sexta-feira, 12 de abril de 2013

Upset :/

Nem acredito que a semana de provas finalmente acabou! Que o pesadelo acabou, não que eu tenha deixado o luto de lado, de alguma forma a gente permanece de luto pra sempre dentro da gente, mas agora eu me sinto um pouco mais "firme" para me aguentar de pé, antes parecia que eu estava mole, sem chão, sem forças. Agora quero retomar minha leitura e voltar a escrever...
Estou chateada com algumas coisas, principalmente com o fato de que algumas pessoas devem pensar que eu sou idiota - Não que elas estejam completamente erradas, não estão. - mas eu não sou tão idiota assim a ponto de não perceber as coisas a minha volta. Gente que nem fala comigo, que não da a mínima para minha existência e insiste em estar em todas as minhas redes sociais, o que esse povo tem na cabeça? - Provavelmente nada. - Outros ficam me cercando mesmo depois de eu ter dado todas as deixas de que não quero papo. Fala sério, eu não sei quem é mais louco, eu ou eles. Se teve algo que eu fiz certo - e provavelmente tenha sido a única coisa certa que eu fiz ultimamente. - foi desistir de algumas pessoas, deixar de lado e simplesmente dar a elas o lugar que elas querem ter na minha vida. Antes eu tinha de fingir que não me importava, mas isso mudou, agora eu não me importo mesmo. É como se seu coração finalmente cansasse de apanhar e deixasse de lado, perdesse o encantamento, visse que aquilo não era pra você, não te servia. Me sinto melhor com isso e espero que não aconteça mais.
Minha mãe ta pensando em me mudar de psicólogo, em parte eu apoio a decisão porque vou me livrar da terapia de grupo, se há algo que me irritava era aquela terapia, eu não me encaixava ali, as pessoas pareciam ser de outro planeta que não era o meu problema... Não tinha conexão nenhuma com o que elas sentiam e parecia que eu sempre estava no lugar errado, as vezes eu penso que não nasci para ser sociável. É estranho. Vamos ver no que dá, já que o jeito é viver drogada então vamos viver drogada então... Na terça eu ainda tenho que fazer uma prova que perdi, mas é coisa rápida - pelo menos eu espero! - quero aproveitar ao máximo a semana em casa, a faculdade tem virado um reformatório pra mim, uma maneira mais intensa de tortura psicológica que só promete piorar - e vai!
Não me sinto bem. Não tenho porque mentir sobre isso... Os meus sonhos se tornaram pesadelos que pioram a cada dia, me sinto perdida sem chance de ser salva e sem ter para onde fugir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário