terça-feira, 24 de janeiro de 2017

W - Two Worlds


Título Original: 더블유/ Deobeuryu
Gênero: Romance, suspense, fantasia
Autor: Song Jae-jung
País: Coréia do Sul
Direção: Jung Dae-yoon
Episódios: 16
Ano: 2016
Elenco:  Lee Jong-suk as Kang Chul
Han Hyo-joo as Oh Yeon Joo

Sinopse: É possível viver no mesmo lugar, no mesmo período de tempo, mas em uma dimensão completamente diferente? Oh Yeon Joo (Han Hyo-Joo) é uma residente de cirurgia cardiotorácica do segundo ano. Seu pai, um famoso artista dos quadrinhos, desaparece subitamente um dia e, logo depois, a própria Yeon Joo é sequestrada por um homem estranho, coberto de sangue, e levada para outra dimensão. Kang Chul (Lee Jong Suk) é um medalhista de ouro olímpico em tiro esportivo e um empreendedor milionário. Como será que seu mundo se interligará com a outra dimensão de Yeon Joo? Será Kang Chul a única pessoa que poderá ajudar Yeon Joo a escapar do universo paralelo?

W é o webtoon mais lido da Coréia (Nota: webtoon é como o mangá no Japão e as HQs nos EUA). A história do justiceiro Kang Chul, que se tornou o presidente de uma enorme emissora especializada em resolver casos que a polícia esqueceu se tornou uma febre no país, tal qual sua vida marcada pela tragédia de um passado em que foi acusado de parricídio injustamente e perdeu boa parte da vida na cadeia. Tudo muda quando o autor decide pôr um fim à vida do personagem principal aparentemente sem nenhuma razão e sua filha, Oh Yeon Joo, que é apaixonada pelo personagem, tenta de todas as formas dissuadi-lo de fazer aquilo, mas seu pai desaparece misteriosamente antes que ela consiga fazer aquilo, procurando por ele, de uma forma inexplicável, o personagem principal a puxa para dentro do webtoon para que Yeon Joo o salve. Ela age rapidamente impedindo que ele morra e, a partir daquele momento, descobre que se tornou uma personagem no webtoon para desespero do seu chefe no hospital que é fã da série e hater dela
quando tiver que escolher entre uma arma e ficar nua na frente de um homem para sair de um webtoon, escolha ficar nua, pelo menos os leitores vão rir!
Convencida de que não vai acontecer novamente, ela decide tentar entender o que está acontecendo, mas o fato é quase esquecido por causa do pai que volta decidido a pôr um fim na vida de Kang Chul e por vontade própria ela acaba sendo transportada inexplicavelmente para o webtoon na tentativa de salvá-lo. As coisas começam a se complicar quando ela passa a ser um integrante da história de Kang Chul e, assim, correr risco de vida, na tentativa de salvá-la ele acaba transitando entre o mundo real e a história para descobrir a identidade do assassino da sua família e a verdade por trás da sua história. Mas o que fazer quando a mulher que ele ama precisa escolher entre a vida dele e a do próprio pai?
Eu maratonei esse drama em dois dias, me diverti horrores com a história que tem momentos hilários, mas também pega você de jeito com o suspense, os momentos tensos e dá ataques de fofura com o casal principal que é muito amorzinho! Yeon Joo é uma mulher de 30 anos que não tem muitas perspectivas amorosas principalmente depois que os pais se separaram por causa do alcoolismo do pai dela. Apaixonada desde criança por campeonatos de tiro, ela cria um personagem ideal que é o homem dos seus sonhos, mais tarde, seu pai cria Kang Chul como um escape da sua vida triste e ele combina todas as características do personagem criado por Yeon Joo quando criança.
ah, e tem muitos beijinhos *U*
Com as idas para o webtoon ela acaba se apaixonando por ele (ainda mais), mas não consegue dizer a verdade e por isso se mete em um monte de confusão porque, tecnicamente, ela não existe naquele mundo. Ainda assim, Kang Chul a protege e quanto mais os dois convivem mais ele vai se apegando a ela embora isso inicialmente o incomode. Inicialmente, W era para ser um webtoon de ação, mas quando Yeon Joo entra na história torna-se uma história de romance e suspense o que desagrada alguns leitores e agrada outros, mas no mundo real as coisas não ocorrem como no mundo do webtoon no qual Yeon Joo está passando maus bocados. Sem saída ela escolhe revelar a verdade para Kang Chul e as coisas desandam mais ainda.
Houve muitos momentos que eu pensei que o drama terminaria de forma ruim, pelo menos com um daqueles finais típicos de drama como aconteceu com Goblin, ainda estou com raiva disso. Mas, apesar do final dos dois ser quase equivalente (e vejam que eu disse quase!) o final de W não foi para mim completamente ruim. Sim, foi um final aberto, mas que de algum jeito combinou muito com a história. A tensão nos últimos capítulos, especialmente o último, deu a ideia de que estávamos lendo um vídeo se é que isso faz algum sentido, mas eu gostei muito de como as coisas andaram até certo ponto e se for comparar ou escolher entre ele e o final de goblin, escolho ele. Não dá para aceitar aquele final para Goblin, gente, sério, não dá. O drama foi bom demais para ter um final daquele. Então, não há mesmo como se arrepender assistindo W, pelo menos eu não me arrependi, claro acho que se o dorama tivesse tido pelo menos 20 episódios teria sido melhor, daria para mostrar mais como as coisas andaram e, provavelmente, dar um final mais fechado, as coisas foram um pouco corridas no fim, mas foi muito coerente com a história criada então, acho que valeu sim muito a pena apesar de ter visto muita gente reclamar. Mas, o que se pode dizer, vi gente dizendo que o final de Goblin foi lindo. Opinião é opinião, né? Levou 10 no meu BS.
Resultado de imagem para w two worlds gifImagem relacionada
Tente não morrer de amores com esses dois <3

PERSONAGENS PRINCIPAIS:
Kang Chul: É o personagem principal do webtoon W, seus pais foram assassinados quando ele era adolescente e ele foi acusado de ser o assassino por ser campeão em tiro e porque a arma utilizada foi a mesma usada nos campeonatos. Passou vários anos na cadeia por causa do ódio de um promotor que queria usar sua condenação para se tornar um político.
Estudou Engenharia da Computação e fez grande fortuna comprando uma emissora tendo como principal intuito achar o assassino da sua família. Kang Chul passa por várias personalidades ao longo do drama, uma vez que uma cadeia de acontecimentos o levam a mudar até conseguir realmente uma vida própria. Ele é, em geral, justo, curioso, inteligente, protetor e um pouquinho arrogante (de um jeito bom). 

Oh Yeon Joo - É uma médica residente especializada em cirurgia cardíaca e filha do criador de W. Quando criança, sofreu muito ao presenciar as brigas dos pais por causa do alcoolismo, é a verdadeira criadora de Kang Chul, provavelmente por isso ele tenha saído do "controle" de seu pai. Aos 30 anos ela não tem muitas perspectivas amorosas, embora seus amigos próximos tentem casá-la a qualquer custo. Acaba apaixonando-se por Kang Chul conforme vai e volta do webtoon salvando a vida dele várias vezes, mas não consegue ver uma saída para ajudá-lo e ao seu pai ao mesmo tempo quando precisa escolher um deles e acaba se tornando a personagem principal do webtoon ficando, desse modo, correndo risco de vida nos dois mundos.

 Oh Sung-moo - É o pai de Yeon Joo e acaba se tornando o principal antagonista da história. Ele fica com medo da sua criação quando a história começa a ganhar vida sozinha independente dos seus desenhos, inicialmente pensamos que é por causa de Kang Chul que, como protagonista, começou a questionar as escolhas feitas para ele e a repelir o destino dado pelo autor. Mas depois descobrimos a verdadeira razão de ele querer tanto matar o personagem principal. É um homem viciado em álcool que piorou muito quando a esposa saiu de casa levando a filha com ela. Criou W como um mundo para se esconder da realidade e ter uma espécie de vida paralela onde nada fugisse do seu controle. Mas ao escolher uma saída para o final do webtoon acaba pondo a própria vida em risco.

Park Soo-bong - É o discípulo do pai de Yeon Joo, ele a ajuda quando o pai dela some e também é de grande ajuda para Kang Chul quando vem para o mundo real. Fica muito traumatizado com as transições de Yeon Joo para o mundo do webtoon porque é uma pessoa muito cética. 
É um dos maiores apoiadores de Kang Chul e do professor Moo, chama Yeon Joo de Noona. É o principal responsável pela comédia do drama (a segunda principal é a própria Yeon Joo) arrancando muitas gargalhadas por causa da sua justificada covardia diante dos fatos bizarros que começam a acontecer desde que Yeon Joo é sugada para dentro da história.
Amigo leal e aluno aplicado, fica até o fim ao lado deles em busca de uma solução para o problema dos dois mundos.



Eu sou uma grande fã do Lee Jong Suk, além de ser um ator excelente e capaz de expressar muitas emoções nas cenas (principalmente as de calor no que tange a minha pessoa), ele beija como ninguém! Inveja dessas unnies! *-----------* um dos melhores beijadores de drama!
Com isso, eu termino minha resenha para W e deixo muito recomendado para que assistam! E se já viram, digam nos comentários se gostaram ou não e o motivo!
Beijão!

Onde ver:
Online na Viki Clique aqui
Disponível para download no Kingdom Fansub e no Fighting Fansub

Nenhum comentário:

Postar um comentário