quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Splash splash love

Informações:

Título Original: 퐁당퐁당 LOVE (Pongdangpongdang Love)
Título Mundial: Splash Splash Love (literal)
Roteiro: Kim Ji-Hyun
Direção: Kim Ji-Hyun
Ano: 2015
Gênero: Fantasia, Histórico, Comédia, Romance
País de Origem: Coréia do Sul
Capítulos: 2
Elenco: Yoon Doo-Joon, Kim Seul-Gi, Jin Ki-Joo e Ahn Hyo-Seop

Sinopse: Dan Bi é uma estudante colegial que precisa passar no Suneung (Vestibular). Ela desistiu de estudar matemática devido ao stress. No dia do teste, ela caiu em uma fenda no tempo-espaço e pousou na era Joseon. Lee Do é um rei imparável que recebeu o trono ainda jovem e por isso se vê obrigado a se esforçar muito em todas as suas atribuições.

O que eu achei: Gente, que mini drama mais amorzinho *U* vocês não tem noção dos surtos de fofura que eu tive com a minha irmã enquanto a gente assistia!! Dan Bi vai fazer o vestibular, ela sabe que daquela prova depende todo o seu futuro, e não ajuda nada a pressão da mãe e dos professores sobre ela. E sua maior fraqueza é matemática (te entendo, Dan Bi, amiga, sofremos desse mal!) no caminho para o teste começa a chover e ela acaba deixando o guarda-chuva dentro do ônibus, enquanto vai para escola ela pensa em todo o peso de responsabilidade que cai sobre ela, e temendo o que vai acontecer por não se sentir segura para passar ela foge indo parar em uma praça, deseja de coração ser levada para longe quando ouve o som de tambores e, em uma poça de água, ela vê uma estranha imagem. Um pouco apreensiva, mas desejosa de fugir daquela realidade, ela pula dentro da poça e vai cair na dinastia Joseon bem no meio de um ritual para pedir chuva. Ao verem a aparição os conselheiros do rei pensam que ela é uma ninfa ou fada, e Dan Bi pensa que eles estão gravando um drama epico (o que é muito engraçado), até que descobre que as espadas apontadas pra ela são bem reais e se apavora dizendo a todos que é uma colegial que em coreano soa do mesmo modo que "eunuco". O rei Lee Do, cético como só ele, interroga a garota - que ele acha que é rapaz - e quando planeja cortar o braço dela Dan Bi mente dizendo que é uma matemática. Ele então dá a ela um complexo problema de pitágoras e pede que ela resolva em dois dias, Dan Bi resolve o problema em menos de cinco minutos na frente de Lee Do, mesmo não sendo tão boa em matemática e o rei a recruta para ensinar a ele tudo que sabe. Assim, ela se disfarça de homem para ter mais acesso ao palácio e começa a ensinar matemática a Lee Do.
O rei Lee Do nos matando de rir.
Com a convivência ele vai se apegando ao jeitinho fofo, engraçado e direto de Dan Bi e mesmo quando descobre que ela é uma garota continua agindo como se não soubesse apenas para mantê-la segura e perto dele. Nesse passado a menina descobre muito dos seus conhecidos do século XXI encarnados como membros do palácio, seu professor é o eunuco que serve a Lee Do, sua melhor amiga é a rainha e sua mãe é a mãe do rei. Com a proximidade entre Lee Do e Dan Bi o pai da rainha começa a desconfiar e manda se livrar de Dan Bi, o rei faz de tudo para protegê-la tendo inclusive que lidar com o fato de que ela vai embora quando chover novamente. A atração entre os dois aumenta ao ponto de se tornar incontrolável, eles se apaixonam de verdade e mesmo que o mundo conspire contra o amor que sentem, o rei está disposto a fazer o que for preciso para manter Dan Bi ao seu lado, mas o que ela não sabe é se consegue abandonar a era que conhece e mudar a história em nome dos seus sentimentos.
Foi um drama de dois episódios, mas muito mais fofo que muito drama de 20! E teve mais beijo que muitos deles também! Tem cenas para todo tipo de expectador e a maioria delas hilariante, de fazer a barriga doer e as bochechas terem cãibra! O entrosamento dos atores foi fantástico, o enredo bem escrito e tem horas que você acha realmente que tudo vai por água abaixo! Para aquelas que procuram uma história bonita, fofinha e que conta um pouco da história da Coréia, esse drama está mais que indicado, se eu pudesse dar uma nota a ele de zero a dez, daria doze!

Esses dois... fofura define!




Nenhum comentário:

Postar um comentário