segunda-feira, 9 de abril de 2012

Monday :(

994777_large


Ontem minha mãe, irmã e eu fomos a casa dos meus avós.  Foi legal em parte, na verdade eu passei a noite toda com meu primo Douglas, sabe ele é meu primo favorito... Resume a minha família toda, eu posso conversar com ele qualquer coisa, de boa. Ele me faz bem. Falamos sobre diversas coisas, entre elas sobre espíritos, eu não sou o tipo que acredita nessas coisas, mas é um papo interessante uma vez que eu tenho sonhos com a minha mãe... 
Hoje o dia não começou muito bem, bom, quando chegamos ontem minha irmã e eu vimos um filme, deu pra passar o tempo um pouco até porque eu não tava com o mínimo sono, faz três dias que eu não consigo falar com o Ju... Acho que em parte é por isso essa deprê. Eu acordei meio pra baixo hoje, as coisas não ficaram piores porque o meu primo veio passar a manhã com a gente, foi divertido, deu pra rir um pouco, vimos um filme depois do almoço, a gente é do tipo que fica grudado e diz pra todo mundo que ta namorando, é muito engraçado, ele é uma gracinha! Se ele não fosse meu primo, certamente seriamos irmãos! Os melhores irmãos do mundo!
Eu to com dor de cabeça, fui dormir tarde ontem e a minha irmã me acordou as oito, porque a minha mãe tinha que ir ao banco e a gente ficou pra fazer o almoço e arrumar a cozinha, mas até que pela primeira vez eu não achei esse trabalho tão ruim. Deu pra rir um pouco também. Mas por dentro, bem no fundo, eu não me sinto bem... Tem algo que me incomoda, que machuca. A minha semana santa não foi tão santa como deveria, pela primeira vez nas nossas vidas minha mãe e eu não participamos de nenhum evento da igreja. Foi estranho pra mim, além de estar acostumada eu gosto de participar, não me senti bem ficando em casa... Ainda não me sinto...
A minha cabeça pra variar um pouco está um caos, mas até que esses dias que passaram eu tenho conseguido trabalhar no meu livro e relendo uma das histórias que escrevi ha alguns anos eu acabei encontrando uma que não tinha título e acabou que inventei um título pra ela de um súbito e ja consegui começar a escrever... Mas o meu foco mesmo é no Silent Voice que infelizmente não está caminhando tão bem quanto eu gostaria... Acho que tem algo a ver com o meu estado de espírito, acho que não sei como ainda não matei ninguém. Agora eu to cuidando da lan house enquanto meu pai trabalha, minha irmã ja subiu pra ir pra escola, eu to sem a mínima paciencia... Sorte minha que Deus é muito bom e não tem ninguém que eu possa matar aqui, ninguém para cobrar, e o único computador ocupado fora o meu é o de um "amigo" do meu pai que graças ao bom Deus a hora dele é com meu pai. Eu to de boa baixando uns filmes da minha infancia e tentando relaxar com meu cd de Epica, só não sei quanto essa "estabilidade emocional" vai durar!
A minha prima de 16 anos que está grávida, veio aqui em casa hoje, eu não sei porque eu me sinto tao estranha quando ela ta perto, eu não olho pra barriga dela, me causa uma sensação esquisita. Parece que porque eu não quero engravidar o numero de grávidas a minha volta multiplica! Mulheres, garotas, primas, CRUZES! As vezes eu penso que é melhor eu fazer ligação ainda antes de casar porque a minha mãe costuma dizer que quando a gente não quer muito uma coisa ela acontece mais rápido! Eu dizia que não queria casar nunca e acabei encontrando o Julio, praga de mãe pega! Eu morro de medo, na verdade chego a ter PAVOR de engravidar! O único "filho" que eu vou querer criar é o meu cachorrinho Skeeper... Sem dúvida alguma eu nunca seria uma boa mãe. Tenho ciência disso. E como pessoa consciente, não vou estragar a vida de uma criança se posso evitar isso... E creiam em mim, eu vou evitar de todas as formas!

Um comentário:

  1. Tudo bem meu amor... Por mim tudo bem você não engravidar... Você já é muito mais do que eu mereço...
    Eu te amo minha menina...

    ResponderExcluir