quarta-feira, 11 de abril de 2018

[Dorama] Summer Nude

Título Original: Summer Nude
País: Japão
Ano: 2013
Episódios: 11
Gênero: Romance, slice of life, Drama
Direção: Yusuke Ishii
Shogo Miyaki
Hiro Kanai
Elenco:
Tomohisa Yamashita as Asahi Mikuriya
Erika Toda as Hanae Taniyama
Karina Nose as Natsuki Chiyohara
Masami Nagasawa as Kasumi Ichikura
Ryo Katsuji as Takashi Yaino
Masataka Kubota as Hikaru Kirihata

Sinopse: Asahi Mikuri trabalha em um estúdio de fotografia, localizado perto do mar. No passado, ele sonhava em se tornar um fotógrafo famoso, mas atualmente ele trabalha como cinegrafista para casamentos e eventos da escola. Também estava apaixonado por uma mulher, mas de repente ela o deixou. Após essa perda Natsuki Chiyohara aparece na vida de Asahi. Natsuki trabalha como gerente em um restaurante italiano popular em Tóquio. Durante o pior momento de sua vida, quando seu namorado termina o romance, Asahi aparece e ainda tira uma foto daquele momento. Natsuki começa a trabalhar como chef no "House of Sea", localizado na mesma cidade à beira-mar onde vive Asahi. Natsuki e Asahi tem seu passado em comum e eles começam a se aproximar. Enquanto isso, Taniyama é ex-colega do Asahi que tem sentimentos por ele.


Gente, como fazia tempo que eu não via um draminha japonês! Que saudade! Filmes vi muitos, mas dramas fazia um tempo já, eu não dava muito nesse doraminha não, só me animei para ver e pus na lista por causa do Yamapi, eu realmente gosto do trabalho dele como ator, mas acabei me surpreendendo muito em vários pontos durante a experiência.

A história começa com Asahi, um fotógrafo profissional, documentando o casamento de uma prestigiada chef de cozinha de Tóquio, mas acaba registrando o momento que o noivo foge abandonando-a sozinha na recepção do casamento sem qualquer tipo de explicação (inclusive, o dorama não explica o que deu nele). O primeiro encontro de Asahi com essa chef, Natsuki, não é dos melhores, assim, ele volta para Aoyama, sua cidadezinha litorânea, deixando para trás a ex-noiva deprimida.

Erika Toda e Karina Nose
Só que, por alguma razão, ele não conseguia esquecer ela e o chefe dele assume que ela terá que pagar a taxa das fotos mesmo que não as queira. Assim, ele escreve uma carta pedindo desculpas e envia para ela uma única foto do seu casamento em que ela está sorrindo. Diante daquilo, Natsuki decide encontrá-lo e acaba se vendo no meio de pedidos incessantes para que gerencie, durante um tempo um restaurante praiano muito famoso na cidadezinha uma vez que a dona do lugar está de licença maternidade. Após recusar várias vezes, Natsuki acaba aceitando gerenciar o lugar até que a licença da dona, Setsuko, termine.

Nessa cidadezinha, além de Asahi, ela se torna muito próxima de Hanae, uma amiga de longa data do fotógrafo que nutre sentimentos por ele há dez anos. Interessada na história dos dois, ela se propõe a ajudar Hanae a conquistar de vez Asahi e, ainda mais, libertá-lo do fantasma da ex-namorada, Kasumi, que sumiu sem explicações há três anos. Conforme vai descobrindo mais sobre o fotógrafo e encorajando mais a amiga a conquistá-lo, mais a própria Natsuki começa a alimentar sentimentos por ele e sufoca-os em nome da sua amizade.

Por sua vez, Asahi acaba lentamente conseguindo superar Kasumi e olhar para Hanae a quem só via como irmã, ainda que sinta uma atração inexplicável por Natsuki, ele silencia e tenta arduamente retribuir os sentimentos da melhor amiga. Enquanto isso, histórias paralelas vão se formando como os sentimentos de Hikaru por Hanae e a história de amor de dois adolescentes que parece muito fadada ao fracasso.

Yamapi
O doraminha é realmente muito bom, os episódios são um pouco grandes, coisa que estranhei um pouco porque em média os capítulos de drama japonês tem meia hora, esse tem uma, ainda assim vale muito a pena, acompanhar as histórias que envolvem os amigos e sua evolução, as provas que testam sua amizade e, gente, tem um episódio de um garotinho que, meu, eu chorei! Ele não é exatamente aqueles doraminhas convencionais, mas não escapa de alguns clichês, contudo todos nós amamos um bom clichê, verdade seja dita.

Atuações realmente muito boas, principalmente pela Erika Toda que faz a Hanae, gente eu amo quando os atores sabem chorar de verdade nas cenas! Isso é dificílimo. A Natsuki é uma personagem cheia de marra, um pouco máscula as vezes, mas sem perder a sua feminilidade. E a Karina Nose soube expressar muito bem essa força e fragilidade díspares da personagem, dando um toque um pouco cômico nela às vezes. O Yamapi está maravilhoso como sempre na pele de um fotógrafo preso ao primeiro amor, honrando suas promessas e sofrendo por uma mulher que o abandonou, ainda assim lutando para conquistar seu espaço.

Um dorama que trata das dificuldades de enfrentar mudanças, sobre crescimento e o poder das escolhas. Além de fatos como superação, esperança e bom humor diante da vida. Super recomendado, no início parece meio paradinho como aqueles animes slice of life, mas ainda assim vale muito a pena conferir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário