terça-feira, 12 de março de 2013

Angry

Ultimamente eu tenho sido dominada por uma raiva absurda, não apenas raiva, mas fúria! E ontem essa fúria se agravou graças a um animal não classificado pela ciência que "estuda" na faculdade, pra começo de conversa é um imbecil que se "acha" a última bolacha do pacote - nem sabe ele que essa bolacha vem quebrada e no caso dele já estragou faz tempo! - é tão idiota que mente a idade pra tentar se misturar, ele deve ter entre 30  e 37 anos, mas coloca nas redes que nasceu em 93! Uma piada gente! Quer dizer que a minha irmã é mais velha que ele? kkkkkkkkkkkkkkkk dá pra rir! Enfim, aos idiotas meu silêncio e isso ainda é mais do que ele merece U_U'
No domingo fui visitar o meu avô com a minha mãe e irmã, ele ta muito fraquinho, mas ficou tão feliz em nos ver que até ficou mais espertinho... Por um minuto até me surgiu a esperança mais forte de que ele pode sair dessa... E quero muito que essa esperança permaneça. Ainda no domingo a minha best nos convidou pra sair, ir a uma lanchonete que tem aqui pra distrair um pouco, de início eu não queria ir, mas minha mãe acabou me convencendo e fazia tempo que eu não a via... Foi bem divertido, consegui pelo menos me distrair um pouco, esquecer por um momento todo o conjunto de imbecis com os quais eu sou obrigada a conviver. A verdade é que eu estou completamente cansada de tudo, e vocês não tem noção de como é frustrante você não poder controlar isso, quando eu digo que estou cercada de imbecis não é porque eu sou melhor que ninguém, eu falo isso por seres não-nomeados como o citado no início do post e outras pessoas -se é que se pode chamar assim - cuja presença me é imposta. O bom senso parece ter desaparecido sem deixar bilhete, eu dava um doce pra saber o que tem na cabeça de certas pessoas - embora eu suspeite que seja nada - para tomar certas atitudes. E olha que em matéria de atitudes idiotas até eu to me enquadrando no perfil de vez em quando, ultimamente eu ando tão sobrecarregada que meu cérebro desliga e eu acabo falando alguma besteira. Embora tenha nela um fundo de verdade, sempre. Acho que o problema não está no que eu falo, mas em como eu falo. Eu e a minha mania incontrolada de dizer o que eu penso sem medir as consequências, principalmente quando pra mim representa uma verdade ai não meço mesmo.
Ontem eu vinha conversando com a minha irmã sobre a possibilidade de ser internada em um sanatório, mesmo que por um curto período de tempo, ou uma casa de repouso porque acho que se continuar como está eu vou acabar fazendo outra idiotice contra mim mesma, a pressão está começando a me fazer mal, de tal forma que eu vou acumulando o estresse e na hora que estourar a coisa vai ficar muito, MUITO feia. Algo que tenho observado muito é que não tenho conseguido chorar, antes eu chorava demais sem motivo, agora eu tenho motivos, mas não consigo desabafar e isso não é bom, eu acabo acumulando coisas ruins dentro de mim e isso está me desgastando. Comer? hahahaha Apetite quase ZERO, digo quase porque meu corpo reclama por comida as vezes, quando o tanque está no vermelho... Eu to mentalmente exausta de todo mundo, DO MUNDO... Queria fechar os olhos e acordar longe de tudo isso... Agora eu só vou matar o animal do começo do post em um livro, já que matar ele de verdade é crime se eu transformar ele em personagem de um livro meu ai sim, no livro o personagem é MEU e eu faço com ele o que eu quiser, e as 70 mortes lentas da China estão começando a me tentar - Obrigada Agatha Christie! - Odeio o que me tornei, odeio essa realidade idiota, odeio esses animais com quem sou obrigada a conviver, ODEIO ODIAR!

Nenhum comentário:

Postar um comentário