terça-feira, 3 de abril de 2012

First Day :/

Http_3a_2f_2fmeme.zenfs.com_2fu_2fd60af234077a33f969f2d4631c2255e443b4cfe4_large
Olha, eu não fazia idéia que era tão difícil seguir uma rotina, as coisas não começaram muito bem pra mim não... Para começar, eu não consigo acordar cedo, eu ja sofro que só com isso na sexta feira que eu tenho que levantar as seis da manha! Hoje eu consegui seguir o exercício e daqui a pouco vou escrever o meu livro, depois de um banho muito longo! O Ju me deu um susto tremendo ontem, ele estava com quase quarenta graus de febre, eu entrei em desespero! Quase fujo de casa pra ir atras dele, sorte que ele ja esta bem. A minha mãe também esta bem melhor, ainda um pouco enjoada, mas muito mais disposta, tanto que foi trabalhar hoje, graças a Deus! Eu ainda estou me sentindo uma orca, hoje eu não almocei, mas também eu tomei "café" muito tarde. E ontem fui dormir muito tarde também... Eu não sei como eu vou fazer as coisas voltarem para o lugar, a semana ta passando rápido demais, o ano ta passando rapido demais e eu to cada dia mais ansiosa e mais tensa, parece que nunca vai vir um dia depois do outro, e ficar longe do Julio não está facilitando muito as coisas. A minha cabeça a cada dia que passa está um caos pior, mais difícil de controlar, de conter, de ordenar. Eu não sei o que fazer comigo, com a minha vida, com o meu corpo que fica mais feio a cada dia. Eu to me odiando cada vez mais, E não consigo nem fazer alguma coisa que evite isso, estou me sentindo o maior fracasso de todos os tempos, o erro da genética, e sei lá mais quantos "elogios", no fim de tudo acho que nem mesmo o psiquiatra vai dar jeito em mim, EU sou o problema... Acho que eu teria mesmo era que nascer de novo, se ele for procurar direito todas as áreas do meu cérebro vão ter problema e eu vou acabar com um coquetel de comprimidos! Nesse instante eu só queria ignorar o mundo por completo, queria sentir o Ju me abraçando, ficar ao lado dele, esquecer de tudo, ser por pelo menos uma hora, feliz completamente. Eu to cansada de tudo... Eu sinto que... Não consigo mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário