quinta-feira, 1 de março de 2012

As pessoas enganam...

As pessoas enganam... Muito! Não sei se vocês lembram que no ano passado eu falei sobre uma tia minha que havia falecido por, de certa forma, negligência médica. Bem, deixe-me contar a história inteira.
Alguns meses antes de ela ficar gravemente doente, ela levou na minha casa um exame de sangue para minha mãe olhar, minha mãe me chamou e me pediu para dar uma olhada e ver se eu entendia alguma coisa, era um hemograma completo. Eu pude perceber que o nível de leucócitos estava acima do normal, me dei bem na aula de biologia. Falei pra minha tia que mostrasse ao médico que se não fosse uma anemia muito grave ela estaria com leucemia.
 Mas a saúde nessa droga de cidade é uma porcaria, ate mesmo a particular! Eles começaram a tratá-la com anemia, e alguns meses depois, minha tia foi internada. Ela estava mesmo com leucemia e precisava de uma transfusão de plaquetas com urgência! Coisa que a, desculpem o termo, merda do hospital não fez! Em idas e vindas, melhoradas e pioradas nós descobrimos que o marido dela, que até então era meu tio, padrinho da minha irmã, um homem aparentemente bom, religioso e respeitável, estava com outra mulher! Ele se recusava a ficar com ela no hospital, ia visitar nos fins de semana rapidamente e pouco se importava por ela estar morrendo, ele ja estava ate planejando colocar a outra dentro de casa! Foi um golpe para todos nós!
Ele fez magia negra pra ela, teve a audácia de levar a amante para visitar ela no hospital quando ela estava entubada na uti! Se mostrou o pior tipo de pessoa quando minha tia mais precisava dele! Nessa época a minha prima estava com 16 anos... Ela namora um vizinho dela que, naquele momento era seu apoio, ele, minha mãe e a irmã da minha tia... Neide. Bom, minha tia morreu exatamente meia hora antes de as plaquetas que ela precisava chegarem ao hospital... Minha irmã ficou desolada... Era a madrinha dela... Pela primeira vez na vida eu a vi mal de verdade... Aquele "Tio" que todas nós amávamos, morreu diante dos nossos olhos a partir daquele dia. Mas a história não acabou por ai... Ele começou a maltratar a minha prima, batia nela, xingava, e não maltratava mais porque o namorado dela não deixava! Tudo porque minha prima não queria permitir que ele colocasse a mulher dentro da casa da mae dela... E não concordam que ela está certa?
Segundo a minha mãe, essa mulher ja tem uma penca de filhos e não vale o prato que come, eu não posso falar nada porque não conheço, mas acho que alguém que tem um caso com um homem casado e ainda tem o cinismo de visitar a esposa do indivíduo enquanto ela morre no hospital não pode ser gente!
Ontem, eu descobri que a menina de 16 anos, que está prestes a fazer 17, está GRAVIDA! (Será que eu e a minha irmã somos as únicas pessoas com juízo nessa família?!) E o "pai" dela a espancou, e apenas por graça de Deus, ela não perdeu o bebê! Soube também que ontem ela e o namorado se casaram no civil. Hoje de manha minha mãe, a sogra dela e a irmã da minha tia foram com ela a um advogado... Eu não sei o resultado dessa visita com precisão... Tudo que eu sei é que ainda estou sob pressão da notícia de que a menina que ate um tempo atras vinha pra minha casa brincar de cantora com a escova de cabelo está prestes a ter um filho... E também sob o impacto da descoberta de que o homem respeitável que eu chamava de tio não passa de um canalha sem coração.
Eu não sei qual vai ser o desfecho dessa história... Mas de uma coisa eu tenho certeza, as pessoas enganam... Muito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário