segunda-feira, 25 de junho de 2012

Começando a renovar

Eu estou tendo dias difíceis, realmente não tenho me sentido bem fico oscilando entre o calmo e o desesperado e a angustia está literalmente me matando. Mas ontem, enquanto eu estava completamente sem paciencia para nada e ainda sofria o estresse da pressão pelo compromisso que tenho hoje, comecei a ouvir Evanescence, Amy sempre sabe o que dizer pra mim, ou mesmo o que eu sinto... Gosto muito quando encontro uma banda ou uma cantora que mesmo sem me conhecer consegue expressar como eu me sinto. Ouvindo a música Going Under, eu me pus a refletir sobre o que estava acontecendo e sobre o que eu estava fazendo comigo mesma. O que eu estou fazendo. Cada dia que passa eu estou afundando mais, e tento as vezes inutilmente fingir que sei nadar para que as pessoas não contemplem a minha morte. Isso não é certo.  Então acho que ja está passando da hora de tomar uma atitude, ainda faltam duas semanas para que eu tente pegar meu remédio de novo e até lá eu não posso me entregar a tristeza, meu tratamento ja chegou longe demais para eu deixar tudo se perder sem fazer nada! Eu sei que isso vai passar, nada dura pra sempre, eu pensei que o que o Julio me dissera era verdade, que aquilo que ele me fez sentir era pra sempre, e acabei percebendo que não era... Não é. Na primeira dificuldade que ele achou que era impossível contornar ele foi embora, não quer falar comigo, desistiu.
Só que eu não quero desistir, não posso desistir, na verdade eu risquei a palavra "desistir" do meu vocabulário! Eu vou seguir em frente, virtualmente pela minha filha, que é a coisa mais importante do mundo pra mim e realmente, na minha vida fora do computador, por mim mesma, ja que eu não tenho por quem continuar no off, vou continuar por mim mesma! Vou atras dos meus sonhos, vou construir a minha vida sozinha, e vou lutar todos os dias pra superar os limites que eu me impus e que impuseram a mim.
Hoje é um dia relativamente importante, eu vou ate a ong onde faço trabalho voluntário falar com o padre que é o "coordenador" geral em busca de auxilio para os meus livros. Eu não sei qual vai ser o resultado disso, mas estou preparada não somente para uma resposta positiva quanto para uma resposta negativa, e acho que estou mais preparada para esta última que para primeira!
Agora é hora de colocar a garota cheia de atitude e força que eu quero me tornar para fora, ela está aqui, dentro de mim, tudo que eu sempre quis ser, tudo que eu sou esteve o tempo todo preso pelo meu medo de me abrir, de me mostrar para o mundo, mas isso acabou. Agora eu vou aprender a andar com as minhas próprias pernas, vou voltar a dieta, vou mudar o visual, vou me tornar o que nem eu mesma achava ser capaz, vou despertar a força dentro de mim, vou enxergar o mundo como ele é  e aprender a qualquer custo a sobreviver a ele, não importa o quanto doa e nem o que me custe. Preparem-se, eu to chegando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário