parágrafo para o outro, de um tópico para outro, do fim de um parágrafo para um novo título. Sempre deixe linhas vazias para dar uma impressão de organização maior.
  4. Desenhe. Eu também não sei desenhar, pessoas, mas tentem. Qualquer coisa é válida pra você lembrar. Como na primeira foto do meu caderno, eu desenhei e pintei uma rosa dos ventos pra me lembrar das direções em mandarim. Isso vale pra qualquer matéria, desenhe ou cole tudo que conseguir e ajudar a lembrar palavras, fórmulas, ou situações. Além do caderno ficar bonito, você vai memorizar as coisas com muito mais rapidez.
  5. Nunca deixe pra depois. Não caia na história do "depois eu passo a limpo", sério, não faça. Isso acumula muita matéria e depois você fica com preguiça e escreve de qualquer jeito. Assim que terminar de estudar passe imediatamente tudo que você fez pro caderno principal. Organizadinho e bonitinho. Além de estar revisando o que viu na aula, nesse momento você vai perceber se escreveu tudo certinho ou se deixou algum detalhe de fora que atrapalha seu entendimento da matéria.

Aplicativos que podem ajudar

Forest -> esse aplicativo é parecido com um pomodoro, só que te dá um certo incentivo a mais pra manter o foco porque a cada ciclo concluído você ganha uma arvorezinha na sua floresta. E ela vai crescendo por mês e por semana. Você também pode conferir um gráfico do seu desempenho e até mesmo personalizar a floresta. Muito válido. Além disso, seu celular fica incomunicável enquanto você está usando o que impede de ver aquelas mensagens de whatsapp ou aquela notificação do facebook.
Clear Focus e Pomodoro timer -> também para android. Já usei os dois, são equivalentes, mas o vermelho deles me dava nos nervos então o forest me serviu melhor por ser verdinho (é coisa minha gente, não curto vermelho).

Mandarim:

Hello Chinese -> é o app de onde tiro as aulas que posto aqui. Tem disponível pra android e a versão nova apesar de vir com umas melhorias deixou um pouco a desejar em matéria de revisão.
Chinese Skull -> semelhante ao anterior, ele manter o melhor da versão antiga do hello, além de ter uns joguinhos bem bacanas que não precisam de internet ao contrário do hello. A coisa é que o sistema do Chinese Shull é de uma ordem diferente do Hello, então é bom usar um de cada vez pra acabar não endoidando com tanto vocabulário.
HSK 1-6 -> esses você acha tudo junto ou separado no play store. É como flashcards explicados sobre os ideogramas que caem em cada prova do HSK que é o TOEFL do mandarim. Eu já usei o 1 e o 2 e gostei muito. Vale a pena.

Japonês:

Obenkyo -> além de vir com jogos de memorização dos alfabetos, o app ainda traz explicações gramaticais e outras funções que ajudam no estudo da língua. É uma ferramenta ótima pra revisão.
Japanese Study -> O app que me ensinou o hiragana! Seu método de repetição acaba fazendo você aprender pelo cansaço mesmo. Se isso funciona com você baixa que é sucesso.
Human Japanese -> esse app é ótimo, infelizmente só tem disponível em inglês (pelo menos até a última vez que baixei), mas além de trazer toda uma contextualização para a língua é cheio de ferramentas que ajudam a entender a mecânica de funcionamento, pronúncia e escrita.

Inglês: 

Esse tem aos montes. Eu baixei recentemente alguns para testar já que vou voltar a estudar, então aí vai:

English Grammar in use -> o mais bacana desse app é que ele usa a gramática do dia a dia mesmo, não aquela padronizada que a gente aprende nos livros. Mas a melhor parte mesmo são as histórias pra você ouvir com algumas perguntinhas pra testar seu entendimento e mais, em todos os tipos de inglês: americano, britânico, australiano, o inglês "travado" dos japoneses. Sério, é ótimo!

IELTS Listening -> esse eu não baixei ainda, mas salvei pra testar depois, basicamente promete ser uma ferramenta com vocabulário do IELTS (outro teste de proficiência de inglês). Tem esse mesmo app do TOEFL.

Esses são só alguns, de inglês tem aos montes, é só ir baixando e ver o que melhor serve pra você.

Acho que é isso, gente. Se quiser saber mais só deixar aí nos comentários que eu respondo ^^ espero que isso tenha ajudado alguém e se quiser estudar comigo me manda um email no contact me lá em cima que a gente pode ver um esquema que ajude todo mundo ^^

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário