domingo, 21 de fevereiro de 2016

Anime-Se! - Especial: Os Ecchis que não me orgulho de ter visto! (+18)

Oi, pessoinhas!

Então, já tem um tempo desde que eu postei o último Anime-Se! e já era mais que hora de voltar. Com o tempo meio limitado e minha recente péssima rotina de sono, não tenho tido como colocar minhas séries em dia, mas eu chego lá. Hoje eu estou trazendo dois Ecchi com o tema incesto que eu não me orgulho nem um pouco de ter assistido, acontece que, depois que eu vi Boku wa imouto ni koi wo suru eu comecei a achar que todos os animes de incesto iam ser "fofos" e me ferrei bonito com essa crença! Por indicação eu assisti a esses dois animes que vou falar hoje e foi uma experiência entre o chocante e o nojento! Nem vou falar de School Days que eu vi faz muito tempo (tanto que mal me lembro), mas cujo final eu infelizmente lembro até hoje e eu digo: não vale mesmo a pena! Então, sem mais delongas, vamos ao que interessa:

Informações:

Título Original: ヨスガノソラ
Episódios: 12
Gênero: Ecchi, Incesto, RPG, Harem


Sinopse: A história é sobre o estudante Kasugano Haruka que se tornou orfão junto com sua irmã gêmea Kasugano Sora que perderam seus pais em um acidente de carro. Devido à tragédia, os dois voltaram para a cidade do interior chamada Okukosome e agora vivem na antiga casa o­nde o pai deles trabalhava como médico. Ainda em luto pela perda dos pais, Haruka passava todo tempo preso em casa sem conseguir se adaptar ao novo ambiente, mas, graças ao apoio do seu novo amigo Ryouhei, da vizinha Nao, da antiga amiga de infância Akira e de sua amiga Kazuha, ele consegue superar a tristeza e volta a viver feliz.

Yosuga no Sora foi o segundo anime do gênero que eu vi depois de Boku wa imouto ni koi wo suru, por recomendação dos demais no site que disseram que era muito bom. O anime é baseado em um jogo de RPG e é importante saber disso porque do contrário vai se perder um pouco quando estiver vendo (se você for mesmo querer ver isso!) ele conta a história de Haruka e Sora, dois irmãos gêmeos que ficaram órfãos e se mudam para uma cidade do interior na casa onde o pai deles trabalhava, moram sozinhos e Haru, como é chamado, cuida da irmã Sora que tem uma saúde frágil. Lá ele conhece várias garotas com as quais vai ter relacionamentos distintos, como eu disse, o anime foi baseado em um jogo de RPG, aqueles jogos que cada escolha do personagem gera uma consequencia e traça uma história, assim, cada capítulo do anime conta como aconteceria o relacionamento de Haru com cada uma das garotas sendo os três últimos reservados para o seu relacionamento com a irmã gêmea, Sora. Por isso a história no anime toma diferentes caminhos, voltando e recomeçando de algum ponto, o que quer dizer que, a cada novo capítulo é como se o capítulo anterior não tivesse acontecido.
Em cada um dos envolvimentos Haru acaba na cama (ou em qualquer outro lugar) com uma das personagens e esses momentos apesar de não serem exatamente explícitos, porque senão seria classificado como Hentai, são bem... como direi? São suficientes para você se perguntar se isso é mesmo um ecchi, então temos diálogos um pouco diretos demais e cenas bem desconfortáveis se você não é o tipo que vê sacanagem.
Uma das primeiras com quem ele se relaciona é (se não me engano, me perdoe se a ordem estiver errada), Kazuha Migiwa, ela é filha de um homem rico, mas não deixa isso lhe subir a cabeça em uma festa no santuário onde ela se apresenta, Haru a leva para o quarto dela e... bem, o resto vocês tiram por si próprios né?
A outra é Akira Amatsume, Filha de uma família devota, Akira sempre vive sozinha mas alegre na propriedade de um santuário. Akira é muito energética e contagia aqueles ao seu redor, com uma personalidade inocente, faz amizade com grande facilidade, Haru "pega" ela no quarto dela também. Nao Yorihime é vizinha de Haru e Sora, ao que pude entender ela já havia dado em cima dele antes quando os dois ainda eram pequenos e Sora viu tudo por isso a odeia. Ela é a última relação de Haru antes de Sora e ele pega ela no quarto dele com direito a visualização bizarra de Sora que, como vocês devem imaginar, não reagiu nada bem. De todas as outras, Nao é a única que parece realmente ter uma relação firme com Haru inclusive chegando a participar afetivamente dos episódios com Sora. A irmã de Haru é o último arco, inicialmente ele não sabe dos sentimentos dela, embora sinta algo por ela e note o quanto ela fica incomodada quando Nao está perto dele. Quando nasceram, Sora passou muito tempo no hospital por causa da sua saúde muito frágil, o que fez com que Haru deixasse de vê-la como irma quando ela voltou para casa, pois a convivência entre os dois foi muito pouca, a personalidade de Sora não é das melhores, ela é geniosa, manipuladora, egoísta e mimada.
Certa noite, quando vai beber água - e essa foi uma das cenas mais bizarras do anime! -, Haru vê a porta do quarto da irmã entreaberta e a escuta sussurrar o nome dele, quando ele para pra ver ela está... não há uma palavra mais sutil pra isso, se masturbando e chamando por ele. Inicialmente ele fica chocado com o que vê e depois ele fica excitado com aquilo. Sora acaba tendo febre e ele cuida dela, é quando os dois tem sua primeira vez (nesse sentido mesmo!) e não é agradável de olhar, vão por mim. Eles fazem o que podem para esconder isso na escola, mas os demais percebem que eles tem ficado muito juntos, e um dia quando Haru deixa o celular na sala e Kozue Kuranaga acaba encontrando, Nao se oferece para levá-la à casa de Haru para devolver e quando chegam lá as duas pegam Haru e Sora... em uma situação não muito bonita. Depois disso, Haru se recusa a tocar em Sora sentindo-se culpado pelo que estava fazendo, então Sora decide se atirar em um rio cuja lenda diz que eles podem renascer como outra pessoa, e ela espera renascer como alguém que possa amar o irmão livremente. Haru a impede e os dois quase morrem, mas Sora consegue salvá-lo.
De um modo geral esse anime é meio bizarro, eu já tinha visto Harens e Harens inversos, mas nada perto disso! Há muita coisa... "explícita" em Yosuga no Sora e pode deixar o expectador bem surpreso.

Mas se Yosuga no Sora foi impressionante pra mim, o próximo anime que vou falar me deixou tipo:
Gente, que p**** é essa?
Informações:

Título Original: あきそら (Literalmente Céu de Outono)
Episódios: 3 OVAS
Gênero: Incesto, Ecchi, Drama, Harem

Sinopse: Desde que ele era uma criança, Sora Aoi sempre trocaram palavras de "eu te amo" com a sua atraente irmã mais velha Aki. Agora, como ele vem de idade, ele acha muito mais difícil de trocar essas confortos como fizeram nos tempos mais simples. Quando Aki demonstra seus sentimentos em relação a ele para ir além do amor de uma irmã, Sora encontra-se questionar seus sentimentos por sua irmã. Percebendo seu afeto um pelo outro, eles consumam seu amor em segredo.

Perto desse anime, Yosuga no Sora é inocente!! Essa foi outra indicação de animes com incesto e nele conhecemos a relação incestuosa de Sora com a sua irmã Aki, ele também tem uma irmã gêmea chamada Numi.
Desde crianças, Sora e Aki sempre foram muito próximos, principalmente na hora de tomar banho, eles compartilhavam uma intimidade não muito além do permitido até então, mas quando Sora começa a olhar para a irmã de outra forma as coisas começam a ficar diferentes. Ainda assim ele tenta tratá-la normalmente, quando certo dia ela o convida para tomar banho com ele, e eu vou logo dizer, essa Aki é uma tarada sem escrúpulos, pode apostar! Nesse momento ela descobre que Sora se excitou por causa dela e... não sei se é bem a colocação correta, mas ela "masturba ele", se é que se pode fazer isso, enfim, ele fica muito envergonhado - apesar de ter realmente gostado disso - e passa a fugir dela.
Quando Aki finalmente o enfrenta ele assume o que sente por ela e os dois consumam o ato por assim dizer e é ainda pior que Yosuga no Sora! Os diálogos desse são muito mais "intensos" digamos assim, e só o fato de ter dois irmãos naquela posição é totalmente estranho, mesmo que o mesmo aconteça em Boku wa imouto ni koi wo suru, a coisa é mais leve, não tem essa carga sexual explícita e é mais focado realmente nos sentimentos dos personagens, Aki Sora é voltado para a safadeza da Aki que não tem limites, mas não para por aí! Depois de consumarem o fato mais vezes do que provavelmente o corpo humano pode aguentar, eles decidem manter o relacionamento em segredo tendo a certeza que ninguém vai aceitar, mas Nami sabe o que está acontecendo, embora não saibam que eles estão dormindo juntos, ela desconfia dos sentimentos deles e o que Sora desconhece é que Kana, a melhor amiga de Nami, é apaixonada por ele, e Nami é apaixonada por ela. A gêmea de Sora faz de tudo para armar um encontro para eles, mas acaba seguindo-os e vê quando Kana... bem... "ataca" Sora. Eu devo dizer que Sora, apesar de não ser inocente de nenhum modo, é realmente atacado nesse anime, pela tarada da irmã, Aki, pela tarada disfarçada de tímida da Kana e, por esse último motivo, desperta a fúria de Nami que é apaixonada por Kana e não consegue admitir, ela queria ser menino para poder dar a amiga o que Sora pode dar, se é que me entendem. Então, em um momento de fúria, ela ataca Sora e a gente acha que ela vai... bem... "cortar fora", mas na verdade o que ela faz é abusar dele, literalmente abusar! E ele deixa, tá? Cara, isso é bizarrérrimo! Acho que só perde pro sonho prá lá de tosco que a Nami tem com a Kana no qual ela tem um... sabe né? E consegue pegar a amiga e não é uma cena nada bonita.
Sora

Aoi Sora: Ele não é nenhum santo, realmente, mas é mais atacado no anime do que ataca. É mais novo que Aoi o que me faz crer que ela basicamente abusou sexualmente dele, ainda que com certo consentimento. Também é "atacado" por Nami e Kana. Sora tem uma personalidade tranquila, gosta de cuidar de Aoi e Nami, a primeira porque é inútil e a segunda porque é alguns minutos mais nova que ele. É muito tímido e não se impõe muito.

Aki
Aoi Aki: É a irmã mais velha de Sora e Nami, é uma excelente atleta e boa nos estudos, ainda que em casa seja totalmente imprestável, incapaz de limpar o próprio quarto, não sabe cozinhar e sua maior especialidade é tirar a blusa, andar seminua e atacar Sora em qualquer momento que possa.
Segundo a própria ela gosta do irmão desde sempre e tinha medo de que ele não gostasse dela também, mas basicamente ela atacou o guri no banheiro e em todas as vezes que estavam sozinhos. Amor bizarro.

Nami
Aoi Nami: É a irmã gêmea de Sora, ela o detesta em parte porque, dos dois, ela queria ser o garoto na relação, já que Kana, sua melhor amiga, é apaixonada por ele. Nami nunca revela sua sexualidade abertamente, ainda que saibamos que ela é lésbica. Vive brigando com Aki por "monopolizar" Sora e tratá-lo como um namorado.






Kana Sumiya: É a melhor amiga de Nami e apaixonada por Sora. Ela não sabe dos sentimentos de Nami por ela e é muito apegada à irmã de Sora por ela tê-la salvo de um rapaz que a estava intimidando. Apesar de ter essa carinha de tímida e meiga, ela ataca Sora também e é realmente nojento.




Aki Sora é classificado como Ecchi por não ter nada explícito da cintura pra baixo eu acho, porque pra mim é +18 do mesmo jeito! As cenas são chocantes de verdade e deixam você meio "Que foi isso?" ao contrário de Yosuga no Sora é um anime mais focado no psicológico dos personagem e no seu alto grau de tara uns pelos outros. Em 3 OVAS teve mais cama que em um ecchi comum tem colos desnudos.
Em nenhum dos dois casos eu veria de novo, certamente não assistiria isso com a minha irmã ou com qualquer pessoa que seja e se tivesse a opção "deletar cenas" no meu cérebro eu apagaria os dois com toda certeza! Mas fica aí o Anime-Se da vez!

Nenhum comentário:

Postar um comentário