segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Manhã calma

Meu pai e meu avô tiveram que sair hoje pela manhã e minha mãe não acordou muito boa da coluna ainda :/ eu fiquei na lan house para olhar tudo por lá e ela ficou na cozinha ja que a minha irmã estava trabalhando, mas olhando pelos dois lados ela em cima foi melhor... Pelo menos ela se esforçava menos além de ter menos raiva. TO preocupada com ela...
Eu não sei se vou voltar pro blog quando chegar da faculdade, hoje estou literalmente sem vontade de fazer nada! Concluí o trabalho que vamos apresentar amanhã na faculdade e arrumei umas coisas enquanto meu pai não chegava, o blog precisava de uma carinha nova pra ver se eu me distraía e se me ocupava um pouco... Como sempre estava escutando o cd novo de Xandria, daqui a pouco esse cd vai ganhar outro buraco!
Ganhei mais um presente hoje, minha irmã me deu uma pulseira linda *-* ela precisa parar com essa mania de ficar gastando comigo u.u' é sério, o mês é dela não meu! Apesar de estar sem animo até que a manhã na lan house foi calma, percebi como o trabalho na livraria me mudou... Eu consigo me manter sempre calma independente de controlar ou não a situação a minha volta, sem falar que eu melhorei uma coisinha o meu raciocínio de contas hehehe, ao invés de perder a cabeça com os 'clientes chatos' eu consigo usar do sarcasmo e da 'simpatia' para dispensa-los com educação... Sem falar que eu dou valor a cada segundo que passo em casa! Eu continuo preocupada com a minha mãe... Na verdade eu to preocupada com todo mundo! Minha mãe, minha irmã, comigo, com meu pai... Com a lan house... Com a minha vida! Juntando isso a saudade insuportável do julio que piorou em quadruplo quando ele decidiu reaparecer u.u' eu estou beirando o hospício... Não sei o que vou fazer e não consigo ver um palmo a frente do meu nariz... Me sinto mal... Por um segundo que fosse eu só queria desaparecer, esquecer e descansar de tudo... poder deletar da minha mente tudo que aconteceu errado, tudo que não deu certo, tudo que ainda me machuca... Mas o pior é que além de não poder, eu sou forçada a encarar a minha realidade todos os segundos... Embora isso nem doa tanto quando eu penso que existe gente bem pior que eu... Tenho sorte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário