segunda-feira, 14 de novembro de 2016

[Anime-Se] Rakudai Kishi no Cavalry


Título Original: 落第騎士の英雄譚 
Romanização: Rakudai Kishi no eiyūtan
Tradução e outros títulos: A Tale of Worst One / Rakudai Kishi: Um Conto do Fracassado/ Chivalry of a Failed Knight
Diretor: Shin Oonuma
Criador: Riku Misora
Emissora de televisão original:Tokyo MX
Episódios: 12
Gênero: Ecci, romance, ação, fantasia, comédia
Nota: ***

Sinopse: Os Cavaleiros Mágicos, usuários de magia modernos que lutam com armas convertidas de suas almas. Kurogane Ikki frequenta uma escola para esses Cavaleiros Mágicos, mas é o "Cavaleiro Fracassado" ou "O Pior" que falhou por não ter habilidades mágicas. No entanto, certo dia, ele é desafiado para um duelo por Stella, uma princesa estrangeira e a aluna número um. Neste duelo, o perdedor deve obedecer o vencedor pelo resto da vida. 

Kurogane Ikki tem consigo o desejo de se tornar um cavaleiro estrela para conseguir a aprovação do pai que o rejeitou desde que era criança. Cansado da indiferença e dos maus tratos ele foi embora de casa para se tornar mais forte e conseguir as habilidades que o tornariam um cavaleiro mágico de verdade. Ele é conhecido como "Worst One" (o pior) por não possuir habilidades mágicas e, por isso, é motivo de piada de toda escola. O anime começa quando ele é aceito na escola para cavaleiros mágicos e descobre que terá de dividir um quarto com Stella Vermillion, uma princesa estrangeira rank A. Incomodada por ter que dividir um quarto com um garoto ela reclama com a diretora e os dois acabam sendo persuadidos a tirar a posse do quarto na luta, o que ganhasse seria "mestre" do perdedor que estaria sujeito a todas as suas vontades. Por ser um rank A, Stella está confiante, mas é derrotada por Ikki e suas habilidades incomuns de batalha. Apesar disso, ele é um jovem muito justo, centrado, generoso e dedicado e dispensa a perdedora de sua condição de submissa, Stella começa a admirá-lo e, posteriormente vem a se apaixonar por ele. Enquanto os dois enfrentam as pequenas batalhas rumo ao torneio maior, fazem uma promessa de irem juntos para a batalha das estrelas e competirem um com o outro na final, mas o pai de Ikki está disposto a frustrar os planos do filho. No caminho ele enfrente diversos oponentes que só o tornam mais forte e habilidoso nas suas capacidades enquanto cresce seu até então nulo círculo de amigos e admiradores.
O anime tem um plot bem bacana, a principal mensagem que fica é que nunca devemos agir com superioridade para com os outros por mais que sejamos fortes e que a sabedoria provém da humildade, o orgulho daquilo que somos e de que sempre seremos aprendizes. Ikki é uma pessoa admirável e por isso a gente fica com nojo dos pais dele por rejeitá-lo enquanto faziam todas as vontades da irmã apenas por ela ter dons mágicos, a menina cresceu com o objetivo de dar ao irmão todo o amor que lhe foi negado em casa e no início confunde isso com incesto, chegando a atrapalhar veementemente o namoro dele com Stella. Uma das melhores coisas no anime são as batalhas e as cenas entre Ikki e Stella que sempre rendem tensão e risadas respectivamente. O Ecchi do anime é beeem leve, se comparado com Shinmai Mao no Testament, e nas cenas em que rola não é muito explícito. O anime ganhou nota três por não ter segunda temporada (não rendeu dinheiro o bastante), pela falta de uma interação maior entre Ikki e Stella (que só acontece no segundo arco do mangá e eu não sei ler mangá!) e pelo desenvolvimento acelerado dos últimos episódios. No Banco de Séries dei nota 9.38 é um anime bacana pra quem curte ação e um pouco de reflexão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário