segunda-feira, 23 de abril de 2018

[Escrita] Os 7 Passos da Construção do Romance

A tag escrita andou desaparecida do blog, né? É porque não me acho tão competente para falar sobre o assunto, escrever é uma coisa tão pessoal e eu não sou velha ou experiente o bastante no ramo para ficar dando pitaco em como vocês devem ou não conduzir suas histórias.

Essa semana passada eu participei de uma palestra online bem legal sobre escrita criativa com o autor e professor Tiago Novaes, não é um nome que eu conheça muito no meio literário embora ele tenha ganhado vários prêmios pelas suas histórias. A palestra foi bem legal e ele listava sete passos para a construção do romance, como era online e com vídeo eu fiz umas anotações meio rabiscadas e incrementei com o conhecimento que adquiri ao longo do tempo nas leituras sobre o assunto e decidi dividir isso com vocês. Lembrando que esse post também estará disponível no Leitor Beta onde eu sou "organizadora".

Os 7 Passos da Construção do Romance

Escrever um livro, como um todo, é um processo completamente exigente e o romance, talvez, seja o caminho mais exigente da jornada do escritor. É uma "maratona" que exige não apenas dedicação, mas um plano metódico e uma preparação espiritual que sejam constantes e impeçam que o escritor perca a si mesmo e a sua ideia no processo.

Vale ressaltar que romance não é falado aqui como a ideia de uma história de amor entre um casal, mas como uma narrativa longa. Segundo o dicionário:

1. Narração histórica em versos simples.
2. Língua ou conjunto de línguas derivadas do latim.
3. Gênero narrativo em prosa, geralmente longo, de aventuras imaginárias ou reproduzidas da realidade.
4. Relação amorosa.
5. Fantasia.
Fonte: Priberam.

Dito isso, continuemos. Pensemos na escrita do romance como uma viagem que se fará. Antes de viajar, precisamos preparar uma sorte de coisas e fazer um planejamento cuidadoso para que cheguemos onde precisamos e, sobretudo, aproveitemos cada minuto. Do mesmo modo a escrita de um romance — e acredito que de qualquer gênero — pede essa preparação. Por isso, apresentar-se-á 7 passos que podem guiar escritores nessa jornada. Vale lembrar que esses passos não são uma receita pronta e acabada, mas um caminho para que cada autor encontre seu próprio método.

1. FESTINA LENTE

É provável que poucos tenham ouvido este termo antes. Esta é uma expressão em latim que significa apressa-te devagar, uma metáfora muito válida na construção do romance que é feito de pequenos passos que pedem proatividade.

Em média, um romance tem a partir de 35 mil palavras, imagine que a sua disponibilidade diária te permite escrever 200 palavras por dia, com dedicação você finalizará o romance em mais ou menos cinco meses. Tenha em mente que, nem sempre, agilidade e qualidade caminham lado a lado, o processo de escrita é muito subordinado à dedicação de cada pessoa. Há quem escreva 2.000 palavras por dia, mas não quer dizer que seu trabalho é melhor do que aquele que escreve 150. Encontre seu próprio tempo e, com o exercício constante, vai encontrar seu ritmo.

Estabeleça uma meta diária e force-se a cumpri-la diariamente!

2. ESTRUTURE SUA OBRA

A estrutura do romance é um processo criativo importante que vai agir como um auxiliar do autor para o desenvolvimento da obra, não como uma "coleira", mas um caminho, de modo que a história não se perca, para que se saiba onde se quer chegar e que percurso fazer para alcançar esse resultado. Estudar sobre a estrutura do romance é como buscar a compreensão da disposição dos tijolos na construção de um prédio.

2.1. CAPÍTULOS

Dentro da estrutura do romance é relevante discorrer sobre o papel dos capítulos dentro de uma obra, eles não estão ali de maneira aleatória, mas são parte de um planejamento que da ao autor uma visualização do percurso do seu enredo. Na hora de estruturar uma obra você precisa ter em mente que se um capítulo, diálogo ou cena não representam um avanço para a narrativa, para contribuir que ela "caminhe", que contribua ao desenvolvimento do personagem ou ao grande questionamento da história, então talvez seja o caso de eliminá-lo.

Veja, o propósito de um romance não é "encher linguiça" para ocupar páginas, você está contando uma história, seu leitor precisa ter a sensação de que, a cada capítulo, ele está caminhando com o seu personagem, está indo a algum lugar, dessa forma, cada capítulo é como uma vértebra que liga a espinha dorsal do caminho do seu enredo. Basicamente, dentro de um romance, o capítulo vem com 3 finalidades:

1. Propósito
Cada capítulo tem que ter um motivo para estar ali, pergunte-se por que esse capítulo existe? ou ele revela algo novo da narrativa ou da personagem, se esse capítulo não tem nada relevante sobre nenhum dos dois então avalie se ele realmente precisa estar ali. O autor deve ser capaz de mapear sua história através dos capítulos.

2. Molde de Personagem

Outra função recorrente do capítulo é reiterar o caráter do personagem. Por exemplo, o autor elege uma característica que seja predominante no personagem e faz essa retomada sutilmente em cada capítulo através das ações e pensamentos dessa personagem.

3. Revelação

Como dito antes, os capítulos também funcionam como "movimento" do enredo, revelando algo do passado da personagem ou dando indicações do futuro da história.

3. APROPRIAR-SE DA LÍNGUA

Essa é uma regra unânime entre todos os autores: ler. Pode parecer batido tocar nessa mesma tecla, mas não tem como escapar, para escrever precisa de repertório e esse repertório é conquistado pela leitura, quanto mais lê, mais tem. Simples assim.

Ler é um processo criativo, enquanto lê é preciso questionar-se como se chegou àquele resultado, que recursos foram usados, como foi feito?

Traduza a leitura em repertório de escrita. Cada livro é uma verdadeira aula de técnica, boa ou ruim, mais que ler, comece a ler como um autor.

Dentro dessa ideia de ler, Tiago abordou um decálogo com os direitos do leitor criados por um escritor que eu esqueci o nome agora, mas é um decálogo muito interessante que eu printei e quero mostrar para vocês:

clique nas imagens pra ampliar.

Só explicando a parte do bovarismo, esse termo vem da obra Madame Bovary do Flaubert (um livro muito bom, por sinal), ela é a versão feminina de Don Quixote (outro livro muito bom), é o fato de você se entregar de tal modo a uma obra e imergir ao ponto de não conseguir discernir a realidade ou apropriar-se das personagens como si mesmo, entrar numa espécie de realidade paralela. Mais ou menos isso.
Em termos psicológicos, o bovarismo consiste em uma alteração do sentido da realidade, na qual uma pessoa possui uma deturpada autoimagem, na qual se considera outra (de características grandiosas e admiráveis), que não é. (Via Wikipédia)

4. COMPREENDA O PROCESSO

Mantenha uma espécie de "diário do romance", como um tipo de "bastidores da história", quando estiver desanimado e sem querer escrever, abra e leia esse diário, revisite os locais e as personagens, converse com eles, fale sobre as coisas que acham que estão faltando no livro, descreva a angústia e dificuldades de abordar certos assuntos.

5. ACHE TEMPO

A primeira desculpa da maioria das pessoas é não ter tempo, mas avalie-se com sinceridade: quantas horas você passa por dia na Netflix? Ou ainda, no Whatsapp?

Um romance leva tempo. É uma atividade de longa duração, uma "maratona" e é preciso estar disponível para percorrê-la.

O tempo da escrita é como o tempo do amor: é um tempo roubado.
— Tiago Novaes


No começo é preciso estabelecer uma rotina e criar condições para que isso aconteça, se há dificuldade de concentração o uso de aplicativos de tempo como o "Pomodoro timer" e seus derivados é muito recomendado. A escrita precisa ser prazerosa, sim, mas deve também ser levada a sério. Problemas para acordar cedo e se concentrar? Veja essas dicas do Tiago:

6. REALIZE INTERLOCUÇÃO ESPECIALIZADA

Escrever é um processo intimista, mas não precisa ser individualista e ao dizer isso não estou sugerindo que você escreva à quatro mãos, mas que estabeleça contato com outros autores, trocar experiências e angústias do processo, até mesmo leitores teste são muito bons para o amadurecimento do romance.
  • Busque ajuda - se você pode procurar um leitor beta ou um leitor teste converse sobre suas dificuldades e troque ideias.
  • Procure companhia - trocar figurinhas com outros autores é mais que válido.
  • Leitores teste - Se há alguém em que você confia plenamente e é uma pessoa que gosta de ler faça essa experiência de entregar sua obra como leitura teste para essa pessoa. O feedback dos leitores é muito bom. As plataformas online como Nyah, Sweek e Wattpad também são muito válidas.
  • Aceite críticas - desde que seja algo que contribua para o crescimento do seu romance e seu com escritor elas são muito bem vindas!
  • Troque análises com outros autores - troquem textos e façam uma análise do trabalho um do outro vendo em que a narrativa ou o enredo podem melhorar.
  • Olhar especializado - se você puder pagar, críticos e revisores também são muito bem vindos.

7. APRENDA A REVISAR

Dedique tempo a lapidar sua obra e aprenda a gostar disso! Esse é, provavelmente, o passo mais importante e mais ignorado. O autor precisa aprender a observar o seu trabalho com olhos de leitor, cortar cenas, mudar coisas, observar estrutura, cadência, ritmo da prosa, etc. Muito mais que a correção gramatical é preciso desenvolver a prática de observar o seu trabalho com o crivo e a exigência do público ao qual se dirige. O Tiago deu 4 ficas bem bacanas para começar os trabalhos de revisão:
[Clique nas imagens pra ampliar!]




Entenda que escrever não é fácil, é um processo que mobiliza sentimentos e, muitas vezes, nos traz sensações angustiantes e desafiadoras. Mas, sobretudo, escrita é trabalho e como tal exige do artífice método, aplicação e prática. Certamente há quem escreva muito bem sem fazer qualquer projeto de texto, mas são casos raros. Se você não se enquadra nessa minoria, planejar bem como vai ser o texto ainda é a melhor alternativa.

Em outro momento, se eu achar ou participar de algum minicurso legal, trago para vocês algumas ideias de planejamento de texto! Por hora é isso, gente! Espero que tenham gostado, até o próximo post!

^-^'

2 comentários: